Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Domingo, 09 Dezembro 2018
18°C

Condeúba

Nublado Humidade: 98%
Vento: ESE16.09 km/h
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 42

O vice-governador, que também é Secretário de Infraestrutura, Otto Alencar, esteve na cidade de Itapetinga durante a 43ª Exposição Agropecuária acompanhado de diversas autoridades, dentre elas destacamos  o presidente do Sindicato Rural de Itapetinga, Sr. Adriano  Alcântara, Deputados, prefeitos e prefeitas da região, Vereadores, Secretários municipais e a presença do ilustre amigo e empresário, Adriano Bilac. Na oportunidade, o vice governador, Otto Alencar,  declarou total apoio ao empresário Adriano Bilac, nas próximas eleições para prefeito. Reconhecendo o potencial que o empresário tem na região de Piripá, o vice governador não mediu esforços para apoiar o então futuro candidato e nome fortíssimo daquele município.


Para, Adriano Bilac, ” São inúmeras as razões para que isto aconteça. Antes de tudo, pelo sucesso da gestão atual, com Jacques Wagner e Otto Alencar formando uma dupla de governantes que vem transformando o perfil econômico e social do Estado da Bahia. Algo somente possível em virtude de uma simbiose política baseada na confiança mútua e na profunda experiência desses dois quadros políticos.” Conclui o empresário de sucesso, Adriano Bilac.


Paulo Magalhães, em seu quarto mandato, também esteve na comitiva do vice governador em Itapetinga e se diz muito satisfeito com o nome do empresário e amigo, Adriano Bilac nas próximas eleições. Quando começou a sua entrevista para o g4tv, o deputado federal  Paulo Magalhães, cumprimentou o empresário Adriano Bilac, a quem fez questão de chamar de amigo e com absoluta certeza estaremos apoiando.

O vice-governador Otto Alencar é nome visto como certo na chapa majoritária governista em 2014. O que não está definido é se será candidato ao Senado ou à sucessão do governador Jaques Wagner.

Pelos discursos, durante passagem de Otto pelo município de Itapetinga, na 43ª Exposição Agropecuária, o destino do vice-governador está “definido”: a disputa por uma vaga no Senado Federal.

Fonte: G4TV

 

Na próxima sexta-feira (24) o atual vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal, Geddel Vieira Lima, deverá ser escolhido como novo presidente do PMDB na Bahia.

Lideranças do partido estarão reunidos para a convenção estadual da agremiação, no Centro de Cultura da Câmara Municipal de Salvador, a partir das 9h.

“Está caminhando para o nome ser o de Geddel”, revelou o atual presidente da legenda no estado, o deputado federal Lúcio Vieira Lima, em entrevista ao Bahia Notícias.

 

Fonte: Blog da Resenha Geral

Uma aeronave que tinha como passageiro o pré-candidato ao governo do Estado nas eleições de 2014, Luiz Caetano (PT), desrespeitou a interdição estabelecida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e aterrissou no Aeroporto Vicente Grillo, em Jequié, neste sábado (18).

Segundo informações do site local Jequié Repórter, o veículo, pertencente a uma empresa de taxi aéreo com sede em Salvador, levava o petista a um encontro regional da legenda realizado na cidade.

Após descer do avião, Caetano, que também é ex-prefeito de Camaçari e ex-presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), teria embarcado em um carro que o esperava e ido ao encontro do secretário estadual de Planejamento, Sérgio Gabrielli, e do senador Walter Pinheiro.

Fonte: Bahia Noticias

Neste sábado (18) o PSDB realizou a sua convenção nacional, reunindo milhares de militantes ‘tucanos’ em Brasília.

Como já era de esperar, o senador Aécio Neves (MG) foi eleito com 97,3% e assume a presidência nacional do partido, ganhando musculatura e visando a sua pré-candidatura a presidente da República.

