Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Sexta, 06 Dezembro 2019
Parcialmente Nublado

18°C

Condeúba

Parcialmente Nublado

Umidade: 80%

Vento: 4 km/h

Curta Nossa Página

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 42

O presidente do PT, Rui Falcão, disse nesta sexta-feira (24) que o legado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do atual governo não é suficiente para reeleger a presidente Dilma Rousseff em 2014 e que será preciso apresentar à sociedade uma proposta que vá além da continuidade do que foi feito em três mandatos petistas. Falcão citou pesquisas que indicam que a maioria da população acredita que o Bolsa-Família será mantido mesmo que outro partido chegue ao poder. “Em parte é positivo, porque a população vê como conquista inamovível no sentido de que nenhum governo teria coragem de abolir”, disse o petista, que completou: “Por outro, significa que apenas o que já fizemos não é suficiente para garantir a reeleição”. Para o presidente do PT, o legado de Lula “foi um dos principais elementos para a eleição da companheira Dilma”. “Mas hoje simplesmente esse legado é insuficiente. Precisamos acenar com o futuro. Que novas propostas nós oferecemos para a sociedade para que ela veja no nosso governo não só manutenção do que foi conquistado, mas novas possibilidades de continuar avançando?”, disse Falcão em seminário sobre a trajetória do PT nas cidades. Informações do Estadão.

Fonte: Bahia Noticias

Os médicos que atendem pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Salvador encaminharão ao Comitê Gestor da Copa uma carta com as reivindicações feitas pela equipe à prefeitura. A categoria promete ainda lançar uma carta aberta à população para alertar sobre a possível continuidade da greve, que já afeta o atendimento em dias normais e poderia acarretar em incidentes com eventos como a Copa das Confederações, que acontecerá entre os dias 15 e 30 de junho próximo.

Os profissionais que são vinculados ao Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed), afirmam que a administração municipal não apresentou “nenhuma proposta coerente às necessidades dos profissionais”. A Secretaria de Saúde (SMS) afirma, contudo, que propôs dobrar o pagamento da gratificação e pagar o adicional de insalubridade aos profissionais. Dentre as pautas de reivindicação dos servidores, estão a isonomia salarial entre todos os vínculos médicos e o aumento da gratificação dos estatutários de 50% para 200% sobre o vencimento básico.

Fonte: www.bahianoticias.com.br

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, um dos mais próximos da presidente Dilma Rousseff (PT) e cotado para coordenar sua campanha à reeleição, é acusado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de ser “autor de delitos” e ter “concorrido ativamente” para o desvio de R$ 5 milhões da prefeitura de Belo Horizonte em 2004, quando era prefeito do município.

Reportagem do jornal Folha de S. Paulo mostra que o inquérito que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), sob a relatoria do ministro José Dias Toffoli, analisa as circunstâncias da contratação, pela prefeitura de Belo Horizonte, da Câmara dos Dirigentes Lojistas local (CDL)  para implantar o projeto “Olho Vivo”, que previa a instalação de 72 câmeras para coibir crimes no centro da cidade.

O documento da Procuradoria, datado de março de 2012, é assinado pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e sua mulher, Cláudia Sampaio, e acusa diretamente o ministro. A acusação contra Pimentel é de “apropriação de bens ou rendas públicas”, com pena de até 12 anos de prisão. “A denúncia contém clara e concisa descrição do fato criminoso e dos indícios de autoria, que permitem com segurança apontar o denunciado como autor dos delitos”, disse a PGR.

Fonte: Bahia Notícias

São definições cheia de poesia e sabedoria, apesar da pouca idade de seus autores. Ou talvez por isso mesmo. São desde A de adulto (“Pessoa que em toda coisa que fala, fala primeiro de si”, segundo Andrés Felipe Bedoya, de 8 anos), até V de violência (“A parte ruim da paz”, na definição de Sara Martínez, de 7 anos).

