Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Segunda, 10 Agosto 2020
Parcialmente Nublado

14°C

Condeúba

Parcialmente Nublado

Umidade: 98%

Vento: 6 km/h

Gabrielle S Valentin

Gabrielle S Valentin

Bacharelanda em Direito pela Faculdade Estácio de Sá, Consultora da UNESCO (braço da ONU voltado para a educação) e empreendedora. Gosta de escrever e desenvolver atividades ligadas ao jornalismo.

Um crime bárbaro chocou muita gente em Vitória da Conquista. Em circunstâncias ainda não detalhadas pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, um homem matou a sua mãe de 81 anos na Zona Oeste Conquistense. O assassinato aconteceu dentro de uma casa da Avenida Caetité, a mesma via onde uma mulher foi amarrada e morta também com golpes de faca na última semana. O assassinato da anciã foi registrado na manhã deste sábado (22), momento em que o principal acusado acabou sendo detido pela 78ª Companhia Independente de Polícia Militar e apresentado ao Plantão Central da Polícia Civil no Distrito Integrado de Segurança Pública e deverá ser levado ao Conjunto Penal de Vitória da Conquista. O corpo da idosa passa por necropsia no Instituto Médico Legal.

FONTE: BLOG DO ANDERSON

Após ação da “Operação São João Seguro” no interior do estado, dois homens foram presos acusados de estupro nas cidades de Ibicuí e Iguaí. De acordo com o G1, os suspeitos são Flávio Rocha de Oliveira, de 40 anos e Luciano Gonçalves Sampaio, de 29, respectivamente. Sem entrar em detalhes se o material foi encontrado com o suspeito, a polícia também apreendeu em Ibicuí quatro aparelhos celulares e uma quantidade de cocaína. É previsto que a operação avance nos próximos dias do feriadão junino.

FONTE: Bahia Notícias

A Polícia Militar da Bahia (PM-BA) apreendeu três ingressos para o jogo entre Brasil e Venezuela, pela Copa América, com indícios de adulteração. A partida aconteceu na noite da última terça-feira (18), na Arena Fonte Nova, pela segunda rodada do Grupo A. As entradas foram encaminhadas para o setor de Documentoscópia do Departamento de Polícia Técnica da Bahia.

De acordo com delegado Guilherme Pernambuco, plantonista da Delegacia Móvel instalada na frente do estádio, o cambista, identificado como Roque Bruno Gomes de Lima, foi retido com as entradas e foi gerado um Termo Circunstanciado de Ocorrência.

"A única forma segura de se comprar ingressos é pelas vias oficiais da Conmebol. Dois dos ingressos eram de venda proibida, cortesias", frisou o delegado.

Os peritos analisaram marcas e sinais identificadores e compararam os ingressos suspeitos com um modelo original. Eles utilizam luzes forenses para comprovar ou descartar fraude na autenticidade das entradas.

FONTE: Bahia Notícias

Prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão se reuniu nesta terça-feira (18) com o vice-governador da Bahia, João Leão.

O encontro, que aconteceu na Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado, em Salvador, abordou algumas demandas da cidade. “Tratamos de aspectos importantíssimos para Vitória da Conquista, falamos do plantio de eucalipto, onde temos um projeto para plantar 100 mil hectares de eucalipto com arruamentos de 20 a 25 metros com outras culturas, como a mandioca”, destacou o Herzem.

Outro ponto importante debatido na ocasião foi o Plano de Saneamento, que está sendo executado pela Prefeitura. “Estamos desenvolvendo o Plano de Saneamento, uma demonstração de responsabilidade, de que o nosso governo está em sintonia com a modernidade. O plano trata da água, do esgoto, da drenagem e dos resíduos sólidos no município. Por isso, também discutimos questões sobre a Embasa e os investimentos necessários”, explicou.

Também participaram do encontro o presidente da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, Luciano Gomes, o Deputado Estadual Jurandir Oliveira e o diretor da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Marcelo Oliveira Rocha.

FONTE: Bahia Notícias

A Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo da Assembleia Legislativa da Bahia aprovou durante reunião, hoje (18/06), a realização de uma audiência pública para debater a situação do sistema ferry boat. Presidido pelo deputado estadual Pedro Tavares, o colegiado ouviu os apelos da Associação de Mobilidade Urbana, em relação a necessidade de melhoria no transporte marítimo, na Bahia. Foi estabelecida a criação de uma comissão, coordenada pelos deputados Zé Cocá (PP), Niltinho (PP) e Alex Lima (Podemos), que irá se reunir amanhã com o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti a fim de obter informações sobre o contrato com a empresa Internacional Marítima para a operação do sistema.