Aécio obteve 521 dos 535 votos dos delegados eleitos para escolher o sucessor do deputado federal Sérgio Guerra (PE) no comando do partido. O presidente do PSDB tem como função liderar as ações da sigla em época de eleição, administrar divergências internas e articular alianças nacionais e regionais.
Foto: George Gianni

Fonte: Blog Resenha Geral

A origem do boato ocorrido neste sábado (18) de que o programa do governo Federal Bolsa Família seria extinto será investigada pela PF (Polícia Federal). A falsa informação causou correria, confusão e tumulto em Estados do Nordeste no fim da tarde de ontem e levou beneficiários a tentar sacar o dinheiro em casas lotéricas e terminais de autoatendimento da CEF (Caixa Econômica Federal). A investigação policial foi determinada pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

Para tranquilizar os beneficiários, o MDS (Ministério do Desenvolvimento Social) e a CEF divulgaram notas negando a informação e reforçando que o programa continua ativo, sem qualquer alteração. "Não há qualquer veracidade nos boatos relativos à suspensão ou interrupção dos pagamentos do Programa Bolsa Família", disse em nota o MDS. A CEF também reforçou a que a informação se tratava de boato e destacou que "o pagamento do Bolsa Família ocorre normalmente de acordo com calendário estipulado pelo governo Federal."

A quantidade de pessoas tentando sacar o benefício causou tumultos em shoppings que têm agências da CEF e lotéricas. Ao menos nove terminais de autoatendimento foram depredados no Maranhão por conta do boato, que começou no boca a boca e caiu na internet. Também há relatos de tumultos nos Estados da Bahia, Alagoas, Piauí e Paraíba.

De acordo com o governo Federal, foram registradas ocorrências no Amazonas e Rio de Janeiro.
Maranhão

Beneficiários que tentaram sacar dinheiro em agências da CEF no Maranhão e não conseguiram porque os terminais de autoatendimento estavam sem dinheiro ficaram revoltados e depredaram nove terminais, de acordo com a superintendência da Caixa no Estado.

Segundo o superintendente da CEF no Estado, Hélio Duranti, foram registradas ocorrências de depredações em São Luís, nas agências localizadas na Cohab, na avenida Gonçalves Dias, na praça Deodoro e nos bairros São Francisco e Renascença, além de agências do banco em Santa Rita (80km de São Luís) e Barreirinhas (323km de São Luís).

Os boatos no Estado começaram após a ocorrência de um atraso no cronograma do pagamento do Bolsa Família deste mês de maio, de acordo com a CEF. O banco afirma que há dinheiro para os saques, mas que devido à alta demanda os terminais de autoatendimento ficaram sem dinheiro.
Alagoas

A promotora do MP (Ministério Público Estadual) de Alagoas, Marluce Falcão, estava no shopping Pátio Maceió e quando viu o tumulto na casa lotérica ficou assustada. Falcão é responsável pela fiscalização do Bolsa Família no MP e tentou explicar à multidão que a informação era inverídica.

"A história não procede. Conversei com algumas pessoas, mas é muita gente e não tem como controlar esse tumulto. Pedi à administração do shopping que reforçasse a segurança e acionasse a polícia porque ninguém consegue entrar ou sair daqui e a cada minuto chega mais gente", disse ela, temendo que se "todos os beneficiários de Maceió forem às agências bancárias e lotéricas será uma confusão descontrolada".

A empregada doméstica Jane Cabral, 39, foi uma das beneficiárias do Bolsa Família de Alagoas que acreditou no boato depois que uma vizinha passou pela casa dela, no fim da tarde, e avisou que estava indo sacar o dinheiro e que ela também teria de ir.

"Larguei o que estava fazendo e sai correndo para uma lotérica no supermercado aqui perto de casa, mas não consegui tirar o dinheiro. Tinha muita gente e o pessoal da lotérica avisou que tinha acabado o dinheiro em caixa. A confusão piorou porque ninguém acreditou e chamaram os seguranças do supermercado", contou.

