Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Segunda, 10 Dezembro 2018
18°C

Condeúba

Nublado Humidade: 95%
Vento: ESE11.27 km/h
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 42

 Por: Anterque Viana

As festividades relativas aos 152 anos de emancipação política de Condeúba foram marcadas, entre outras, pela realização da primeira Exposição Agropecuária, a Expocon.

Com a estrutura montada pelo Executivo municipal, o Parque de Exposição, erguido próximo à praça Dr. Marcolino Neto, propiciou aos cidadãos condeubenses e visitantes a oportunidade de apreciar e adquirir vários animais provenientes dos municípios de Condeúba, Piripá, Cordeiros e outros, expostos em 52 baias.

Era evidente a expressão de satisfação da maioria dos visitantes, adultos e crianças, a alegria e admiração, não só pela boa estrutura ofertada na 1ª Expocon, mas também pela qualidade dos animais expostos.

No espaço do Parque de Exposição também foi montado um estande para expor plantas, flores e árvores nativas, o que abrilhantou ainda mais o evento.

No domingo dia 19 de maio, foi realizada a cavalgada, que contou com a participação de aproximadamente 800 cavaleiros e amazonas, devidamente uniformizados com uma linda camisa comemorativa, dentre eles várias personalidades e autoridades como Mão Branca, o Prefeito José Augusto Ribeiro, o Vereador Maurísio (“Maurição da Carreta”) etc.

Todos os participantes ficaram extasiados com a cavalgada, contagiando também um enorme número de populares os quais acompanharam literalmente a Cavalgada em seus automóveis e motocicletas por todo o percurso.

E para arrematar aquele momento ímpar, nada melhor que a deliciosa feijoada servida fartamente para todos na quadra poliesportiva Antonio Andrade localizada no Bairro do Divino. Finalizando o evento, no período vespertino foram realizadas as provas de tambor, marcha curta, marcha larga e argolinha, todas elas acompanhadas por numerosa platéia de populares e admiradores, que deliraram com as apresentações e com o alto nível demonstrado nas provas pelos competidores.

O 152º aniversário entrará para a história de Condeúba, não só pela realização da primeira Exposição Agropecuária em nosso município, mas também pela qualidade do evento em si. De fato Condeúba completou mais um aniversário, mas nós cidadãos condeubenses recebemos um belo presente. Parabéns Condeúba!!!!

        

 

Festa alvinegra no Mineirão. O Atlético é o campeão estadual de 2013. Mesmo com a derrota para o Cruzeiro, por 2 a 1, na tarde deste domingo, o Galo levantou o caneco por ter vencido a partida de ida por 3 a 0, no Independência. O feito no Gigante da Pampulha garantiu o terceiro troféu seguido da competição ao técnico Cuca e o 42º da história atleticana. O time celeste, por sua vez, termina o Estadual de cabeça erguida, pois conseguiu fazer uma grande partida e por pouco não protagonizou uma reação histórica diante de seus torcedores, maioria no estádio.

Com um desempenho superior no primeiro tempo, o Cruzeiro esteve próximo de reverter a vantagem, com dois gols de pênalti de Dagoberto, aos 17 e 31 minutos. Na etapa complementar, o Galo equilibrou as ações e batalhou bastante para fazer o tento de honra. Conseguiu aos 33', também em cobrança de pênalti, convertida por Ronaldinho Gaúcho.

Campeão mineiro, o Atlético segue, agora, na luta para conquistar a Copa Libertadores da América. Na próxima quinta-feira, o Galo vai ao México enfrentar o Tijuana pelo jogo de ida das quartas de final da competição continental. O Cruzeiro, por sua vez, volta as atenções para a Copa do Brasil, competição pela qual enfrenta o Resende na partida de volta da segunda fase, no Mineirão.