O dicionário está no livro “Casa das estrelas: o universo contado pelas crianças”, uma obra que surpreendeu ao se tornar o maior sucesso da Feira Internacional do Livro de Bogotá, no final do mês de abril. A surpresa aconteceu especialmente porque o livro foi publicado pela primeira vez na Colômbia em 1999 e reeditado no início desse ano.

Segundo a matéria original (BBC Brasil), “as definições – quase 500, para um total de 133 palavras diferentes – foram compiladas durante um período ‘entre oito e dez anos’, enquanto Naranjo [o cara que realizou o trabalho] trabalhava como professor em diversas escolas rurais do Estado de Antioquía, no leste do país.”

Enfim, a matéria e, principalmente, o resultado, expresso nos verbetes, são muito bons. Têm um quê de poesia ingenuamente infantil que possibilita um alcance muito profundo nas suas definições. Justamente por já termos nos afastado dessa ingenuidade, esse alcance chega a chocar às vezes.

Vamos à aula

Adulto: Pessoa que em toda coisa que fala, fala primeiro dela mesma (Andrés Felipe Bedoya, 8 anos)

Ancião: É um homem que fica sentado o dia todo (Maryluz Arbeláez, 9 anos)

Água: Transparência que se pode tomar (Tatiana Ramirez, 7 anos)

Branco: O branco é uma cor que não se pinta (Jonathan Ramirez, 11 anos)

Camponês: um camponês não tem casa, nem dinheiro. Somente seus filhos (Luis Alberto Ortiz, 8 anos)

Céu: De onde sai o dia (Duván Arnulfo Arango, 8 anos)

Colômbia: É uma partida de futebol (Diego Giraldo, 8 anos)

Dinheiro: Coisa de interesse para os outros com a qual se faz amigos e, sem ela, se faz inimigos (Ana Maria Noveña, 12 anos)

Deus: É o amor com cabelo grande e poderes (Ana Milena Hurtado, 5 anos)

Escuridão: É com o frescor da noite (Ana Cristina Henao, 8 anos)

Guerra: Gente que se mata por um pedaço de terra ou de paz (Juan Carlos Meija, 11 anos)

Inveja: Atirar pedras nos amigos (Alejandro Tobón, 7 anos)

Igreja: Onde a pessoa vai perdoar Deus (Natália Bueno, 7 anos)

Lua: É o que nos dá a noite (Leidy Johanna Garcia, 8 anos)

Mãe: Mãe entende e depois vai dormir (Juan Alzaite, 6 anos)

Paz: Quando a pessoa se perdoa (Juan Camilo Hurtado, 8 anos)

Sexo: É uma pessoa que beija em cima da outra (Luisa Pates, 8 anos)

Solidão: tristeza que dá nas pessoas às vezes (Iván Darío López, 10 anos)

Tempo: Coisa que passa para lembrar (Jorge Armando, 8 anos)

Universo: Casa das estrelas (Carlos Gómez, 12 anos)

Violência: Parte ruim da paz (Sara Martinez, 7 anos)

Fonte: livro Casa das estrelas: o universo contado pelas crianças, de Javier Naranjo

