Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Quarta, 18 Setembro 2019
Muito Nublado

17°C

Condeúba

Muito Nublado

Umidade: 90%

Vento: 9 km/h



Público lotou a primeira noite de Festival de Inverno em Vitória da Conquista

Publicado por     |   24 Ago 2019
  |  
Frejat, Dilsinho e Marilia Mendonça abrem o Festival de Inverno 2019
Frejat, Dilsinho e Marilia Mendonça abrem o Festival de Inverno 2019 Foto: Arte/G1

Como já era esperado, em virtude de uma grande com tantos nomes de ‘peso’ e com ritmos ecléticos, o público lotou a primeira noite de evento, na sexta-feira (23).

Quem abriu o Festival foi o cantor Frejat, velho conhecido do FIB.

Com canções da carreira solo e da nova turnê “Tudo se transforma”, Frejat foi de Cazuza a Tim Maia na primeira apresentação da 15ª edição do FIB.

O cantor e compositor subiu ao palco às 21h, horário que o show estava previsto para começar, e apostou em “Puro Êxtase” e “Pense e Dance”, canções da Banda Barão Vermelho, grupo que integrou até 2017.

O segundo a subir ao palco foi o cantor Dilsinho. O show previsto para 22h35 foi iniciado com quase 20 minutos de atraso. Vestido com calça preta, camiseta, um casaco, além de uma touca, o artista escolheu as canções “Me Belisca”, que faz parte do novo álbum, Terra do Nunca, e “Refém”, uma das músicas de maior sucesso.

Já que o assunto é pagode, Dilsinho contou com a ajuda dos backing vocals da banda para relembrar três grandes sucessos do gênero. Primeiro, “É tarde demais”, de Raça Negra, em seguida, “Depois do Prazer”, de Só para Contrariar, e finalizou o flash back “Tô te filmando”, dos Travessos.

Quem fechou a noite foi a futura mamãe, Marília Mendonça, com certeza a atração mais esperada da noite para muitos. A cantora iniciou o show à 0h40, meia hora depois do início previsto. A abertura da apresentação ficou por conta de “Ciumeira”, um dos grandes sucessos da artista. Na sequência, prometeu diversão de sobra.

Logo no início do show, o público vibrou quando ela cantou “Infiel” e “Amante Não Tem Lar”, músicas que fazem parte dos álbuns iniciais da carreira, entre 2014 e 2017. Nas primeiras notas, a galera do FIB já soltava a voz e cantava tudo.

Para agradecer ao público, a cantora não economizou. Foi música atrás de música, sem parar. “Love a queima roupa”, “Amigo emprestado”, “Bem Pior Que Eu”, completou a sequência.

FONTE: G1

Gabrielle S Valentin

Bacharelanda em Direito pela Faculdade Estácio de Sá, Consultora da UNESCO (braço da ONU voltado para a educação) e empreendedora. Gosta de escrever e desenvolver atividades ligadas ao jornalismo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.