Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Terça, 20 Novembro 2018
31°C

Condeúba

Ensolarado Humidade: 35%
Vento: ENE16.09 km/h

Bahia Notícias

O presidente Michel Temer disse nesta terça-feira (14) que o governo federal não é "idiota" de tirar direitos trabalhistas, além de acabar com a saúde e a educação. Ele reclamou de como algumas propostas do Planalto foram divulgadas e afirmou que os entendimentos divergentes criam problemas para a sua gestão.

“Convenhamos, é muito desagradável imaginar que um governo seja tão, se me permite a expressão forte, tão estupidificado; tão idiota que chegue ao poder para restringir direito de trabalhadores e acabar com a saúde e a educação. Isso vai pegando e passando de um para outro com o poder extraordinário das redes sociais”, afirmou Temer em cerimônia de assinatura de portarias para investimento de R$ 1 bilhão em saúde.

Ele citou o mal-entendido envolvendo a declaração do ministro Ronaldo Nogueira sobre a carga horária diária de até 12 horas de trabalho e disse que é preciso "combater" esse tipo de divulgação, por dividir o país. "Quem sabe o trabalhador passe a trabalhar apenas quatro dias por semana e folgar três dias. Ou se quiser, pode trabalhar esses outros dias da maneira como bem entenda”, explicou.

Direto do G1

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou nesta quarta-feira (14) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a mulher dele Marisa Letícia e mais seis pessoas no âmbito da Operação Lava Jato. Os procuradores farão uma coletiva nesta tarde para detalhar a denúncia.

Veja quem foi denunciado
Lula
Marisa Letícia
Léo Pinheiro
Paulo Gordilho
Paulo Okamotto
Agenor Franklin Magalhães Medeiros
Fábio Hori Yonamine
Roberto Moreira Ferreira

Indiciamento
Em agosto deste ano, a Polícia Federal (PF) indiciou ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a mulher dele, Marisa Letícia, e mais três pessoas por crimes como corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro.

s cinco foram investigados por supostas irregularidades na aquisição e na reforma de um apartamento tríplex do Edifício Solaris, no Guarujá, no litoral de São Paulo, e no depósito de bens do ex-presidente.

De acordo com o indiciamento, a OAS pagou por cinco anos (entre 2011 e 2016) R$ 21,5 mil mensais para que bens do ex-presidente ficassem guardados em depósito da empresa Granero.
Os pagamentos totalizam, conforme citado pelo delegado, R$ 1,3 milhão. De acordo com a Polícia Federal, o montante corresponde a vantagens indevidas pagas pela Construtora OAS em benefício de Lula.

Na ocasião, o advogado do ex-presidente da ex-primeira-dama, Cristiano Zanin Martins, afirmou que as conclusões do relatório da Polícia Federal "tem caráter e conotação políticos e é, de fato, peça de ficção".

Bahia Notícias

Os investigadores da Operação Lava Jato devem anunciar a primeira denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na tarde desta quarta-feira (14), em entrevista coletiva. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, a força-tarefa tenta concluir pelo menos uma denúncia contra o petista, inclusive, os trabalho entraram pela noite desta terça-feira (13). A acusação mais adiantada é sobre o tríplex de Guarujá reservado à família de Lula e reformado pela OAS, mas dispensado pelo ex-presidente depois de a imprensa passar a falar sobre o imóvel. As obras no sítio em Atibaia, frequentado pela família de Lula, também são investigadas. De acordo com a investigação, as reformas configuram vantagens indevidas ao petista, recebidas de empresas envolvidas no petrolão. Um laudo da Polícia Federal apontou indícios de que Lula e sua esposa, Marisa Letícia, orientaram reformas no sítio. Oitivas e apurações também corroboraram com as suspeitas de que o ex-presidente era o proprietário do sítio no interior paulista, o que Lula nega, de acordo com a força-tarefa.

A categoria bancária entra em greve a partir desta terça-feira (6), é o que informa o Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista. A decisão foi tomada em assembleia, na última quinta-feira (1º). A paralisação é nacional para os bancos privados e público, por tempo indeterminado.

Ainda de acordo com a categoria, nesta segunda (5), acontece a assembleia que tem como objetivo a organização da paralisação. A reunião será às 18 horas, na sede do Sindicato, que fica localizado na rua Dois de Julho, nº 122, no Centro de Vitória da Conquista.

