Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Quarta, 19 Junho 2019
Ensolarado

27°C

Condeúba

Ensolarado

Umidade: 30%

Vento: 6 km/h



Eleições 2020: Oposição em Condeúba poderá ter 3 candidatos a prefeito

Publicado por     |   01 Abr 2019
  |  

Falta pouco mais de um ano e meio para as eleições municipais de 2020 mas, as peças do cenário político já começam a se movimentar em Condeúba. Os últimos fatos do cenário político local apontam o que pode vir acontecer no pleito de 2020.

De um lado, o grupo de situação encontra-se num cenário favorável, mantendo a unidade do grupo e com opções de nomes para sua sucessão, caso o Prefeito Silvan não opte pela reeleição. Além do próprio nome de Silvan, o grupo de situação terá folga para montar a sua chapa com nomes de grande apreciação popular na lista de opções.

Já na oposição ao governo, o cenário não é tão amigável assim e poderá apresentar até três chapas para a disputa, caso não sejam acalmados os ânimos, desafio que caberá ao ex prefeito Guto. Segundo informações de membros de partidos que compõe a oposição, apesar de ser a liderança natural dos partidos oposicionistas, o nome do ex prefeito não é mais consenso entre as agremiações partidárias e encontrará dificuldades para figurar como cabeça de chapa.

Um dos partidos que apresenta resistência ao nome de Guto e que já até anunciou que apresentaria um pré-candidato é o PCdoB. Após uma reunião do diretório municipal em maio de 2018, foi anunciado no site de um dos seus membros que o reduto comunista do município estava em busca de um nome para representar a agremiação em 2020.

Com dois vereadores eleitos (Adailton e José Reis) e com o apoio do deputado estadual Fabrício Falcão, que também já manifestou interesse em uma candidatura própria do PCdoB em Condeúba, o partido poderá reunir condições de disputa para o próximo pleito municipal. Um dos sinais claros que o partido não está disposto a seguir as orientações políticas de Guto foi a votação para presidência da câmara em dezembro, quando Adailton e Zé Reis, os dois vereadores eleitos pelo partido, votaram contra a candidata do prefeito Guto, a petista Conceição, elegendo assim Maurilo Guilherme.

Inclusive, essa votação que culminou na vitória de Maurilo à presidente da câmara poderá representar um outro racha dentro do grupo oposicionista. O vereador Carlito José, ficou irritado ao conseguir apenas o seu próprio voto e da sua candidata a presidência, Conceição, e chegou a anunciar para alguns colegas de legislativo que não compartilharia o mesmo grupo político com o presidente eleito Maurilo Guilherme e o ex presidente da casa, Silvano Santos, e a escolha caberia a Guto. Ao final dessa votação polêmica, Carlito chegou a fazer um desabafo na sua rede social onde insinuou a adesão do vereador Maurilo Guilherme e de Silvano Santos à base do prefeito Silvan, informação que logo após foi negada pelos edis.

Mas não parou por ai. Carlito continuou a mostrar sua insatisfação nas redes sociais quanto aos posicionamentos políticos do ex-presidente Silvano e fez outra publicação na sua rede social, onde acusou o vereador de fazer uma manobra na câmara municipal para favorecer os interesses da gestão de Silvan e indagou os internautas se haveria alguma dúvida do alinhamento de Silvano com o Prefeito Silvan.

Após toda essa polêmica causada pelo vereador Carlito, o prefeito Guto anunciou via entrevista ao Blog do Anderson que Silvano Santos poderá ser de fato o nome da sua escolha para a vaga de vice em uma possível candidatura sua a prefeito. Nesse cenário, se edil Carlito mantiver seu posicionamento anunciado publicamente, deverá retirar o apoio a Guto e seguir um novo caminho, que poderia ser o lançamento de uma chapa própria ou até mesmo colocar seu apoio em favor da candidatura desenhada pelo PCdoB. 

As consequências da derrota de Conceição na eleição da câmara para o seu colega de partido, Maurilo Guilherme, refletiu também dentro do próprio PT Municipal, gerando uma divisão interna. A Presidente da sigla no município, Ângela Cruz, se irritou com o resultado, abandonou a presidência e pediu a sua desfiliação da agremiação. Nesse cenário, deu-se início a duas correntes dentro do PT, uma que apoia a candidatura do prefeito Guto e uma outra que defende o nome de Ângela Cruz como cabeça de chapa.

O cenário é desafiador para a oposição e a unidade política para a disputa de 2020 parece algo ainda um tanto distante. Espera-se agora que o prefeito Guto consiga acalmar os ânimos do vereador Carlito para mantê-lo no mesmo grupo que Maurilo e Silvano; que possa convencer o PCdoB à retirar sua candidatura e o apoiá-lo como cabeça de chapa ; e que também consiga convencer a corrente contrária à seu nome dentro do seu próprio partido. Caso contrário, mais de uma candidatura a prefeito poderá surgir dentro dos partidos oposicionistas.

Micael B Silveira

Engenheiro de Controle e Automação, Empreendedor, Jornalista nas horas vagas e apaixonado por sua terra natal: Condeúba.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.