Fonte: uai.com.br


Condeúba completou 152 anos de emancipação política no dia 14 de maio de 2013, como sempre tenho dito com muita história, desta vez não foi diferente, pois, todos aqueles que estiveram nas praças onde ocorreram as apresentações e desfiles, puderam presenciar a verdadeira história de Condeúba sendo recontada em verso e prosa através das escolas do município que se dividiram em quatro grupos formados por professores, alunos e mesclado com pessoas da sociedade civil, cujos grupos, identificaram pelas cores da Bandeira do Brasil assim constituídos:
    Amarela defendendo o tema de “Botocudos”, em referencia a tribo indígena que aqui foi encontrado no inicio da fundação do Município.
      Azul com o tema “Guerreiros da Barra”, tema este em alusão aos desbravadores que tanto lutaram pela independência de Santo Antonio da Barra, primeiro nome dado a Condeúba.
     Branco com o tema “Têtê para vencer”. Este se refere ao Sr. João Antonio dos Santos que ficou conhecido como “Têtê”, personagem folclórico da cidade falecido recentemente.
   Verde com o tema “Quilombolas”. Desta feita foi homenageada a Comunidade do Tamboril, onde existe uma Comunidade Quilombolas reconhecida pelo Governo Federal, a qual foi vencedora e com muito mérito, tendo em vista o reconhecimento do importantíssimo papel que os negros têm desenvolvido ao longo da história em nosso município.            
      Desde inicio do mês de maio que os grupos vinham cumprindo tarefas determinadas pela organização do evento. No dia 13 a noite foi feito as primeiras apresentações dos grupos na Praça do Forrodromo com o tema musical onde cada grupo executou um ritmo musical que foram: Amarelo/Arrocha, Azul/Axé, Branco/Forró e Verde/Sertanejo. Deste momento até o dia seguinte, todas as tarefas executadas pelas equipes, foram submetidas à avaliação com notas de um corpo de jurados composto de sete membros constituídos pelos Organizadores do Evento.
     Depois do grande show musical que os grupos apresentaram a noite, as equipes receberam da Comissão Organizadora tarefas para o dia seguinte serem apresentadas inicialmente das 8h00 ás 10h00 na Praça Santo Antonio e por último em frente ao prédio da antiga Intendência, que foi das 10h30 ás 13h30 minutos. Na oportunidade, os grupos começaram a desfilar contando história de personagens da terra vivos e mortos.
      AMARELA – Com o tema “Botocudos” trouxe a baila as historias de “Dorinho” e Maria Leá.
      AZUL – Com o tema “Guerreiros da Barra”, contaram as histórias do empresário “Zabinga” e Jasmira Cangussu.


      “ZABINGA” Aos 19 dias de novembro de 1956 nasceu na fazenda Grota, em Condeúba, Divaldir Farias da Silva, popular “Zabinga” filho de Arlindo Farias da Silva e Aurezina Ribeiro da Silva, família humilde veio morar na cidade com 3 anos de idade, estudou até a 5ª série. “Zabinga” aos 7 anos já comercializava nas feiras livres laranjas, cereais e outros gêneros, aos 17 anos adquiriu seu primeiro veículo, uma rural ano 1973 e passou a trabalhar como pracista e levando passageiros para Conquista.
      Mais tarde comprou seu primeiro caminhão, começou viajando aos estados da Bahia, São Paulo e Maranhão, no final de 1985, abriu seu primeiro comércio no ramo de supermercado. No ano seguinte casou-se com Tânia Maria Porto, dessa união, nasceram suas três filhas: Ana Carolina, Lorena e Isabela. “Zabinga” atua no ramo de supermercados, padaria, loja de móveis e posto de combustíveis.  Ele que é católico e devoto de Nossa Senhora Aparecida.


     JASMIRA – Aos 10 dias de julho de 1911. Nasceu no limite de Jacaraci  e Caculé, Jasmira Rosa Cangussu, filha de Tranquilino José Ribeiro e Anagélica Pinheiro Cangussu. A qual vivenciou a passagem dos revoltosos em nossa cidade, sendo a casa de seu pai um dos lares invadidos por eles. Ainda muito jovem Jasmira casou-se com Sérgio Rodrigues Chaves, ele que era tropeiro e comerciante rural.
     O casal teve apenas 01 filho biológico, Valdomiro Rodrigues Chaves, porém, adotaram 10 filhos. Jasmira sempre muito católica, começou cedo a costurar, bordar, fazer rendas, confeccionar bonecas. Fazia tudo com muita alegria e simpatia sua marca registrada era mandar beijos para todos.