Segundo o Sindicato, depois de quatro rodadas de negociação, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) não atendeu as reivindicações da categoria e apresentou uma proposta rebaixada de 6,5% de reajuste, mais abono de R$ 3 mil. A proposta não contempla as reivindicações de emprego, igualdade de oportunidades, saúde e condições de trabalho, e não repõe a inflação do período, projetada para 9,57% (em agosto).

Entre as principais reivindicações da Campanha Salarial 2016 estão: reajuste de 14,78%, piso salarial no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$3.940,24 em junho), PLR de três salários mais R$ 8.317,90, combate ao assédio moral, fim da terceirização, fim das demissões, mais contratações, segurança, defesa das empresas públicas e dos direitos da classe trabalhadora.

Em 2015, durante a Campanha Salarial, os bancários realizaram uma greve de 21 dias.

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta segunda-feira (5), uma operação que apura irregularidades em quatro dos maiores fundos de pensão do país, todos ligados a estatais. São cumpridos 106 mandados de busca e apreensão, 34 mandados de condução coercitiva e 7 mandados de prisão temporária em oito estados e no Distrito Federal.  Os alvos são 74 pessoas físicas e 38 jurídicas. Segundo informações do Jornal da Manhã, da TV Bahia, há viaturas da PF em ao frente ao condomínio Iate Privilege, na Ladeira da Barra, em Salvador, para o cumprimento de mandado de busca e apreensão e uma condução coercitiva. No município de Ilhéus, no sul do estado, também é cumprido um mandado de busca e apreensão.

Além de Léo Pinheiro, outro envolvido na Operação Lava Jato foi alvo no contexto da Operação: o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, condenado em maio a 9 anos de prisão.

Os focos da operação “Greenfield” são o Funcef (fundo de pensão de funcionários da Caixa), a Petros (de trabalhadores da Petrobras), a Previ (de funcionários do Banco do Brasil) e o Postalis (de trabalhadores dos Correios). A operação da PF conta com auxílio do Ministério Público Federal (MPF), a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

“A decisão judicial ainda determinou o sequestro de bens e o bloqueio de ativos e de recursos em contas bancárias de 103 pessoas físicas e jurídicas, alvos da operação, no valor aproximado de R$ 8 bilhões”, informou a Polícia Federal. Conforme a corporação, as investigações foram motivadas após a revelação da causa de déficits bilionários de fundos do tipo.

Os investigadores observaram a configuração de núcleos criminosos: o empresarial, o dirigente de fundos de pensão, o núcleo de empresas avaliadoras de ativos e o núcleo de gestores e administradores dos fundos de investimentos em participações. De acordo com a PF, os investigados podem ser indiciados por gestão temerária ou fraudulenta. Também podem responder por crimes contra o Sistema Financeiro Nacional. Ao todo, participaram da operação iniciada pela manhã cerca de 560 policiais federais, 12 inspetores da CVM, quatro procuradores federais da CVM, oito auditores da Previc e sete procuradores da República.

Fundos de pensão – Um fundo de pensão é uma entidade sem fim lucrativo criada para proporcionar a renda de aposentadoria de trabalhadores de determinada carreira. Ela gere o patrimônio de contribuição de participantes. Os primeiros fundos do tipo surgiram na década de 1960. A suspeita de irregularidades nessas entidades motivou a criação de uma CPI na Câmara, em agosto de 2015. O relatório final sugeriu ao Ministério Público o indiciamento de 353 envolvidos (entre pessoas e instituições), apontadas como responsáveis por um prejuízo de R$ 6,6 bilhões a quatro fundos de pensão.

Greenfield – O nome da operação faz alusão a investimentos que envolvem projetos incipientes (iniciantes, em construção), ainda no papel, como se diz no jargão dos negócios. No sistema financeiro, o contrário de investimentos Greenfield é o Brownfield. Nesse tipo, os recursos são aportados em um empreendimento/empresa já em operação.

