Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Domingo, 25 Agosto 2019
Muito Nublado

17°C

Condeúba

Muito Nublado

Umidade: 80%

Vento: 10 km/h

Bahia Notícias
Agentes da Polícia Federal cumprem mandados de nova fase da Operação Lava Jato na manhã desta terça-feira (28). De acordo com informações, há um mandado de prisão a ser cumprido no Rio de Janeiro.

Os mandados foram expedidos pelo juiz Sergio Moro. A ação ocorre uma semana depois de a PF cumprir mandados envolvendo políticos com foro privilegiado, após autorização do ministro relator da operação no Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin. Essa é a 39ª fase da Operação Lava Jato.

Um crime bárbaro chocou a cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul. Uma menina de quatro anos foi morta pela mãe com uma facada no coração, no domingo (26).

De acordo com o delegado Valeriano Garcia Neto, da Delegacia de Homicídios de Canoas, o pai havia saído de casa pela manhã e, quando retornou, encontrou a filha morta com uma faca no peito. A mãe, identificada como Neila dos Santos Fagundes, de 30 anos, foi detida em flagrante e, segundo a polícia, não teria mostrado arrependimento.

Segundo o Uol, a mãe ambém foi conduzida à instituição de saúde, onde permaneceu sob cuidados médicos e escolta de policiais militares até a noite deste domingo. Os motivos do crime ainda não foram esclarecidos.

Do G1
Um assalto a um ônibus da linha Alcântara- Niterói tem passageiros reféns na manhã desta terça-feira (21), na BR101, na subida da ponte Rio-Niterói, sentido Rio. Viaturas da Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar estão no local. Desde as 8h50, suspeitos fazem os passageiros de reféns e policiais militares e agentes da Polícia Rodoviária Federal tentam uma negociação.

Às 9h50, o criminoso se entregou às autoridades, de acordo com a PRF. Ele era o único criminoso que mantinha os passageiros reféns. Às 9h09, o acesso à Ponte pela Av. do Contorno foi interditado por conta da ocorrência.

Às 9h29, policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) se deslocavam para o local. Uma mulher passou mal e foi liberada pelos criminosos. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, além dela, outras duas pessoas tinham sido liberadas até as 9h30.

Bahia Notícias
A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (21) uma nova fase da Lava Jato, desta vez envolvendo políticos com foro. Segundo informações do Bom dia Brasil, da TV Globo, há mandados judiciais emitidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF), corte responsável por casos envolvendo pessoas com foro privilegiado.

Há uma operação em curso também em Salvador na manhã desta terça: equipes da PF foram vistas em um edifício do Condomínio Reserva Albalonga, no Horto Florestal. Segundo a superintendência regional da PF, os dois mandados cumpridos na capital baiana são referentes a uma operação autorizada pelo STF, mas ainda não há mais detalhes sobre a ação.

Ainda não há confirmação se o cumprimento de mandados em Salvador tem relação com a 39ª fase da Lava Jato.

Bocão News
Nesta terça-feira (21), a Polícia Federal deflagrou uma operação para desarticular uma organização criminosa especializada em fraudes contra o sistema bancário na internet e crimes cibernéticos. São cumpridos 37 mandados judiciais em Goiás, além dos estados do Pará, Tocantins, Santa Catarina e no Distrito Federal. A estimativa é que o esquema tenha causado prejuízo de mais de R$ 2,5 milhões.

De acordo com a PF, essa é a segunda fase da Operação Darkode. A primeira ocorreu em julho de 2015, cujos alvos eram hackers que se comunicavam por intermédio de um site denominado Darkode. Na época, dois homens suspeitos de participar de um esquema de fraudes internacionais pela internet foram presos em Goiânia.

Cerca de 100 policiais federais cumprem os 37 mandados judiciais, sendo quatro mandados de prisão preventiva, 15 mandados de prisão temporária e 18 mandados de busca e apreensão em residências e em empresas vinculadas ao grupo investigado, com o objetivo de colher provas contra outros integrantes e beneficiários da organização, bem como identificar e apreender bens adquiridos ilicitamente. As diligências são realizadas nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis e Senador Canedo, além do Pará, Tocantins, Santa Catarina e Distrito Federal.

A PF detalha que a organização criminosa cometia fraudes contra o sistema bancário por meio da internet. O homem apontado como líder da organização, cujo nome não foi revelado, cumpre pena no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, imposta por sentença condenatória da 11ª Vara Federal de Goiânia em decorrência da prática de crime cibernético.

