Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Terça, 20 Novembro 2018
26°C

Condeúba

Parcialmente nublado Humidade: 52%
Vento: ENE20.92 km/h
Itens filtrados por data: Terça, 07 Março 2017

Na manhã desta quarta-feira, 08, agentes da Polícia Militar da 94ª CIPM, em Caculé, prenderam Willian Pereira da Silva, 31 anos. O elemento, com extensa ficha criminal, já havia sido preso por suspeita de estupro, furtos e roubos.

Willian foi reconhecido por vitimas de assaltos, dentre eles o ocorrido na ultima segunda-feira (06/03), onde, juntamente com um comparsa, Carlos Alberto de Jesus Santos, 24 anos, roubou celulares de dois jovens. Na ocasião este último elemento foi preso e denunciou seu comparsa.

Na prisão de hoje os policias militares também encontraram a motocicleta usada pela dupla no assalto e utilizada na fuga. Os presos estão presos na DP em Caculé à disposição da justiça.

Fonte: Polícia Militar/Caculé

Publicado em Bahia

por Fernando Duarte | BN
Em depoimento à Justiça, Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empreiteira que leva o nome da família, confirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é citado pelo codinome “Amigo” nas planilhas apreendidas pela Operação Lava Jato (veja aqui). A informação foi divulgada pela colunista Vera Magalhães e, dentro do contexto em que o PT adianta o lançamento da pré-candidatura de Lula ao Palácio do Planalto, sinaliza que a “delação do fim do mundo” vai atingir de maneira expressiva a imagem do ex-presidente.

Marcelo já teria admitido não manter relações estreitas com Lula. Não é o caso do pai dele, atual mandatório do grupo. Emílio Odebrecht presta depoimento no próximo dia 13 de março ao juiz Sérgio Moro, como testemunha em um dos inquéritos que envolvem ex-diretores da empreiteira. Caso Emílio confirme que “Amigo” é Lula, tempos sombrios podem aguardar o ex-presidente. Sem foro privilegiado, Lula terá que lidar com um magistrado que, em audiências preliminares, já se manifestou de maneira pouco complacente com as estratégias adotadas pela defesa do petista. A “delação do fim do mundo” pode se tornar a delação do “fim de Lula”.

 

Publicado em Política