Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Segunda, 10 Dezembro 2018
17°C

Condeúba

Nublado Humidade: 98%
Vento: SE9.66 km/h


Veja os países em que a Odebrecht ajudou políticos em troca de licitações

Publicado por     |   15 Fev 2017
  |  

Desde que o Departamento de Justiça dos EUA revelou que o Grupo Odebrecht pagou US$ 1 bilhão (R$ 3,1 bilhões) a políticos de diferentes países, em dezembro, os casos de corrupção têm provocado uma tempestade sobre a reputação de diversos governantes, segundo o jornal Folha.

De acordo com a publicação, o dinheiro foi enviado como doações de campanha ou propina direta para os políticos, em troca de contratos de construções, principalmente em infraestrutura. Depois do escândalo, alguns deles passaram a impedir a participação da empreiteira brasileira em obras públicas.

Veja abaixo a lista:

VENEZUELA
Propina paga: US$ 98 milhões
Quando: 2006 a 2015
Ganhos: não informados. Nicolás Maduro ordenou que obras continuassem com "força local"

PANAMÁ
Quando: 2010 a 2014
O presidente Juan Carlos Varela e dois filhos do ex-líder Ricardo Martinelli foram acusados de receber repasses da empreiteira, que foi proibida de participar de novas licitações

COLÔMBIA
Quando: 2009 a 2014
O presidente Juan Manuel Santos é acusado de receber US$ 1 milhão em doações de campanha

PERU
Quando: 2005 a 2014
Justiça ordena prisão do ex-presidente Alejandro Toledo, acusado de receber US$ 20 milhões em propina; governo disse que empresa deveria sair do país

ARGENTINA
Quando: 2007 a 2014
Justiça investiga se Gustavo Arribas, chefe de espionagem e aliado do presidente Mauricio Macri, recebeu propina de US$ 600 mil da empreiteira

BRASIL
Quando: 2003 a 2016
77 executivos da empreiteira assinaram acordo de delação que cita envolvimento de lideranças dos principais partidos políticos

EQUADOR
Quando: 2007 a 2016
Suspeita de envolvimento de funcionários do presidente Rafael Correa abala a candidatura do governista Lenin Moreno; Odebrecht foi proibida de participar de licitações

REPÚBLICA DOMINICANA
Quando: 2001 a 2014

GUATEMALA
Quando: 2013 a 2015

MÉXICO
Quando: 2010 a 2014

MOÇAMBIQUE
Propina paga: US$ 900 mil
Quando: 2011 a 2014 Odebrecht pagou US$ 900 mil em propinas

ANGOLA
Quando: 2006 a 2013

EL SALVADOR
Propina paga: US$ 5,3 milhões
Quando: 2008
Ganhos: não informados
Odebrecht diz ter repassado caixa dois, intermediado pelo PT, à campanha do ex-presidente Mauricio Funes

CUBA
Quando: 2010
Polícia Federal investiga se a Odebrecht pagou propina para se beneficiar de verba do BNDES na construção do Porto de Mariel

OUTROS CASOS

Chile: OAS é acusada de beneficiar as campanhas da presidente Michelle Bachelet e do candidato Marco Enríquez-Ominami, em 2013
Peru: Camargo Corrêa teria pagado propina para participar da licitação da rodovia Interoceânica, entre 2005 e 2011

Micael B Silveira

Engenheiro de Controle e Automação, Empreendedor, Jornalista nas horas vagas e apaixonado por sua terra natal: Condeúba.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.