Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Segunda, 10 Agosto 2020
Parcialmente Nublado

15°C

Condeúba

Parcialmente Nublado

Umidade: 95%

Vento: 7 km/h

Um ato de crueldade praticado contra um idoso em Piripá, noticiado pelo Folha Regional de Condeúba, estampou em manchetes de muitos blogs da região e gerou uma onda de revolta pela internet. O Senhor Valdivino Pereira Rocha, além de ter sua residência invadida, teve o seu corpo queimado pelos meliantes durante a madrugada do dia 21/11.

Um dos envolvidos no crime chegou a ser identificado pela PM da cidade, foi apresentado no Distrito Integrado de Segurança Pública em Vitória da Conquista mas foi liberado.Agora, exatamente nove dias após o fato, Nenga, como é conhecido Gerniane Rocha Mendonça, de 20 anos, resolveu gravar um vídeo para espalhar pela internet confessando que apesar de ter participado do crime, não foi ele quem ateou fogo no idoso. Na gravação, ele dá detalhes de como ocorreu a ação, além de entregar os seus comparsas. 

"Fui julgado em ter 'ponhado' fogo no 'veio', não fui eu. Não vou mentir, eu estava envolvido no meio, mas quem é mesmo que tava no meio é Rogério e Cleomar. Foi Rogério que passou a 'caminhada'. Eu tava no meio, só que eu não entrei dentro da casa, o pessoal confundiu... Quem passou a 'caminhada' foi o sobrinho do cara [do idoso] é Rogério, eu fiquei na moto dele, eu estou envolvido, estou pagando por uma coisa sozinho..." Relatou Gerniane no vídeo.

Mesmo após ter confessado o crime e relatado quem fez parte da ação, ninguém foi preso até o fechamento dessa matéria. O vídeo circula pelos grupos de whatsapp da região e passa a sensação de impunidade e insegurança que vive a região.

ASSISTA:

O senador Delcídio Amaral (PT) foi preso na manhã desta quarta-feira (25) pela Polícia Federal. Segundo a coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o petista foi preso por tentar atrapalhar as investigações relativas à Operação Lava Jato.

Ele teria solicitado que o ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, não fosse depor. A detenção foi autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), já que se trata de um parlamentar em exercício.

Delcídio foi acusado por Cerveró de participar do esquema de desvio de recursos envolvendo a compra da refinaria de Pasadena (EUA). Ainda segundo a publicação, o filho do ex-diretor teria gravado uma conversa em que Amaral oferece a possibilidade de fuga para que Nestor não aderisse ao programa de delação premiada.

É a primeira vez que um senador é preso enquanto está no cargo, já que a Constituição define que um parlamentar só pode ser preso em flagrante. Contudo, obstrução de investigação é considerada crime permanente e um dos poucos motivos que levaria a Corte a permitir a prisão preventiva, antes de qualquer julgamento.

*Bahia Notícias

Uma diligência policial para prender o suspeito de ter ateado fogo no Senhor Valdivino Pereira Rocha, morador da zona rural de Piripá, levou a PM da cidade a encontrar o suspeito, conhecido por Nenga.

A ação policial começou 9 horas da manhã e durou até as 23 horas do mesmo dia. Em conversa com a redação do Folha Regional de Condeúba, os policiais contaram que Gerniane Rocha Mendonça, 20 anos, identificado por Valdivino como autor do crime, foi encontrado no interior da sua residência, chegou a tentar evadir-se do local, mas foi capturado pela equipe da 80ª CIPM.

Após ser capturado, Nenga passou por exames de corpo de delito e foi encaminhado ao DISEP de Vitória da Conquista. Como já havia se passado mais de 24 horas do crime, o suspeito não ficou detido no Distrito Integrado de Segurança Pública, pois já não se configurava o flagrante. O elemento já possui passagens pela Delegacia e é apontado como suposto autor de diversos delitos dessa natureza na região de Piripá. Foi encontrado em posse dele certa quantidade de droga e celulares de procedência duvidosa.