Veja onde são cumpridos os mandados: 

DF: 20 mandados de busca e apreensão, 6 conduções coercitivas e 5 mandados de prisão temporária

São Paulo:
São Paulo – 44 mandados de busca e apreensão, 17 conduções coercitivas e 1 prisão temporária
Campinas – um mandado de busca e apreensão e um de condução coercitiva;
Santos – um mandado de busca e apreensão

Rio de Janeiro:
Rio de Janeiro – 28 mandados de busca e apreensão, 7 conduções coercitivas e 1 prisão temporária
Niterói: três mandados de busca e apreensão e um de condução coercitiva

Espírito Santo:
Vila Velha – um mandado de busca e apreensão e um prisão temporária

Bahia:
Salvador – um mandado de busca e apreensão e um condução coercitiva
Ilhéus – um mandado de busca e apreensão

Paraná:
Curitiba – um mandado de busca e apreensão;

Rio Grande do Sul:
Porto Alegre – dois mandados de busca e apreensão e um condução coercitiva

Santa Catarina:
Florianópolis – três mandados de busca e apreensão, um de condução coercitiva e um mandado de prisão temporária

Amazonas
Manaus – dois mandados de busca e apreensão

Segundo a Polícia Federal, o número de mandados (de busca e apreensão, condução coercitiva e prisão) é diferente do numero total de alvos porque parte deles tiveram medidas cumpridas em mais de um endereço.

Na noite desta segunda-feira (29), Fátima Bernardes, 53 anos, e William Bonner, 52 anos, anunciaram em suas contas do Twitter que estão se separando. "Em respeito aos amigos e fãs que conquistamos nos últimos 26 anos, decidimos comunicar que estamos nos separando. Continuamos amigos, admiradores do trabalho um do outro e pais orgulhosos de três jovens incríveis. É tudo o que temos a declarar sobre o assunto. Agradecemos a compreensão, o carinho e o respeito de sempre", escreveram os apresentadores em seus respectivos perfis nas redes sociais.

Companheiros de bancada durante 13 anos no principal telejornal do país, os dois são pais dos trigêmeos Vinícius, Laura e Beatriz, 18.
Nascida no Rio de Janeiro, Fátima entrou na emissora em 1987. Dois anos depois, passou a dividir bancada com Bonner no "Jornal da Globo". Após passagens pelo "Fantástico", "RJTV" e "Jornal Hoje", virou âncora do "Jornal Nacional" em 1998. Ela ficou até 2011 no jornalístico, ao lado do marido. Em 2012, passou a apresentar o "Encontro".

Bonner nasceu em Ribeirão Preto, no interior paulista, e começou a carreira na Bandeirantes. Em 1986 entrou para a Globo como editor e apresentador do "SPTV". Passou pelo "Jornal Hoje", "Fantástico" e "Jornal da Globo" e assumiu a bancada do "Jornal Nacional" em 1996, onde continua até hoje. A partir de 1999, passou a acumular também a função de editor-chefe.

Eles se casaram em 1990 e enfrentaram uma batalha para conseguir ter filhos. Com dificuldades para engravidar, a jornalista recorreu a uma inseminação artificial e conseguiu engravidar aos 33 anos. Os trigêmeos passaram os primeiros 25 dias de vida na UTI neonatal.

Do Bocão News

Desde o início do primeiro semestre deste ano de 2016, quando iniciou as negociações para fazer sua delação premiada na operação Lava Jato, o empreiteiro baiano Marcelo Odebrecht acumula pelo menos R$ 23,9 milhões em bens bloqueados.

Entre os bens listados pelo juiz federal Sérgio Moro, está uma casa avaliada em R$ 8,6 milhões em São Paulo, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo. Ex-presidente da Odebrecht, o empresário foi preso na fase Erga Omnes em 19 de junho de 2015.

Ao despachar sobre o confisco de bens de Odebrecht, o juiz Moro classificou o empreiteiro como ‘o principal responsável pelo pagamento das propinas’ na empresa. O magistrado afirmou, naquela ocasião, que ‘o patrimônio do condenado Marcelo Bahia Odebrecht, como um dos responsáveis pelos crimes, está sujeito à constrição para reparação do dano’.

Um homem e a dele filha de 13 anos foram baleados na noite de quarta-feira (17), em Jequié, no Sudoeste Baiano. Informações preliminares da Polícia Civil apontam que o caso foi uma tentativa de homicídio.

A polícia não informou a motivação dos disparos, nem sobre os autores do crime. Ainda de acordo com a polícia, as vítimas estavam em um carro quando um homem em uma moto se aproximou do veículo e disparou contra elas. Uma mulher e outra criança também estavam no carro e ficaram feridas com os estilhaços dos vidros do veículo. Não há detalhes se as outras duas pessoas que acompanhavam as vítimas no carro são parentes delas.

De acordo com o G1, pai e filha foram socorridos para o Hospital Prado Valadares, em Jequié, mas não há informações do estado de saúde deles. O caso está sendo investigado na delegacia de Jequié.

*As informações são do Blog do Anderson