Cabral disse que depois que viu que não ia conseguir sacar o dinheiro na lotérica que estava no bairro do Barro Duro chamou o marido e foi com ele a lotérica do bairro da Gruta de Lourdes, mas também a tentativa foi em vão.

"Estou sem acreditar que isso é boato porque todo mundo veio", disse ela.

A correria da dona de casa Anilsa Marques, 37, que mora na grota do Ouro Preto e estava com os dois filhos, de 8 e 9 anos, foi tão grande que durante o tumulto na lotérica do bairro da Gruta de Lourdes ela perdeu uma das sandálias. "O empurra-empurra está demais. Sai porque estou com meus filhos e não vou morrer imprensada", disse ela, descalça e dizendo que não estava ainda acreditando que não era boato.
Piauí

Em Picos (a 308Km de Teresina), as filas nas lotéricas e na agência da CEF também causaram um "tumulto gigantesco", conta o jornalista Edmar Ferreira. Durante a tarde as lotéricas ficaram lotadas e a agência ainda tinha fila de beneficiários à noite tentando sacar o dinheiro do programa, relata.

O boato que chegou a Picos foi que a "presidente Dilma disse na televisão que o benefício de todos sairá neste dia 18 de maio", diz o jornalista.
Paraíba

Segundo o Portal Correio, em uma agência na avenida Cruz das Armas, houve tumulto, e a Polícia Militar precisou ser acionada para conter a população.
Prefeituras também esclarecem boato

As prefeituras de Conceição do Coité (a 235Km de Salvador) e de Maceió (AL) afirmaram que a informação era um boato e destacaram que "o Programa Bolsa Família continua ativo e os benefícios continuam sendo pagos normalmente".

A secretária de Ação Social de Conceição do Coité, Evania Carneiro, orientou que as famílias devem continuar recebendo nos dias programados de acordo com o final do cartão. "Os benefícios que não forem sacados nas datas indicadas em seus finais podem ser sacados normalmente até o fim da folha de pagamento", informou.

Fonte: UOL.

Em Termo de Ajustamento de Conduta, firmado na manhã desta quarta-feira, 15, Governo Municipal parcela dívidas com funcionalismo público referente a novembro, dezembro e 13º de 2012.

Em audiência com o Ministério Público da Bahia, acorrida no Fórum Naomar Alcântara, em Caculé, na manhã desta quarta-feira, 15, o Prefeito de Guajeru, Gil Rocha (PT), firmou um TAC – Termo de Ajustamento de Conduta, para o pagamento dos salários dos servidores públicos municipais concursados, referentes aos meses de dezembro e novembro e ao 13º salário do ano de 2012, dívida esta ‘herdada’ do ex-prefeito que, ao ser derrotado nas eleições municipais de outubro de 2012, deixou de cumprir com suas obrigações.


Ao assumir a prefeitura em janeiro deste ano, sem que tenha havido o processo de transição de governo, processo este dificultado pelo então prefeito, a atual administração desconhecia a situação salarial dos funcionários públicos municipais que ficaram os meses de novembro e dezembro sem seus vencimentos, inclusive o 13º salário, somando uma dívida com o funcionalismo público de cerca de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais).
 
Preocupado com esta situação, e com os prejuízos que ele traria para dezenas de funcionários, que têm em seus salários o provento familiar, consistente em verba alimentar, bem como os danos causados à economia do município, o prefeito Gil Rocha buscou meios de se chegar a um acordo para resolver a questão. Em discussão com o SINSERV – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Vitória da Conquista e Região Sudoeste da Bahia, representado por José Marcos Santos Amaral, o TAC foi firmado mediante cláusulas acordadas pelo Ministério Publico da Bahia, representado pelo Promotor de Justiça da comarca de Caculé, Dr. Gean Carlos Leão.
 
Segundo o TAC o governo municipal deverá quitar a dívida com os servidores concursados em vinte e três (23) meses, em parcelas iguais que deverão ser pagas a partir do mês de junho deste ano. Os pagamentos deverão ser feitos juntamente com a folha salarial mensal, de acordo o valor que cada servidor tem a receber.
 