Comovidos com a situação, diversos populares de Piripá estão ajudando seu Valdivino com o tratamento das queimaduras. A família da vítima está revoltada com a impunidade do crime. Leitores do FRC relataram ter visto Nenga circulando pelas ruas da cidade nessa segunda-feira, 23.

Uma guarnição da CIPE/Sudoeste, no final da tarde da última sexta-feira (20), por volta das 17h, em rondas na cidade de Condeúba, recebeu uma informação que a levou até o indivíduo de iniciais E.S.. Na Residência do suspeito, de acordo com a denúncia, teria uma oficina de fabricação de armas artesanais. Ao efetuar uma operação investigativa, o fato que foi constatado e localizado diversos materiais para fabricação e 10 armas de fogo. O indivíduo juntamente com todo o material foi conduzido e apresentado na Delegacia de Policia Civil de Condeúba.

No mesmo dia, em rondas na cidade de Maiquinique, ao abordar o veiculo Peugeot 208, de cor branca, conduzido por Antônio Vitório da Silva, A CIPE encontrou uma pistola de marca Taurus, cal 380, com 11 munições do mesmo calibre intactas. O indivíduo juntamente com o material foi encaminhado a Delegacia de Policia Civil de Itapetinga.

Um acidente na rodovia MG 602, km 65, sentido Taiobeiras - São João do Paraíso, deixou uma vítima fatal e outra ferida na noite desse domingo, 22.

O motorista João Irecê Ribeiro que saiu de São Paulo para visitar os familiares na cidade de Cordeiros foi socorrido, chegou no Hospital Municipal de São João do Paraíso, mas não resistiu aos ferimentos. O passageiro Acibides Irecê Ribeiro, também foi socorrido e seu quadro de saúde é estável, conforme informou a unidade de saúde à redação do FRC.

O acidente ocorreu por volta das 20 hrs. A Polícia Rodoviária Estadual de Minas Gerais registrou a ocorrência.

A equipe do FRC deseja conforto aos corações dos familiares que sentem essa perda.

Após um Fiat Uno que trafegava pela estrada que liga Condeúba ao povoado da Feirinha capotar com enfermeiras que prestavam serviço na zona rural, um veículo de mesmo modelo tombou na mesma estrada com professores que ensinam no anexo do Colégio Estadual de Condeúba, no povoado. O acidente aconteceu na última sexta-feira, 20, por volta de seis e meia da noite.

Segundo um leitor do FRC que passou pelo local, o carro teve alguns danos mas todos que viajavam no veículo conseguiram sair rapidamente e não sofreram ferimentos graves. Ainda sobre o mesmo veículo, nossa redação já recebeu uma denúncia que, por duas vezes, ao trafegar pelo itinerário levando os professores, o capô se abriu, chegando na iminência de causar um acidente. 

Apesar das altíssimas cifras recebidas pelas cooperativas vencedoras de licitações de transporte nas prefeituras da região, os veículos fornecidos para prestar serviço, na sua grande maioria, estão em situação precária, faltando pneus e manutenção preventiva. E pior que não há qualquer fiscalização por parte do ente público.

Outra denuncia que a redação recebeu foi sobre um veículo que presta serviço no Povoado de Mandassaia. Os Pneus do carro estavam em estado precário. "Se eu ficar doente, eu prefiro ir à pé ou à cavalo, do que pegar um carro desses. Os pneus já estão quase no arame. Isso é o que o prefeito nos deu em troca da nossa confiança." Desabafou um morador do povoado da localidade.

A Ação Civil Pública 0000008-36.2015.805.0066 de autoria do Ministério Público Do Estado Da Bahia, tendo como réu o Município De Condeúba, determinou a interdição do Matadouro Municipal essa semana. O local, segundo a justiça, está fora dos padrões higiênicos e sanitários para operar, oferecendo riscos à saúde do consumidor. 