      BRANCA – Com o tema “Têtê para Vencer”, trouxe as histórias do empresário “Dalminho” e “Têtê” este personagem folclórico da cidade já falecido. Quem fez o papel de Tetê, foi a vereadora Rita Aparecida Soares “Cida de Lerim”, que com muito empenho arrancou da platéia risos e até choro, sendo premiada como a melhor interprete dos quatro grupos merecidamente.


    JOÃO ANTONIO DOS SANTOS – Mais conhecido como Tetê, nasceu no dia 04/10/1947 na Rua do Sobrado em Condeúba/Ba e faleceu no dia 08/04/2013 aos 64 anos, era filho de Otaviano Antônio dos Santos e Ana Pereira Duarte, ele tinha quatro irmãos. Esse seu jeito extrovertido de ser vem desde a infância e após a morte de seus pais este foi morar com o irmão Custódio, sendo que após essa fatalidade se entregou ao vício da bebida. Mas mesmo assim, continuou trabalhando com hortas, estercos e foi sempre humilde. Conseguia se manter só com a renda de seu trabalho até quando se aposentou. Seu jeito de ser foi provavelmente um problema no parto.
Costumava engrossar a voz para causar risos, principalmente às crianças. Em novembro adoeceu e mesmo doente era muito vaidoso, gostava de pintar o cabelo e deixar o topete caído na testa estilo pega rapaz. Uma de suas celebre frases foi: “Mim dá um fio de cabelo pra mim fazer uma póruca”?


     DALMO FARIAS DA SILVA – "Dalminho" nasceu em 08 de junho de 1967, na cidade de Condeúba/BA. Filho do senhor Arlindo Faria da Silva e da senhora Aurezina Ribeiro da Silva. É o 8º filho de 14 irmãos.
 Viveu a sua infância em meio a um comércio ambulante. Tentava estudar, mas nos momentos de intervalo vendia geladinho e picolé produzido por ele mesmo, alem de doce, saco de esterco para as pessoas colocarem em plantas; quebrava pedras, transformando-as em britas e vendia, assim como, recolher os restos de cereais no caminhão e armazém de seu pai para vender. Dificilmente tinha momentos vagos para brincar, pois, quando não estava em meio às suas vendas, dedicava-se a olaria com os amigos, na construção de tijolos. Pela manhã, freqüentava a escola e a tarde a olaria.

     Aos 12 anos iniciou a vender laranja e café. Para comprar outras mercadorias, solicitou de um empréstimo do Sr. Juvêncio (avô de Laércio Sousa). Onde ouvia falar que tinha jogo, estava ele vendendo suas laranjas.
Com 25 anos de idade, em 12 de fevereiro de 1992, nasce o seu primogênito Dalmo Faria da Silva Filho,
Aos 26 dias de março de 1992 casou-se com Dorismácia da Silva Carvalho Faria. Em seguida passou por uma crise financeira profunda. Católico e temente a Deus aos poucos foi restituindo tudo que perdeu antes.
Em 20 de abril de 1999 nasceu sua filha Dayana da Silva Carvalho Faria. Segundo o próprio Dalmo, “quando agente é solteiro as pessoas mais importantes da nossa vida, são os pais, depois de casado a esposa e os filhos se tornam as pessoas principais da nossa vida”.


      VERDE – Com o tema “Quilombolas” veio com as histórias da empresaria Elita e o popular Santo de João Cruz.
     ELITA – A empresária Elita Pereira da Silva, sendo a 20ª filha de uma família composta de 27 irmãos, começou a sua labuta muito nova no ramo de biscoitos, iniciou vendendo de terceiros e depois montou sua própria indústria que é a grande fabrica de Biscoitos Condeúba. Elita desfilou num furgão trazendo biscoitos, salgados, doces e lógico o bolo de aniversário que foi distribuído para todos que ali estavam.


