Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Quarta, 18 Setembro 2019
Muito Nublado

17°C

Condeúba

Muito Nublado

Umidade: 90%

Vento: 10 km/h

Gabrielle S Valentin

Gabrielle S Valentin

Bacharelanda em Direito pela Faculdade Estácio de Sá, Consultora da UNESCO (braço da ONU voltado para a educação) e empreendedora. Gosta de escrever e desenvolver atividades ligadas ao jornalismo.

O Ministério Público Federal em Brasília pediu nesta terça-feira (26) à Justiça Federal para tornar o ex-presidente Michel Temer réu em uma ação penal.

Em 2017, quando ainda estava no mandato, Temer foi denunciado pela Procuradoria Geral da República (PGR) no caso em que Rodrigo Rocha Loures, então assessor especial da Presidência, foi flagrado pela Polícia Federal recebendo de um integrante da J&F uma mala com R$ 500 mil.

Segundo a denúncia, o dinheiro era propina da empresa para o grupo político de Temer. Desde que as investigações começaram, o ex-presidente e a defesa dele têm negado envolvimento com irregularidades e afirmado que o dinheiro não era para ele.

Quando a PGR denunciou Temer, a Câmara analisou o caso – conforme prevê a Constituição – e rejeitou o prosseguimento do processo para o Supremo Tribunal Federal.

Com a decisão, a denúncia ficou parada na Justiça e, com o fim de mandato de Temer, e o fim do direito dele ao foro privilegiado, o caso foi para a Justiça Federal de Brasília.

Quando alguém é denunciado pelo MP em uma instância da Justiça, e o caso vai para outra instância, a denúncia precisa ser ratificada pelo MP para prosseguir. Não há prazo para o juiz federal de primeira instância decidir sobre o pedido.

FONTE: G1

O ex-presidente Michel Temer deixou a superintendência da Polícia Federal do Rio de Janeiro no início da noite desta segunda-feira (25). Ele foi liberado da prisão por determinação do desembargador do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2).

O ex-presidente foi preso na última quinta (21) como parte da Operação Descontaminação. O ex-ministro Moreira Franco, João Baptista Lima Filho, conhecido como coronel Lima, e os outros cinco alvos da ação também foram liberados com a decisão desta segunda do desembargador Antonio Ivan Athié.

Ao justificar a decisão, o desembargador disse que não é contra a Operação Lava Jato, mas disse que a prisão foi baseada em "suposições de fatos antigos". "Tem-se fatos antigos, possivelmente ilícitos, mas nenhuma evidência de reiteração criminosa posterior a 2016, ou qualquer outro fator que justifique prisão preventiva", escreveu.

FONTE: Bahia Notícias

O edital do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) foi divulgado nesta segunda-feira (25) no portal do Inep (Instituto Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão vinculado ao Ministério da Educação. A página, contudo, apresentava instabilidade durante a manhã. 

O exame será realizado nos dias 3 e 10 de novembro. É composto por quatro provas com 45 questões objetivas cada e uma redação de, no máximo, 30 linhas. As inscrições podem ser feitas de 6 até 17 de maio. Para participar, o estudante deve pagar uma taxa de R$ 85 -no ano passado, o valor era de R$ 82. O pagamento pode ser feito em agências bancárias, casas lotéricas ou nos Correios.

Quem quiser pedir isenção da taxa deve fazê-lo entre 1º e 10 de abril. Vale, por exemplo, para pessoas com renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos e estudantes que cursaram todo o ensino médio na rede pública.

Na madrugada desta segunda-feira (25) os Destacamentos da Polícia Militar de Malhada de Pedras e Guajeru e IPC de Rio do Antônio, realizaram uma ação em combate ao tráfico de drogas. De acordo informações passadas a polícia através de denúncia, um indivíduo que viajava da cidade de São Paulo com destino a Guajeru estaria transportando grande quantidade de drogas para ser comercializada na região. Ao abordar o coletivo as equipes procederam com a revista e encontraram em poder de José Martins de Souza uma bolsa com 195 papelotes de cocaína. O homem disse ter comprado a droga pelo valor de R$ 1.500,00 e que iria vender cada papelote por R$ 20,00. O indivíduo foi encaminhado juntamente com o material para a delegacia de Brumado onde a ocorrência foi registrada.