Fonte: Informe Cidade
A Justiça Eleitoral cassou na manhã dessa quarta-feira (15), os mandatos do prefeito e vice-prefeita, Aguiberto Lima Dias (PSL) e Cristina Gondim (PSDB), respectivamente. O processo foi resultado de uma das Ações de Investigação Eleitoral (AIJE) protocolada na 90ª Zonal Eleitoral, pela candidata derrotada nas eleições de 2012, Marizete Pereira (PT), a qual indicava que houve abuso do poder econômico e político, durante as eleições.
 
O resultado ajuizado pelo magistrado Genivaldo Alves Guimarães, indica ainda que, além dos diplomas cassados, o prefeito Aguiberto e sua vice Cristina tiveram a votação recebida no último pleito nula e os direitos políticos suspensos por oito anos. “Considerando que a ocorrência do abuso de poder político e econômico comprometeu a regularidade das eleições, afetando sua normalidade e higidez e acarretando a ilegitimidade dos mandatos, com fundamento no art. 222, do Código Eleitoral, declaro nulos os votos dados aos representados, procedo à cassação de seus diplomas e, por consequência, dos mandatos”, diz uma parte da decisão.
 
O Juiz acompanhou o parecer do Ministério Público Eleitoral (MPE) de Brumado, que opinava pela cassação do gestor municipal e da vice-prefeita. Além dos atuais gestores, o ex-prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (Sem Partido) também teve seus direitos políticos cassados por oito anos. Ainda cabe recurso da decisão.
 
Fonte: Blog do Anderson

documento atribui a FHC a “arquitetura da rede de proteção social”
fim da inflação é apontado com essencial para programas criados
ideia é usar o argumento na campanha de Aécio Neves a presidente

O iFHC (Instituto Fernando Henrique Cardoso) publicou nesta 4ª (15.05.2013) um artigo que detalha as políticas sociais implementadas pelo tucano em sua passagem pelo Palácio do Planalto. A ideia é distribuí-lo no sábado (18.mai.2013), durante a convenção nacional do PSDB na qual o senador Aécio Neves será escolhido presidente da legenda –e dará mais um passo como pré-candidato da legenda ao Palácio do Planalto em 2014.

O documento faz parte do plano de Aécio Neves de valorizar o governo FHC, nunca bem defendido pelos candidatos tucanos à Presidência.

O texto enumera as datas e leis que fundamentaram os projetos sociais do governo tucano. E conclui que o Bolsa Família, criado pelo governo Lula, foi a união de quatro programas da era FHC: Bolsa Escola, Bolsa Família, Auxílio Gás e PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil).

Em outras palavras: o PSDB deseja alterar a noção sempre difundida pelo PT de que os programas de proteção social são criações do PT a partir da posse de Luiz Inácio Lula da Silva como presidente, em 2003.

Eis um trecho do documento, ao qual o Blog teve acesso e pode ser baixado aqui:

“As políticas sociais no Brasil mudaram de paradigma durante o período governamental de FHC. Antes, predominavam auxílios variados, quase sempre intermediados pelo poder público local: doações de cestas básicas, entrega de leite, distribuição de água na seca. Depois, estruturou-se uma rede de proteção social para combater a pobreza, introduzindo ações públicas coordenadas contra suas causas estruturais e transferências diretas de renda aos cidadãos”.

“A arquitetura da rede de proteção social construída no período governamental de FHC dependeu, inicialmente, da estabilização da economia. Com o fim do “imposto inflacionário”, que penalizava fortemente os mais pobres, pôde-se alcançar um novo patamar de combate à exclusão social, atacando as fontes geradoras da miséria”.

Xico Graziano, ex-chefe de gabinete de Fernando Henrique e autor do documento, afirma que o objetivo não é discutir o passado, mas “resgatar uma agenda liderada por FHC”.

Fonte: Blog do Fernando Rodrigues