     "SANTO" – Ademar Pereira da Cruz, popular “Santo de João Cruz”, filho, do casal João da Cruz e Odília Correia Cruz, nasceu em Condeúba aos 20 de novembro de 1959. Embora fizesse parte de uma das famílias elitizadas de nossa cidade, sempre teve em seu coração uma paixão pela filosofia da vida periférica, e que o tornou uma figura emblemática de nossa cidade. Como todo jovem condeubense de sua época, Santo também adorava um bom futebol.
Primeiro como arbitro, com pouca técnica, mas com muita valentia “Santo” apitou e bandeirou muitas das partidas do futebol condeubense. Como jogador, “Santo” chegou a defender uma das maiores equipes de sua época União Futebol Clube. “Santo” foi um dos idealizadores da criação de um dos times emblemáticos de nossa cidade o Vira Copo Futebol Clube.


          Contudo entendemos que a grande vencedora neste evento mais uma vez foi Condeúba, que ganhou com isto, novos horizontes em sua história, tornando-a cada vez mais rica pelos novos personagens descobertos e encenados.

Foto: Ddez

Uma aeronave que tinha como passageiro o pré-candidato ao governo do Estado nas eleições de 2014, Luiz Caetano (PT), desrespeitou a interdição estabelecida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e aterrissou no Aeroporto Vicente Grillo, em Jequié, neste sábado (18).

Segundo informações do site local Jequié Repórter, o veículo, pertencente a uma empresa de taxi aéreo com sede em Salvador, levava o petista a um encontro regional da legenda realizado na cidade.

Após descer do avião, Caetano, que também é ex-prefeito de Camaçari e ex-presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), teria embarcado em um carro que o esperava e ido ao encontro do secretário estadual de Planejamento, Sérgio Gabrielli, e do senador Walter Pinheiro.

Fonte: Bahia Noticias

Neste sábado (18) o PSDB realizou a sua convenção nacional, reunindo milhares de militantes ‘tucanos’ em Brasília.

Como já era de esperar, o senador Aécio Neves (MG) foi eleito com 97,3% e assume a presidência nacional do partido, ganhando musculatura e visando a sua pré-candidatura a presidente da República.

Aécio obteve 521 dos 535 votos dos delegados eleitos para escolher o sucessor do deputado federal Sérgio Guerra (PE) no comando do partido. O presidente do PSDB tem como função liderar as ações da sigla em época de eleição, administrar divergências internas e articular alianças nacionais e regionais.
Foto: George Gianni

Fonte: Blog Resenha Geral

A origem do boato ocorrido neste sábado (18) de que o programa do governo Federal Bolsa Família seria extinto será investigada pela PF (Polícia Federal). A falsa informação causou correria, confusão e tumulto em Estados do Nordeste no fim da tarde de ontem e levou beneficiários a tentar sacar o dinheiro em casas lotéricas e terminais de autoatendimento da CEF (Caixa Econômica Federal). A investigação policial foi determinada pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

Para tranquilizar os beneficiários, o MDS (Ministério do Desenvolvimento Social) e a CEF divulgaram notas negando a informação e reforçando que o programa continua ativo, sem qualquer alteração. "Não há qualquer veracidade nos boatos relativos à suspensão ou interrupção dos pagamentos do Programa Bolsa Família", disse em nota o MDS. A CEF também reforçou a que a informação se tratava de boato e destacou que "o pagamento do Bolsa Família ocorre normalmente de acordo com calendário estipulado pelo governo Federal."

A quantidade de pessoas tentando sacar o benefício causou tumultos em shoppings que têm agências da CEF e lotéricas. Ao menos nove terminais de autoatendimento foram depredados no Maranhão por conta do boato, que começou no boca a boca e caiu na internet. Também há relatos de tumultos nos Estados da Bahia, Alagoas, Piauí e Paraíba.

De acordo com o governo Federal, foram registradas ocorrências no Amazonas e Rio de Janeiro.
Maranhão

Beneficiários que tentaram sacar dinheiro em agências da CEF no Maranhão e não conseguiram porque os terminais de autoatendimento estavam sem dinheiro ficaram revoltados e depredaram nove terminais, de acordo com a superintendência da Caixa no Estado.