Amanda passou em dois vestibulares ainda no 3º ano


Na pré-adolescência, Amanda Amaral Lopes tinha como um dos ídolos o jornalista  William Bonner. Foi também nessa época que ela descobriu  a paixão pelo texto escrito, e a poesia virou uma das  formas de  comunicação dela com o mundo.
Apesar  da ideia inicial de ser jornalista, "quis o destino", como ela própria costuma dizer, que a biologia entrasse em sua vida. Aos poucos, ela entende que  as coisas não acontecem tão ao acaso assim. Portadora da síndrome de Down, Amanda será a primeira pessoa que possui o distúrbio genético a concluir um curso de nível superior na Bahia.
Moradora de Vitória da Conquista (a 509 km de Salvador), no sudoeste baiano, a jovem de 24 anos recebe, na noite desta quinta-feira, 23, o diploma de licenciatura em ciências biológicas, pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), ao lado de mais 15 estudantes.
Na plateia, estarão, orgulhosas, a irmã mais velha, Ana Clara, e a mãe, Alba Regina, sua grande incentivadora.  "Sem minha mãe, eu não seria nada. Não teria chegado aonde cheguei", ressalta Amanda, que perdeu o pai há cinco meses.
"Meu pai foi uma pessoa muito importante na minha vida e fará falta, ainda mais em um dia especial como esse", emociona-se.
O começo -  Mesmo tendo nascido em Vitória da Conquista, os primeiros anos de vida de Amanda foram em Divisópolis, cidadezinha de Minas Gerais. Ainda criança, ela tinha que se deslocar, com os pais, duas vezes por semana para a Bahia, onde fazia tratamento com fonoaudióloga, fisioterapeuta e psicóloga, tudo por uma maior qualidade de vida. "Era complicado, mas a gente não deixava de vir", relembra Alba Regina.
A alfabetização foi toda em escolas mineiras, onde enfrentou preconceitos. "Havia crianças que não queriam ficar na sala dela, e professor que dizia  não ter capacidade para dar aula", afirma a mãe.
Na cidade baiana, a garota teve acolhimento. "Aqui, colocamos ela em uma escola que se valeu de todos os princípios da inclusão, comemora Alba, que chegou a ser professora da filha. "Mas não sem antes consultar se ela queria ser minha aluna",  relembra, rindo. "Ela é muito geniosa", completa.
Dificuldades - Ter a mãe como professora não era exatamente uma vantagem. "Deixei uma coisa muito clara: 'Você não vai ter privilégios sobre as outras crianças'. Apesar de sua condição especial, nunca deixei de colocar as dificuldades da vida para ela", relata a mãe.
A estratégia deu certo: a moça passou em dois vestibulares - biologia e jornalismo - quando ainda frequentava o 3º ano. Por ainda não ter concluído o ensino médio,  não pôde cursar. Posteriormente,  submeteu-se novamente ao processo de seleção e optou pela modalidade de ensino a distância, com uma aula presencial por semana.
"Minha dificuldade era a matemática. Mas tive colegas que me ajudaram bastante com a disciplina, e eu consegui", celebra Amanda.
Atualmente, a maior barreira enfrentada  é o mercado de trabalho. "As oportunidades  para quem tem síndrome de Down são poucas. Apesar de as pessoas já conhecerem mais sobre o assunto, a gente ainda é muito discriminado", lamenta ela, que está desempregada, mas nem pensa em desistir.
"Acho que sou uma grande vitoriosa por ter chegado até aqui. Agora, pretendo fazer uma pós-graduação em libras", planeja, referindo-se à especialização que prepara profissionais para atuarem com deficientes auditivos.
Em São Paulo - É cada vez  mais comum o ingresso de portadores da síndrome de Down na vida acadêmica. Em 2012, o paulista João Vitor,  26 anos, colou grau no curso de licenciatura em educação física, em Curitiba, Paraná. Antes, em 2009, ele há havia concluído bacharelado na mesma área.
Também em 2012, Kallil Assis passou no vestibular de geografia, na Universidade Federal de Goiás. Gabriel Nogueira ingressou no curso de teatro da Universidade Federal de Pelotas, no  Rio Grande do Sul. No mesmo Estado, no município de Estrela, Andrieli Machado passou na faculdade de educação física da Univates, em Lajeado.
Distúrbio genético - A síndrome de Down (ou trissomia do cromossomo 21) é uma alteração genética causada por um erro na divisão  celular durante a divisão embrionária. Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil possui hoje 300 mil pessoas com o distúrbio.
Fonte: A Tarde

É Excelência! Tudo precisa treino, alem do conhecimento de causa que o tem, todos nós sabemos disso, pois, o seu codinome “Maurição da Carreta”, já diz tudo que é portador de uma CNH categoria “E”, que o habilita a dirigir carreta, o qual está sempre em serviço cortando o nosso Brasil de norte a sul, leste a oeste.

