Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Segunda, 10 Agosto 2020
Parcialmente Nublado

14°C

Condeúba

Parcialmente Nublado

Umidade: 98%

Vento: 6 km/h

O repórter fotográfico Eliezer Oliveira registrou este flagrante de queimada irregular na avenida Anel do Contorno Rodoviário, no bairro Bruno Bacelar, na tarde dessa terça-feira (4). A fumaça era tão espessa, que atrapalhava a visão de quem trafegava pela via.

Segundo Eliezer, a fumaça irritou alguns moradores que moram próximos ao SESC. “Uma senhora me contou que sua filha estava doente com problemas respiratórios e a fumaça estava agravando a sua situação”, disse o fotógrafo.

A grande parcela da população desconhece, porém, provocar a queimada, por ato de vandalismo ou com finalidade econômica, gerando poluição, também é crime, segundo o artigo 54, da Lei do Meio Ambiente (Lei Federal 9 605, de 12/2/98). A pena é de reclusão, de um a quatro anos, e multa. Caso o crime seja considerado culposo (ou seja, a pessoa poluiu sem que tivesse a intenção deliberada de poluir), a pena será a detenção, de seis meses a um ano, e multa.

Fonte: Blog Resenha Geral

No domingo, dia 26.07.2015, aconteceu a Edição de 2015 da Maratona Internacional do Rio de Janeiro, com o percurso de 42,195 Km onde o atleta Carlão Maratonista de Condeúba/BA venceu mais uma edição, se tornando treta-campeão da sua categoria.

O mesmo agradece o apoio da FENABB, AABB de Condeúba e Pastelaria Arte e Sabor.

Grato, Carlos Nascimento

 

por Beatriz Bulla e Talita Fernandes | Estadão Conteúdo

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou manifestação ao Supremo Tribunal Federal para que os carros de luxo do senador Fernando Collor (PTB-AL), apreendidos na Operação Lava Jato, não sejam devolvidos ao parlamentar. No documento, o procurador-geral narra que os veículos são possivelmente produto de crime e que as investigações apontam que Collor recebeu R$ 26 milhões em propina, entre os anos de 2010 e 2014, por meio de um "sofisticado esquema de lavagem de dinheiro".

Entre 2011 e 2013, Collor teria recebido cerca de R$ 800 mil em depósitos "fracionados", o que levantou suspeita do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

O relatório das investigações enviado ao STF menciona ainda pagamentos de altos valores em espécie para o parlamentar, como depósito de R$ 249 mil feito pela TV Gazeta da Alagoas, da qual o senador é sócio. Além da TV, outras duas empresas de Collor aparecem nas investigações da PGR: a Água Branca Participações e a Gazeta de Alagoas.

Há depósitos feitos em nome de uma empresa em favor de outra, com operação realizada por um assessor de Collor no Senado desde 2007. A suspeita dos investigadores é de que a Água Branca é uma empresa de fachada - não tem empregados, sede e nem participação em outras empresas.

"Mas estranhamente tem a propriedade de três carros de luxo", escreve o procurador-geral. Os investigadores relatam transferências para pagamento de um dos veículos feitas por empresa que já recebeu mais de R$ 900 mil, no mesmo ano da aquisição do carro, de negócios vinculados ao doleiro Alberto Youssef, delator da Lava Jato. Janot sustenta que a maior parte dos veículos - Lamborghini, Ferrari, Bentley e Land Rover - está registrada em nome da empresa Água Branca Participações. Já o Porsche está em nome da GM Comércio de Combustíveis.

Para o procurador-geral, as empresas é que deveriam solicitar a devolução e não Collor, a menos que fosse apresentada uma justificativa que apontasse o motivo de o senador se considerar proprietário dos automóveis. Além disso, o procurador-geral afirma que não cabe restituição de produto de crime, pedindo que o STF negue a solicitação do senador.

A compra da Lamborghini, explica Janot, foi feita com entrega de um veículo no valor de R$ 400 mil, mais financiamento de R$ 1,6 milhão, além de pagamento de parcelas em dinheiro no total de R$ 1,2 milhão.

