Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Quarta, 03 Junho 2020
Parcialmente Nublado

21°C

Condeúba

Parcialmente Nublado

Umidade: 87%

Vento: 8 km/h

Sábado, 23 Abril 2016

Não é a primeira vez que o Folha Regional de Condeúba está noticiando obras de artistas e escritores condeubenses, mas sempre com um novo ar, e desta vez literário. 

Na ocasião, orgulhosamente trazemos a obra do escritor Jovino dos Santos Coutinho, com o título 'Depressão. Venci porque nunca desisti', que aborda sobre um tema um tanto recorrente na sociedade brasileira, mas pouco explanado devido aos receios que ainda assola os brasileiros que se encontram de alguma forma, acometidos por essa temática: A depressão.

Na sua obra literária, Jovino buscou mostrar o quanto é comum e recorrente a depressão e a importância de assumir e buscar ajuda, deixando qualquer receio ou preconceito de lado. "O que me levou a escrever esse livro é para deixar claro para as pessoas que a depressão, ansiedade e síndrome do pânico tem cura, mas temos que aceitar ajuda e não ter medo de procurar um psiquiatra ou um psicólogo. Não podemos ter medo da reação das pessoas e do que elas vão falar..." Colocou o escritor.

Jovino narra no livro, a forma com que enfrentou a depressão, desencadeada principalmente pelos episódios de violência vivenciada em São Paulo, onde trabalha como taxista. O escritor é da tradicional família dos Coutinho, instituída na comunidade de Riacho Seco, zona rural de Condeúba.

Quem tiver interesse de ler o livro, o exemplar pode ser adquirido pela editora Zagodoni, CLICANDO AQUI, e acessando o comércio eletrônico, a um custo de R$ 25,00.

 

Publicado em Condeúba

A cidade de Maetinga, no Centro-Sul da Bahia, registra a maior taxa de estupros do estado. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) divulgados pelo jornal Correio, ocorreram 154,6 casos para cada 100 mil habitantes.

O município tem 5 mil habitantes e teve oito casos registrados na delegacia em 2015. No ano anterior, nenhuma situação de estupro havia sido denunciada. As regiões do Extremo-Sul e do Sul da Bahia são as que possuem as maiores os maiores índices de violência sexual do estado.

Enquanto a primeira teve 27,8 denúncias para cada grupo de 100 mil habitantes, a segunda teve taxa de 21,8. Entre as dez cidades com as maiores taxas na Bahia, três estão nessas duas regiões: Pau Brasil, na 4ª posição, Itanhém, em 7º, e Porto Seguro, em 9º. A cidades de Tanquinho (152 por 100 mil) e Palmeiras (76,7 por 100 mil) ocupam a segunda e terceira colocações na lista, respectivamente.

Salvador aparece apenas na 123ª posição. No entanto, se forem considerados os números absolutos, a capital lidera o ranking, com 531 denúncias. O número é mais de três vezes maior que o da segunda colocada, Feira de Santana, que teve 154 casos em 2015.

Fonte: Bahia Notícias

Publicado em Bahia

Policiais militares cercaram uma agência bancária na cidade de Taiobeiras e flagraram dois bandidos saindo do local com uma grande quantia em dinheiro retirada de um dos cofres. Ao perceberem que estavam cercados, os assaltantes retornaram para o interior do banco e tentaram fugir pelos fundos, mas foram impedidos.

Os dois autores, oriundos de Araçuaí e Teófilo Otoni, não obedeceram às ordens dos militares, momento que se iniciou intensa troca de tiros. Eles foram presos e conduzidos à Delegacia de Polícia Civil para demais providências. A Polícia ainda apura a participação de outros criminosos no roubo.

As informações são do Acontece no Valor

Publicado em Brasil

Desde as últimas eleições municipais, realizadas em 2012, o PT perdeu aproximadamente um quinto dos prefeitos que elegeu. Segundo levantamento feito pela Folha de S. Paulo, dos 638 gestores municipais que venceram o pleito há cerca de quatro anos, 135 pediram desfiliação ou foram expulsos.

O número inclui políticos que renunciaram ou que foram cassados. Os dados consideram as filiações e desligamentos concluídos até o dia 15 de abril. A maior perda para o PT aconteceu no estado de São Paulo, onde 35 dos 73 prefeitos deixaram o partido.

No Paraná, entre os 40 gestores eleitos, 18 não estão mais na legenda. No entanto, segundo o secretário nacional de organização da sigla, Florisvaldo Souza, a questão não preocupa no momento. "Temos um golpe em curso. Não estamos preocupados com quem saiu, mas sim com quem ficou e vai defender a democracia e nosso legado", afirmou em entrevista à Folha de S. Paulo.

Publicado em Política

A pesquisa Babesp também analisou a rejeição aos candidatos. À pergunta “Caso as eleições fossem hoje em quem você não votaria de jeito nenhum para prefeito de Vitória da Conquista?”, 19,1% responderam Zé Raimundo.

Herzem vem com 8,5%, Fabrício Falcão, 3,5%, Alexandre Pereira, 3,3%, Arlindo Rebouças, 3,0%, Marcelo Melo, 2,5% e Dr. Armênio Santos, 2,3%. Não sabe são 51,7% e Nulo, 6,1%. O levantamento foi registrado na Justiça Eleitoral sob o número BA-09659/2016 no último dia 13 de abril. A pesquisa foi realizada dos dias 6 a 9 de abril com 602 entrevistas.

Fonte: PolíticaLivre

Publicado em Política
X

Proteção de Conteúdo

Conteúdo protegido por direitos autorais. Para obter autorização de reprodução, envie um e-mail para [email protected]