Segundo o superintendente da CEF no Estado, Hélio Duranti, foram registradas ocorrências de depredações em São Luís, nas agências localizadas na Cohab, na avenida Gonçalves Dias, na praça Deodoro e nos bairros São Francisco e Renascença, além de agências do banco em Santa Rita (80km de São Luís) e Barreirinhas (323km de São Luís).

Os boatos no Estado começaram após a ocorrência de um atraso no cronograma do pagamento do Bolsa Família deste mês de maio, de acordo com a CEF. O banco afirma que há dinheiro para os saques, mas que devido à alta demanda os terminais de autoatendimento ficaram sem dinheiro.
Alagoas

A promotora do MP (Ministério Público Estadual) de Alagoas, Marluce Falcão, estava no shopping Pátio Maceió e quando viu o tumulto na casa lotérica ficou assustada. Falcão é responsável pela fiscalização do Bolsa Família no MP e tentou explicar à multidão que a informação era inverídica.

"A história não procede. Conversei com algumas pessoas, mas é muita gente e não tem como controlar esse tumulto. Pedi à administração do shopping que reforçasse a segurança e acionasse a polícia porque ninguém consegue entrar ou sair daqui e a cada minuto chega mais gente", disse ela, temendo que se "todos os beneficiários de Maceió forem às agências bancárias e lotéricas será uma confusão descontrolada".

A empregada doméstica Jane Cabral, 39, foi uma das beneficiárias do Bolsa Família de Alagoas que acreditou no boato depois que uma vizinha passou pela casa dela, no fim da tarde, e avisou que estava indo sacar o dinheiro e que ela também teria de ir.

"Larguei o que estava fazendo e sai correndo para uma lotérica no supermercado aqui perto de casa, mas não consegui tirar o dinheiro. Tinha muita gente e o pessoal da lotérica avisou que tinha acabado o dinheiro em caixa. A confusão piorou porque ninguém acreditou e chamaram os seguranças do supermercado", contou.

Cabral disse que depois que viu que não ia conseguir sacar o dinheiro na lotérica que estava no bairro do Barro Duro chamou o marido e foi com ele a lotérica do bairro da Gruta de Lourdes, mas também a tentativa foi em vão.

"Estou sem acreditar que isso é boato porque todo mundo veio", disse ela.

A correria da dona de casa Anilsa Marques, 37, que mora na grota do Ouro Preto e estava com os dois filhos, de 8 e 9 anos, foi tão grande que durante o tumulto na lotérica do bairro da Gruta de Lourdes ela perdeu uma das sandálias. "O empurra-empurra está demais. Sai porque estou com meus filhos e não vou morrer imprensada", disse ela, descalça e dizendo que não estava ainda acreditando que não era boato.
Piauí

Em Picos (a 308Km de Teresina), as filas nas lotéricas e na agência da CEF também causaram um "tumulto gigantesco", conta o jornalista Edmar Ferreira. Durante a tarde as lotéricas ficaram lotadas e a agência ainda tinha fila de beneficiários à noite tentando sacar o dinheiro do programa, relata.

O boato que chegou a Picos foi que a "presidente Dilma disse na televisão que o benefício de todos sairá neste dia 18 de maio", diz o jornalista.
Paraíba

Segundo o Portal Correio, em uma agência na avenida Cruz das Armas, houve tumulto, e a Polícia Militar precisou ser acionada para conter a população.
Prefeituras também esclarecem boato

As prefeituras de Conceição do Coité (a 235Km de Salvador) e de Maceió (AL) afirmaram que a informação era um boato e destacaram que "o Programa Bolsa Família continua ativo e os benefícios continuam sendo pagos normalmente".

A secretária de Ação Social de Conceição do Coité, Evania Carneiro, orientou que as famílias devem continuar recebendo nos dias programados de acordo com o final do cartão. "Os benefícios que não forem sacados nas datas indicadas em seus finais podem ser sacados normalmente até o fim da folha de pagamento", informou.