Na peça enviada ao STF, Janot revela que o financiamento da Lamborghini está "inadimplente", provavelmente em razão do "fim do fluxo de propina" pela deflagração da Lava Jato. No documento, Janot aponta indícios de que os veículos foram usados para lavagem de dinheiro. O caso será analisado pelo ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no STF. A reportagem não conseguiu contato com Collor. 

Blog Do Anderson

Acusado de tráfico de drogas, um homem de 57 anos foi detido em flagrante pela 80ª Companhia Independente de Polícia Militar, nesta terça-feira (4). O fato aconteceu em Belo Campo, município do Sudoeste Baiano localizado a 50 quilômetros de Vitória da Conquista.

Numa casa da rua Vasco da Gama, a PM encontrou maconha, crack, balança, dois revólveres, uma espingarda, dinheiro e uma vasta quantidade de munições. O dono da residência, Adalvio Pereira Costa, foi levado a Delegacia de Belo Campo e será transferido para o Presídio Advogado Nilton Gonçalves.

 

Toda a informação acerca do caso ainda não foi confirmada e é extra-oficial, mas já há rumores nos bastidores, segundo apurou o JFC, com relação ao futuro partidário do prefeito de Condeúba, José Augusto (Guto).

Com o cenário político na cidade apresentando uma rejeição inadmissível para um prefeito de primeiro mandato, com projeto de reeleição e o mal momento do Partido dos Trabalhadores no cenário nacional, envolvendo-se nos escdândalos da Operação Lava Jato, da Polícia Federal, estampando as páginas policiais nos principais jornais do país, a crise política e a baixa aprovação do governo federal configura um cenário que coloca o futuro partidário de Guto incerto, e uma mudança de sigla poderá ser a estratégia para amenizar esse cenário desfavorável.

Caso o prefeito decida, de fato, abandonar o Partido cujo apostou toda as suas fichas, se valendo inclusive da estratégia de Marketing "do time de Lula", o seu futuro provável seria provavelmente algum partido novo. O motivo é simples: Devido a lei de fidelidade partidária, uma das brechas que tem os políticos em pleno exercício do mandato para mudar de partido de acordo com essa lei, seria migrar para uma sigla recém fundada, assim poderia levar todos os vereadores, que atualmente estão no PT para acompanhá-lo na mudança.

Caso a fundação de novos partidos, haverá um grande processo migratório de políticos do PT para as novas siglas, sobretudo os que estão em exercício de cargo e pretende participar das disputas de 2016, uma vez que os escândalos sucessivos que o partido se envolveu compromete seu próprio futuro e despertou uma grande antipatia da população geral, em todas as classes econômicas.

A Redação do JFC tentou contato, via telefone, com o político para comentar a especulação mas não obteve êxito.

Na tarde desta quinta-feira (30) policiais militares da 94ª CIPM em Caculé, depois de um intenso trabalho investigativo, prendeu em flagrante um dos suspeitos de participar do assassinato do jovem Everson Prates, na passagem funda, zona rural de Condeúba.

Segundo informações extra-oficiais, o que teria motivado o crime seria uma dívida de R$ 5.000,00. Circula uma versão de que um "amigo" de Everson o buscou em casa e levou-o para a cena onde aconteceu o crime. Lá, ele foi alvejado por tiros e os criminosos fugiram em uma moto. O segundo suspeito de participação no himicídio segue foragido e está sob investigação. 

Eliseu Frederico Porto, 20 anos, preso em Caculé, além de ser suspeito nesse crime, também é um dos suspeitos de roubos a estabelecimento comercias que ocorreram nos últimos dias em Caculé. Dentre os alvos do elemento estão: Loja de Conveniência do Posto Radar, o Supermercados Modelo, o Supermercado Novo Mundo, o Supermercado Senhor do Bonfim, o Supermercado Cercal e o Supermercado Pai Eterno, localizado na saída para Licínio de Almeida.

Segundo a polícia, Eliseu agia com um comparsa que fugiu no momento da abordagem, mas a polícia segue nas buscas e espera prendê-lo.

Os dois envolvidos nos roubos foram postos em liberdade recentemente e já respondem judicialmente por assaltos praticados em Caculé, Ibiassucê e Caetité. O preso, que é considerado de alta periculosidade e com uma extensa ficha criminal, foi apresentado na delegacia da cidade e encontra-se a disposição da justiça.