FONTE: Sertão em Dia

Em meio a um fortalecimento dos laços entre Caracas e Moscou, dois aviões da Força Aérea russa desembarcaram neste sábado (23) no aeroporto de Maiquetía, nos arredores de Caracas. As aeronaves estariam levando uma autoridade de defesa russa e quase cem soldados, segundo informações das agências de notícias. Um dos aviões, com a bandeira russa, estaria sob vigilância da Guarda Nacional.

Um site de rastreamento de voos mostrou que as aeronaves partiram de um aeroporto militar russo para Caracas na sexta (22). Um deles já teria partido de Caracas neste domingo (24).

Acredita-se que estavam a bordo o general Vasily Tonkoshkurov, diretor do alto comando das Forças Armadas russas, além de uma carga de cerca de 35 toneladas de equipamentos pertencentes aos militares.

A Marinha do Brasil divulgou uma nota nesta quinta-feira (21) para alertar sobre a formação de um ciclone tropical na costa do país. O fenômeno poderá ocorrer entre este sábado (23) e a terça-feira (26), sobre o Oceano Atlântico, principalmente no alto-mar ao leste dos estados da Bahia e do Espírito Santo.

Previsão do tempo: confira situação na sua cidade
A previsão foi feita pelo Centro de Hidrografia Marinha (CHM) em parceria com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/Inpe). O órgão explica que o sistema ocorrerá principalmente no oceano, associado a uma chuva intensa, "com volumes significativos e ventos intensos, com rajadas", podendo chegar a até 89 km/h.

Não está descartada a possibilidade de que os ventos atinjam também a costa do Rio de Janeiro, além da Bahia e do Espírito Santo. A Marinha e o Inpe acompanharão toda a formação do sistema nos próximos dias, com informações pelas redes sociais. O alerta vale principalmente para quem pretende se alçar ao alto-mar no final de semana - é importante consulta o cenário antes de sair.

FONTE: G1

A Força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro prendeu, na manhã desta quinta-feira (21), Michel Temer, ex-presidente da República. Os agentes ainda tentam cumprir um mandado contra Moreira Franco, ex-ministro de Minas e Energia.

Os mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio.

Desde quarta-feira (20), a Polícia Federal (PF) tentava rastrear e confirmar a localização de Temer, sem ter sucesso. Por isso, a operação prevista para as primeiras horas da manhã desta quinta-feira atrasou.

O G1 ligou para a defesa de Temer, mas até as 11h25 os advogados não haviam atendido a ligação. Ainda não está claro a qual processo se referem os mandados contra Temer e Moreira Franco.

O ex-presidente Michel Temer responde a dez inquéritos. Cinco deles tramitavam no Supremo Tribunal Federal (STF), pois foram abertos à época em que o emedebista era presidente da República e foram encaminhados à primeira instância depois que ele deixou o cargo. Os outros cinco foram autorizados pelo ministro Luís Roberto Barroso em 2019, quando Temer já não tinha mais foro privilegiado. Por isso, assim que deu a autorização, o ministro enviou os inquéritos para a primeira instância.

Entre outras investigações, Temer é um dos alvos da Lava Jato do Rio. O caso, que está com o juiz Marcelo Bretas, trata das denúncias do delator José Antunes Sobrinho, dono da Engevix. O empresário disse à Polícia Federal que pagou R$ 1 milhão em propina, a pedido do coronel João Baptista Lima Filho (amigo de Temer), do ex-ministro Moreira Franco e com o conhecimento do presidente Michel Temer. A Engevix fechou um contrato em um projeto da usina de Angra 3.

FONTE: G1

 

Quase 15 mil pessoas precisam ser resgatadas rapidamente nas zonas inundadas de Moçambique depois da passagem do ciclone Idai, anunciou nesta quinta-feira (21) o ministro do Meio Ambiente, Celso Correia. O ciclone deixou mais de 300 mortos em Moçambique e Zimbábue, mas a expectativas das autoridades é de que esse número aumente.

Na quinta-feira (14), o ciclone Idai destruiu a cidade portuária de Beira, a segunda maior de Moçambique, com ventos de mais de 177 km/h, seguidos de chuvas torrenciais. Várias localidades ficaram inundadas. Depois, o ciclone seguiu para os países vizinhos Zimbábue e Malawi.

Ele já é considerado a pior tempestade tropical a atingir a região nas últimas décadas e pode ser uma das piores a ter atingido o sudeste do hemisfério sul, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU).

FONTE: G1