O Matadouro Municipal foi inaugurado em 2012, na gestão do prefeito à época, Odílio Silveira. Desde então, não recebeu nenhuma intervenção de manutenção dos entes públicos para que se adequasse às exigências legais. Em estado de degradação natural, chegou ao ponto de ser interditado.

Segundo ainda a publicação da justiça no diário oficial do último dia 27, o município se posicionou com a colocação de que não tem condições financeiras para sustentar a regularização da situação, veja o trecho abaixo:

Alega, em linhas gerais, que o local de abate de carne bovina mantido pelo Município de Condeúba encontra-se fora dos padrões higiênicos e sanitários para operar, oferecendo riscos à saúde do consumidor.

Além disso, sustenta que o abate é realizado de forma clandestina, sem a devida autorização do órgão competente.

O Município, intimado para se manifestar sobre o pedido liminar, informa que não possui condições financeiras para promover todas as adequações necessárias no Matadouro. Contudo, realizou licitação e contratou uma sociedade empresária para realizar reformas no local de abate.

...

Não se argumente que a reforma realizada pelo Município teria ilidido as irregularidades. Embora se mostre louvável a ação do Poder Público Municipal, pelos documentos juntados aos autos, verifica-se que as intervenções não foram suficientes para adequar o Matadouro às normas técnicas de higiene sanitária. Além disso, o réu não comprovou a existência do registro do local de abate do gado.

Por sua vez, também resta caracterizado o perigo da demora. A todas as luzes, a carne abatida em desacordo com as normas de técnicas de higiene sanitária compromete a saúde de toda a população, causando graves riscos de doenças a todos que consumirem a carne. E o mais grave é que os consumidores não tem como saber, ao adquirirem a carne proveniente do abatedouro irregular, que estão comprando um produto que foi manejado em desacordo com as normas de higiene sanitária na medida em que não tem como se identificar a sua origem.

Ante o exposto, considerando que estão presentes os requisitos legais, defiro a antecipação da tutela para determinar o seguinte:

a) a interdição do Matadouro do Município de Condeúba até a sua adequação às normas higiênico-sanitárias e ambientais, bem como à obtenção do devido registro e licença;

b) a busca e apreensão da carne oriunda do Matadouro do Município de Condeúba com a sua posterior incineração, de modo a obstar a comercialização de carne imprópria para o consumo.

Solicite-se o apoio da Polícia Militar para efetuar o cumprimento da presente decisão. Dê-se ciência da presente decisão ao Diretor da Vigilância Sanitária e ao Delegado de Polícia Civil para que intensifiquem a fiscalização e investigações a fim de evitar e combater o abate de animais em locais não autorizados, por caracterizarem tais condutas crime, nos termos do art. , inciso X, da Lei nº 8.137/90.

Cite-se o réu para, no prazo de 60 (sessenta) dias, oferecer defesa.

Atribuo à presente decisão força de ofício e de mandado, para fins de possibilitar o seu célere cumprimento, em consagração ao princípio constitucional da razoável duração do processo.

CLIQUE AQUI PARA TER ACESSO À PUBLICAÇÃO COMPLETA

Quem passou essa noite pela Praça da Bandeira, em Piripá, se deparou com uma escuridão que assola o logradouro. Um morador da cidade flagrou a praça às escuras e enviou para a redação do Folha Regional de Condeúba denunciando a situação. 

No momento da foto, acontecia uma edição de um encontro semanal de homens na Igreja Matriz Nossa Senhora de Santana, que tinha iluminação normal. As residências próximas da praça também não sofriam com o black-out, no momento do flagra.

Tentamos entrar em contato com a COELBA, mas o serviço de comunicação social só funciona em horário comercial e os funcionários do atendimento não souberam informar sobre o apagão.

Em nota, um funcionário da prefeitura informou que a situação foi normalizada após a constatação da escuridão, que foi ocasionada por atraso de outro funcionário, responsável por ligar as lâmpadas.

Atualizada 11/11/2015 as 14:24

X

Proteção de Conteúdo

Conteúdo protegido por direitos autorais. Para obter autorização de reprodução, envie um e-mail para [email protected]