Nesta sexta-feira 24/6, dia de sessão na Câmara Municipal, o vereador “Maurição” tomou um show de uma carreta vermelha “bitrem”, que estava carregada com 70 toneladas de brita vindo de Vitória da Conquista para Condeúba, direcionada à loja de material de construção do amigo Geraldo Medeiros. A localidade do descarregamento é um tanto quanto apertada para uma carreta, imaginem um “bitrem”! Pois é, “Maurição” se enrolou todo, alem de enrolar o transito por onde passava, tentando entrar no local de descarga, depois de várias tentativas em vão, o nobre carreteiro vereador que é muito sábio, ouviu o conselho de um “matuto” dirigiu-se ao antigo campo de avião desengatou um vagão e entrou com apenas um por vez, para processar o descarregamento das britas. Que alívio para os vizinhos! Que viam seus muros balançando a cada manobra mal sucedida do nobre Edil no comando daquele enorme “bitrem”. Tudo certo, “Maurição”, você pode acrescentar no seu currículo e falar lá fora, que dirige carreta “bitrem” inclusive em Condeúba.  

A cidade de Piripá vai sediar neste final de semana o "Forró no Sitio". A festa acontecerá nos dias 25 e 26 deste mês de maio. Sendo que no dia 26 acontecerá além da festa uma cavalgada pela cidade.

A ideia de transformar um sítio em casa de Show aconteceu primeiramente em Fortaleza com a A3 Entretenimento, empresa que faz a produção de várias casas de show e bandas de forró, Localizada entre a cidade do Eusébio/ce e o Aquiraz/ce, há poucos quilômetros da capital cearense. Com o sucesso que foi a ideia da A3 se tornou comum por todo o País festas em sítios pois os espaços são cada vez mais escaços nas cidades e além do mais os sítios podem ser muito bem aproveitados o que proporciona maior liberdade à organização do evento e aos foliões proporciona um conforto e comodidade.

A festa em Piripá terá a qualidade Perna Longa Folia, produção da festa tradicional que já levou grandes atrações como Seu Maxixe à cidade. O sítio, denominado Fazenda Paraíso, do empresário Adriano Bilac, onde ocorrerá a festa, fica localizado apenas alguns quilômetros saindo de Piripá sentido Condeúba, Confira como será a agenda do Evendo:

SABADO (25/05):

  • Trio Kapu de Fúsca
  • Katinguerim dos Teclados
  • Forrozão Flor de Mandacaru

DOMINGO (26/05):

  • Edigar Mão Branca
  • Gilvan da Paraíba
  • Xavan
  • Zé Batista
Além das bandas, no domingo acontecerá uma cavalgada que se inicia às 8:00 Hrs. O preço dos ingressos não foram informados contudo, para mulher, a entrada é grátis.

 

Vem aí a Primeira Conferência Municipal de Educação

DATA: 01.06.2013, horário: das 08.00 às 14.00h.

LOCAL: Quadra Poliesportiva do Alcides Cordeiro

TEMA: O PNE na Articulação do Sistema Nacional de Educação: Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração.

PALESTRANTE PRINCIPALl: Mestra Maura da Silva Miranda

Você é nosso convidado, participe. Uma oportunidade de se discutir problemas educacionais locais.

Comissão Organizadora

COORDENADOR: Prof. Agnério de Sousa.

Quem vai fazer a prova do Enem 2013 sabe muito bem que a mesma é dividida em dois dias, sendo que no segundo dia é onde é aplicado a redação do Enem, e a mesma é a parte mais importante, pois é a que mais conta pontos, por isso que muitos jovens ficam pensando no tema da mesma para poder se preparar, e para ajudar vocês que estão com duvidas sobre esse assunto nós trouxemos na dica de hoje os Possíveis Temas Redação do Enem 2013 fique de olho.