Ainda segundo a PF, o nome da operação faz alusão ao fórum internacional intitulado Darkode, criado em 2007, com o propósito de reunir os maiores e os mais especializados hackers e criminosos cibernéticos em um único ambiente virtual.

Bahia Notícias
A Polícia Federal cumpre na manhã desta sexta-feira (17) 311 mandados judiciais em sete estados, pela operação Carne Fraca, apura o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária, Abastecimento (Mapa) em esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos. Segundo informações da Polícia Federal, algumas das maiores empresas do país são alvos da apuração.

A investigação aponta que os fiscais pediam propina para empresários; estes cediam, mas em contrapartida, chegavam a obter a prerrogativa de indicar quem faria a fiscalização nas empresas. Os mandados serão em São Paulo, Distrito Federal, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Goiás. Ao todo, 1,1 mil policiais participam da ação. Do total de mandados, 26 são de prisão preventiva, 11 de prisão temporária e 79 de conduções coercitivas, além de 195 mandados são de busca e apreensão.

Também há ordem judicial para o bloqueio determinou o bloqueio de bens de todos os investigados no caso, somando R$ 1 bilhão. A nome da operação, Carne Fraca, faz menção à expressão popular, como uma forma de indicar a má qualidade dos alimentos vendidos por essas empresas.

Bocão News

Um sub-tenente da Polícia Militar, identificado como Cláudio Guimarães Müller de Azevedo, matou a mulher, Catarina, o filho, Lucas, e depois tirou a própria vida nesta quarta-feira (15), no bairro da Pituba, em Salvador. A família morava em um apartamento na Rua Clara Nunes, no Edifício Arpoador, Loteamento Aquarius.

De acordo com a Central de Polícia (Centel), um vizinho ouviu barulho de tiros na madrugada. Pela manhã, os moradores tentaram falar com a família, mas como as ligações não foram atendidas, a polícia foi acionada. No apartamento, foram encontrados os corpos. Viaturas das polícias Militar e Civil, além de uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) estiveram no local atendendo à ocorrência.

Por meio de nota enviada ao Bocão News, a Polícia Militar da Bahia lamenta a morte do subtenente que era lotado na 35ª CIPM e há 18 anos integrava as fileiras da corporação. Além disso, informa que a causa das mortes será investigada pela Polícia Civil.

Do G1
O exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 será realizado em dois domingos consecutivos: 5 e 12 de novembro. No ano passado, a prova foi aplicada em um fim de semana (sábado e domingo, 5 e 6 de novembro). A modificação integra uma lista de novidades divulgadas pelo Ministério da Educação (MEC) nesta quinta-feira (9).

As demais mudanças foram:

  • Primeiro domingo terá linguagens, ciências humanas e redação, com cinco horas e meia de prova; no segundo, matemática e ciências da natureza, com quatro horas e meia de prova
  • Cadernos de prova serão personalizados, com nome e número de inscrição na capa e cartão de respostas
  • Passam a ser isentos da taxa de inscrição também aqueles que tiverem cadastro no CadÚnico (que reúne famílias de baixa renda)
  • Não serão divulgados dados do Enem por escola
  • Isentos do pagamento da inscrição que não comparecem perdem direito ao benefício no ano seguinte se a ausência não for justificada
  • Enem não valerá como certificado do ensino médio
  • Solicitação de tempo adicional para atendimento especial deve ser solicitada na inscrição
  • MEC diz que estudantes recusaram, em consulta pública, possibilidade de fazer a prova no computador

A decisão de alterar o esquema de datas do Enem foi tomada após a realização da consulta pública sobre o exame, entre os dias 18 de janeiro e 17 de fevereiro. Dos mais de 600 mil participantes, 63,70% votaram que o Enem deveria ocorrer em dois dias e 36,30% opinaram que deveria ser aplicado em um dia só.

Em seguida, aqueles que participaram da consulta pública tiveram de responder à seguinte questão: “Caso o exame continue sendo aplicado em dois dias, qual formato deverá ser realizado?”. A maior parte (42,30%) optou que ele ocorresse em dois domingos seguidos – por isso, o MEC implementou a mudança.

Em segundo lugar, ficou a opção de um domingo e uma segunda-feira (que se tornaria feriado escolar), votada por 34,10% dos participantes. Por último, restou a alternativa de manter-se o esquema até então vigente, de sábado e domingo, com 23,60% dos votos.

Inscrições
As inscrições para o Enem 2017 ficarão abertas entre os dias 8 e 19 de maio de 2017. O edital com mais informações sobre o exame será publicado até o dia 10 de abril, segundo o MEC.