Com informações do InformeCidade

A Agerba, responsável pela regulamentação e fiscalização do transporte no Estado da Bahia, assinou um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) que possibilita a regulamentação dos serviços de transporte por vans e micro-ônibus. A medida ensejará na regulamentação de 269 linhas que funcionam na ilegalidade e passarão a integrar legalmente ao sistema estadual. O diretor da Agerba, Eduardo Passos, garante que  3 mil operadores irão assumir vários trechos na Bahia.”Eles vão ser licenciados, vão pagar uma taxa, fazer vistoria nos veículos e cumprir regras pré-estabelecidas para que sejam liberados para operar”, disse.

Nos próximos 90 dias, o órgão promoverá uma licitação. Para participar, o operador precisará ter carro próprio com mais de 12 lugares e menos de 5 anos de uso, provar que já realiza o serviço de transporte e passar por vistorias constantes do governo estadual. O deputado estadual Zé Neto (PT), de Feira de Santana, vem lutando em defesa do transporte alternativo há muitos anos. Zé Neto reconhece que a assinatura do TAC representa grande avanço. O sistema de transporte do sudoeste precisa se prepara para habilitação.

Vitória da Conquista

Em Vitória da Conquista, o deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB)  tem sido uma voz em defesa deste serviço. “A região recorre ao comércio e a vários serviços que são prestados em Conquista através do transporte de vans, micro-ônibus e similares. Sem este transporte, a economia da cidade sofrerá grande abalo”, disse o parlamentar por entender que o transporte convencional feito por várias empresas é de péssima qualidade e gera muitas reclamações. Na Assembleia Legislativa o parlamentar defende aprovação do  PL 21. 219/15 do transporte alternativo de sua autoria.

Fonte: Blog Resenha Geral

São Joaquim e Santa Ana são padroeiros dos avós, cujo papel na família vai muito além dos mimos dados aos netos. Muitas vezes, eles são o suporte afetivo e financeiro de pais e filhos, por isso, se diz que os avós são pais duas vezes.

Às vezes os avós estão ao lado e mesmo à frente da educação dos seus netos, com sabedoria, experiência e com certeza, com um sentimento maravilhoso de estar vivenciando os frutos de seu fruto, ou seja, a continuidade das gerações familiar.

O dia dedicado aos avós significa celebrar a experiência de vida, reconhecer o valor da sabedoria adquirida ao longo dos anos, não apenas nos livros, nem nas escolas, mas no convívio com as pessoas e com a própria natureza.

Na semana que antecedeu este dia reservado a homenageá-los, as escolas trabalharam com seus alunos o significado desta data comemorativa. Algumas, isoladamente, fizeram até homenagem, como foi o caso da professora Nita Duarte da Escola Municipal Eleutério Tavares, que convidou alguns dos avós de seus alunos acompanhando-os até a sala de aula.

Assim que os avós chegaram, a professora Nita deu-lhes boas vindas e fez uma leitura de uma poesia intitulada “Minha querida avó”, de autoria de José Luiz Mazzaro. Em seguida, Nita fez uma roda de perguntas e respostas, o tema foi livre, onde os pequeninos perguntaram e os avós responderam, foi uma riqueza a troca de conhecimentos, os avós falaram da escola em que eles estudaram e compararam com a escola que seus netos estão estudando, tivemos momentos emocionantes das ricas histórias contadas pelos avós.

Finalmente, alguns alunos leram textos referendando ao dia dos avós, onde destacou-se o conhecidíssimo poema de Cecília Meireles, cujo título é “A avó do menino”, que foi lido por um aluno.

A avó

vive só.

Na casa da avó

o galo liró

faz “cocorocó!”

A avó bate pão-de-ló

E anda um vento-t-o-tó

Na cortina de filó.

A avó

vive só.

Mas se o neto meninó

Mas se o neto Ricardó

Mas se o neto travessó

Vai à casa da avó,

Os dois jogam dominó.

{gallery}dia-dos-avos-2015{/gallery}

X

Proteção de Conteúdo

Conteúdo protegido por direitos autorais. Para obter autorização de reprodução, envie um e-mail para [email protected]