Os temas para redação Enem 2013 pode ser qualquer um, mas é claro que eles não divulgam, mas não é muito difícil adivinhar, basta ficarmos ligados no dia a dia e nas noticias, eles sempre buscam um tema bem discutido e que está em alta na mídia, isso tudo para testar o conhecimento do aluno sobre o mundo atual e sobre os acontecimentos do dia a dia.

Para quem vai fazer a redação do Enem 2013 sempre indicamos que o aluno fique de olho nos jornais, seja pela televisão, o impresso ou mesmo pela internet, porque somente assim para que eles possam ficar de olho nas atualidades, porque é isso que é cobrado na redação, somente atualidades e assuntos importantes sobre o país, que pode ser sobre meio ambiente, politica, economia e muito mais.

 Se você não tem ideia de qual será o tema redação Enem 2013 separamos aqui algumas sugestões, com base nos assuntos atuais deixamos abaixo a nossa lista com os nomes dos Possíveis Temas Redação do Enem 2013 para você dar uma estudada e saber se realmente você sabe dissertar sobre todos esses temas:

  • A construção da Usina de Belo Monte

 • Energia Nuclear e Vulcões

 • Globalização

 • Diretos Humanos

 • Meio Ambiente / Ecossistema / Desmatamento

 Essas são as sugestões de temas redação Enem 2013 que podem ser cobradas, é importante saber dissertar bem sobre esses temas para na hora da prova você saber o que escrever e assim ter uma boa nota para garantir sua bolsa de estudos. Lembrando que você deve ficar antenado nas atualidades para não ser pego de surpresa por um tema que não tem conhecimento, assim ficará muito difícil elaborar uma boa redação.

 

 

A Procuradoria Geral Eleitoral apresentou representação ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na qual pede que a presidente Dilma Rousseff e o Partido dos Trabalhadores sejam multados por propaganda eleitoral antecipada em razão de programas veiculados pelo PT na televisão nos dias 27 e 30 de abril e no dia 2 de maio.

Pela lei, o valor da multa é de R$ 5 mil a R$ 25 mil ou o equivalente ao custo da propaganda. A representação, assinada pela vice-procuradora-geral eleitoral, Sandra Cureau, pede ainda que seja suspenso o direito de propaganda eleitoral ao partido no segundo semestre.Órgão acusa presidente de usar programa para 'promoção pessoal'.

Pedido inclui suspensão de tempo na TV; PT diz que não foi notificado.

O advogado Márcio Silva, que defende o PT, informou que ainda não foi notificado da representação e que só poderá falar sobre o tema após ler o processo. O G1 procurou o Palácio do Planalto, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.

No documento que ainda será analisado pelo TSE, a Procuradoria vê "evidente promoção pessoal" de Dilma com a finalidade de "fortalecer a reeleição".

"[É de] conhecimento público que Dilma Rousseff é notória pré-candidata à reeleição e que a mobilização em torno de sua candidatura tem como um dos seus principais incentivadores o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, que participa das inserções."

Sandra Cureau entendeu que "algumas passagens da transmissão do programa constituem verdadeiro discurso de campanha, divulgando ações da administração como presidente da República".

A vice-procuradora também diz que a "promoção do nome e da imagem da pré-candidata Dilma Rouseff" demonstra "antecipação extemporânea da campanha eleitoral”. Ela aponta que Dilma tinha conhecimento da situação em razão de sua participação no programa.

Para Sandra Cureau, a propaganda partidária deve servir para divulgar as posições dos partidos em relação a temas comunitários e não para promoção pessoal de filiados.

Pela legislação eleitoral, a propaganda eleitoral na televisão só será permitida a partir do dia 5 de julho do ano que vem.