“Sou a favor dessa luta pela melhoria nos serviços e na segurança do transporte marítimo e essa é uma defesa antiga, que está presente desde o meu primeiro mandato e também quando fui presidente da Comissão de Defesa do Consumidor e nós já não víamos resultados efetivos para os cidadãos. Há uma reivindicação constante por mais qualidade na operação, na manutenção das embarcações, etc. Não é uma discussão pela discussão, mas por algo concreto, que volta e meia gera reclamação dos usuários. A Comissão vai tirar dúvidas e embasar o conhecimento com o objetivo de discutir de forma aprofundada”, afirmou Tavares.

A Procuradoria Eleitoral quer assegurar a abertura de um procedimento sobre crimes eleitorais supostamente cometidos pelo senador Jaques Wagner (PT-BA) nas eleições de 2006 e 2010, quando foi candidato a governador da Bahia.

De acordo com uma publicação do Estadão, um parecer do Ministério Público Eleitoral, enviado ao Tribunal Superior Eleitoral no dia cinco de junho, afirma que não há necessidade de autorização judicial para instauração de inquérito policial em casos que não envolvem autoridade com foro por prerrogativa de função.

A investigação trata de uma petição criminal instaurada com base em colaborações premiadas de uma série de pessoas envolvidas nas investigações relacionadas à Operação Lava Jato. Segundo a Procuradoria Eleitoral, a delação menciona pagamentos de benefícios indevidos a Wagner em troca de favorecimento à empresa Odebrecht. Além disso, afirma que existiram doações contabilizadas e não registradas para as duas campanhas do ex-governador.

O processo foi passado, visando a apuração da prática de crime eleitoral, para a Seção Judiciária do Estado da Bahia. Isso por conta da nomeação de Jaques Wagner para secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado. No entanto, ainda segundo o Estadão, houve declínio da 2ª Vara Criminal, que determinou a remessa dos autos ao Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, por entender que os fatos são de natureza eleitoral.

Assim, a Procuradoria requereu os autos fossem encaminhados à Polícia Federal para a instauração de inquérito. No entanto, a relatora do caso no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE/BA) arquivou de ofício aos autos, por entender que não haveria indícios da ocorrência dos supostos delitos eleitorais que justificassem a instauração de inquérito policial na Justiça Especializada.

No entanto, o Ministério Público Eleitoral na Bahia recorreu e argumentou que essa conclusão era prematura. Isso porque dois colaboradores declararam a existência de doações não contabilizadas em favor do então candidato a governador, sustentando que as informações eram o suficiente para o início de investigação sobre possível delito eleitoral.

Como o recurso não foi admitido pela Presidência da Corte Regional, o MP Eleitoral na Bahia apresentou agravo de instrumento ao TSE, argumentando ofensa à legislação eleitoral.

No entanto, o vice-procurador-geral Eleitoral, Humberto Jacques de Medeiros, manifestou-se pelo não conhecimento do recurso, no sentido de que não há necessidade de autorização judicial para a instauração de inquéritos em casos como o que envolve o ex-governador da Bahia.

FONTE: Bahia Notícias

A Assembleia Legislativa da Bahia aprovou nesta terça-feira (11), o projeto de lei 22.520/2017, de autoria do deputado Pedro Tavares, que dispõe sobre medidas de prevenção e combate ao abuso sexual contra mulheres nos meios de transporte coletivo do Estado da Bahia.

A proposição propõe campanhas afirmativas, educativas e preventivas sobre o abuso sexual e a violência contra a mulher, sofridos no interior dos transportes coletivos. Entre as ações da lei fica estabelecida a confecção de cartazes contendo o telefone da Polícia Militar (190) e da Central de Atendimento à Mulher (180), além de instruções às vítimas para guardarem informações para identificação do agressor, tais como: horário, linha do ônibus, linha do metrô, roupa que o agressor estava usando e se possível, as características físicas.

“O assédio sexual, a importunação é uma realidade na vida das usuárias de transporte coletivo e essa lei vem contribuir com campanhas para por fim a esses crimes sexuais, através das denúncias. Será obrigatória a fixação de cartazes com orientações as passageiras sobre como denunciar essas situações. Infelizmente o medo, o receio e o constrangimento impedem muitas mulheres de denunciarem. A lei quer estimular a luta contra esses crimes, através de uma campanha educativa e também elucidativa sobre a importância da denúncia. Essa foi mais uma iniciativa do nosso mandato no sentido de ajudar a coibir a violência contra as mulheres”, afirmou.

FONTE: Bnews

X

Proteção de Conteúdo

Conteúdo protegido por direitos autorais. Para obter autorização de reprodução, envie um e-mail para [email protected]