Fonte: UOL.

Em Termo de Ajustamento de Conduta, firmado na manhã desta quarta-feira, 15, Governo Municipal parcela dívidas com funcionalismo público referente a novembro, dezembro e 13º de 2012.

Em audiência com o Ministério Público da Bahia, acorrida no Fórum Naomar Alcântara, em Caculé, na manhã desta quarta-feira, 15, o Prefeito de Guajeru, Gil Rocha (PT), firmou um TAC – Termo de Ajustamento de Conduta, para o pagamento dos salários dos servidores públicos municipais concursados, referentes aos meses de dezembro e novembro e ao 13º salário do ano de 2012, dívida esta ‘herdada’ do ex-prefeito que, ao ser derrotado nas eleições municipais de outubro de 2012, deixou de cumprir com suas obrigações.


Ao assumir a prefeitura em janeiro deste ano, sem que tenha havido o processo de transição de governo, processo este dificultado pelo então prefeito, a atual administração desconhecia a situação salarial dos funcionários públicos municipais que ficaram os meses de novembro e dezembro sem seus vencimentos, inclusive o 13º salário, somando uma dívida com o funcionalismo público de cerca de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais).
 
Preocupado com esta situação, e com os prejuízos que ele traria para dezenas de funcionários, que têm em seus salários o provento familiar, consistente em verba alimentar, bem como os danos causados à economia do município, o prefeito Gil Rocha buscou meios de se chegar a um acordo para resolver a questão. Em discussão com o SINSERV – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Vitória da Conquista e Região Sudoeste da Bahia, representado por José Marcos Santos Amaral, o TAC foi firmado mediante cláusulas acordadas pelo Ministério Publico da Bahia, representado pelo Promotor de Justiça da comarca de Caculé, Dr. Gean Carlos Leão.
 
Segundo o TAC o governo municipal deverá quitar a dívida com os servidores concursados em vinte e três (23) meses, em parcelas iguais que deverão ser pagas a partir do mês de junho deste ano. Os pagamentos deverão ser feitos juntamente com a folha salarial mensal, de acordo o valor que cada servidor tem a receber.
 
Fonte: Informe Cidade

O nível da atividade econômica medido pelo índice IBC-BR para o primeiro trimestre de 2013 confirmou a expectativa de aceleração da atividade, mas frustrou expectativas em relação ao ritmo da retomada.

Houve expansão de 1,05% nos primeiros três meses deste ano em comparação ao último trimestre de 2012.

Crescimento do país em março mostra recuperação moderada, dizem analistas

O avanço de 0,72% em março em relação a fevereiro (descontados efeitos sazonais) ficou abaixo das estimativas: alguns analistas projetavam alta de até 0,9%.

Outros indicadores recentes, como o resultado da produção industrial, já tinham frustrado as projeções de economistas, contribuindo para uma recente rodada de revisões para baixo nas apostas de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) em 2013, que agora giram em torno de 3%.

A fraqueza do setor manufatureiro, que parece se recuperar, mas a ritmo lento, continua sendo o principal entrave à expansão da economia.

Mesmo com medidas de estímulo dadas pelo governo (como reduções de impostos e do custo de energia) e com a recente tendência de desvalorização do real (que torna os bens produzidos pelo país mais baratos no exterior), a indústria brasileira custa a reagir.

Economistas têm apontado para problemas que, agravados ao longo dos últimos anos, impedem a recuperação da competitividade do setor, como o contínuo aumento dos custos com trabalhadores acima da expansão da produtividade (que é uma medida de eficiência).

 

 

GARGALOS

A isso são somados os gargalos conhecidos na área de infraestrutura e as despesas com a complicada burocracia do país.

Também têm ganhado força no debate sobre os problemas da indústria as críticas em relação à falta de integração do setor brasileiro com as cadeias de produção global, o que impede ganhos mais rápidos na área de inovação e desenvolvimento tecnológico.

Esses não são problemas que se resolvam da noite para o dia.

Mas falta um sinal mais claro de o que diagnóstico é amplamente reconhecido e que serão adotadas medidas para tentar mudar a trajetória do setor.

A ausência dessa sinalização, dizem especialistas, somada ao humor ainda ruim em relação ao cenário externo, têm contribuído para um baixo nível de confiança dos empresários em relação à retomada econômica.

A Justiça Eleitoral cassou na manhã dessa quarta-feira (15), os mandatos do prefeito e vice-prefeita, Aguiberto Lima Dias (PSL) e Cristina Gondim (PSDB), respectivamente. O processo foi resultado de uma das Ações de Investigação Eleitoral (AIJE) protocolada na 90ª Zonal Eleitoral, pela candidata derrotada nas eleições de 2012, Marizete Pereira (PT), a qual indicava que houve abuso do poder econômico e político, durante as eleições.
 
O resultado ajuizado pelo magistrado Genivaldo Alves Guimarães, indica ainda que, além dos diplomas cassados, o prefeito Aguiberto e sua vice Cristina tiveram a votação recebida no último pleito nula e os direitos políticos suspensos por oito anos. “Considerando que a ocorrência do abuso de poder político e econômico comprometeu a regularidade das eleições, afetando sua normalidade e higidez e acarretando a ilegitimidade dos mandatos, com fundamento no art. 222, do Código Eleitoral, declaro nulos os votos dados aos representados, procedo à cassação de seus diplomas e, por consequência, dos mandatos”, diz uma parte da decisão.
 
O Juiz acompanhou o parecer do Ministério Público Eleitoral (MPE) de Brumado, que opinava pela cassação do gestor municipal e da vice-prefeita. Além dos atuais gestores, o ex-prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (Sem Partido) também teve seus direitos políticos cassados por oito anos. Ainda cabe recurso da decisão.
 
Fonte: Blog do Anderson

documento atribui a FHC a “arquitetura da rede de proteção social”
fim da inflação é apontado com essencial para programas criados
ideia é usar o argumento na campanha de Aécio Neves a presidente

O iFHC (Instituto Fernando Henrique Cardoso) publicou nesta 4ª (15.05.2013) um artigo que detalha as políticas sociais implementadas pelo tucano em sua passagem pelo Palácio do Planalto. A ideia é distribuí-lo no sábado (18.mai.2013), durante a convenção nacional do PSDB na qual o senador Aécio Neves será escolhido presidente da legenda –e dará mais um passo como pré-candidato da legenda ao Palácio do Planalto em 2014.

O documento faz parte do plano de Aécio Neves de valorizar o governo FHC, nunca bem defendido pelos candidatos tucanos à Presidência.

O texto enumera as datas e leis que fundamentaram os projetos sociais do governo tucano. E conclui que o Bolsa Família, criado pelo governo Lula, foi a união de quatro programas da era FHC: Bolsa Escola, Bolsa Família, Auxílio Gás e PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil).

Em outras palavras: o PSDB deseja alterar a noção sempre difundida pelo PT de que os programas de proteção social são criações do PT a partir da posse de Luiz Inácio Lula da Silva como presidente, em 2003.

Eis um trecho do documento, ao qual o Blog teve acesso e pode ser baixado aqui:

“As políticas sociais no Brasil mudaram de paradigma durante o período governamental de FHC. Antes, predominavam auxílios variados, quase sempre intermediados pelo poder público local: doações de cestas básicas, entrega de leite, distribuição de água na seca. Depois, estruturou-se uma rede de proteção social para combater a pobreza, introduzindo ações públicas coordenadas contra suas causas estruturais e transferências diretas de renda aos cidadãos”.

“A arquitetura da rede de proteção social construída no período governamental de FHC dependeu, inicialmente, da estabilização da economia. Com o fim do “imposto inflacionário”, que penalizava fortemente os mais pobres, pôde-se alcançar um novo patamar de combate à exclusão social, atacando as fontes geradoras da miséria”.

Xico Graziano, ex-chefe de gabinete de Fernando Henrique e autor do documento, afirma que o objetivo não é discutir o passado, mas “resgatar uma agenda liderada por FHC”.

Fonte: Blog do Fernando Rodrigues