Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Segunda, 24 Junho 2019
Parcialmente Nublado

18°C

Condeúba

Parcialmente Nublado

Umidade: 87%

Vento: 9 km/h

Itens filtrados por data: Segunda, 18 Março 2019

O Brasil perderá o certificado de erradicação do sarampo após a confirmação de mais um caso endêmico, ou seja, dentro do território brasileiro em 23 de fevereiro no Pará. As informações foram divulgadas pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (19).

Desafios do Brasil na luta contra o sarampo
O ministério notificou o caso para a Organização Pan Americana da Saúde (OPAS) e informou que já trabalha para controlar a doença e obter novamente o status de país livre do sarampo. O Brasil viveu um surto da doença em 2018 com mais de 10 mil casos registrados especialmente no Amazonas e em Roraima.

Publicado em Brasil

O Ministério Público da Bahia (MP-BA), por meio do Núcleo de Combate a Crimes Cibernéticos (Nucciber), investigará a ocorrência da personagem “Boneca Momo”, em vídeos infantis, que ensina crianças a se suicidarem. A personagem aparece em vídeos publicados no Youtube. Os vídeos também foram compartilhados em redes sociais. O MP-BA já pediu a remoção dos conteúdos ao Google e ao Whatsapp.

A personagem aparece no meio de vídeos infantis, como de slime. A personagem ensina o passo a passo de como as crianças devem cortar os pulsos. Os vídeos têm burlado os algoritmos do Youtube Kids. Diversas famílias relatam que as crianças que assistiram ao conteúdo estão assustadas com a personagem e que tem medo de dormirem sozinhas.

O Youtube Kids, em nota, afirmou que, ao contrário dos relatos apresentados, “não recebemos nenhuma evidência recente de vídeos mostrando ou promovendo o desafio Momo no YouTube Kids”. “Conteúdo desse tipo violaria nossas políticas e seria removido imediatamente. Também oferecemos a todos os usuários formas de denunciar conteúdo, tanto no YouTube Kids como no YouTube. O uso da plataforma por menores de 13 anos deve sempre ser feito pelo YouTube Kids".

FONTE: Bahia Notícias

Publicado em Jurídica

O Ministério Público da Bahia (MP-BA), por meio do Núcleo de Combate a Crimes Cibernéticos (Nucciber), investigará a ocorrência da personagem “Boneca Momo”, em vídeos infantis, que ensina crianças a se suicidarem. A personagem aparece em vídeos publicados no Youtube. Os vídeos também foram compartilhados em redes sociais. O MP-BA já pediu a remoção dos conteúdos ao Google e ao Whatsapp.

A personagem aparece no meio de vídeos infantis, como de slime. A personagem ensina o passo a passo de como as crianças devem cortar os pulsos. Os vídeos têm burlado os algoritmos do Youtube Kids. Diversas famílias relatam que as crianças que assistiram ao conteúdo estão assustadas com a personagem e que tem medo de dormirem sozinhas.

O Youtube Kids, em nota, afirmou que, ao contrário dos relatos apresentados, “não recebemos nenhuma evidência recente de vídeos mostrando ou promovendo o desafio Momo no YouTube Kids”. “Conteúdo desse tipo violaria nossas políticas e seria removido imediatamente. Também oferecemos a todos os usuários formas de denunciar conteúdo, tanto no YouTube Kids como no YouTube. O uso da plataforma por menores de 13 anos deve sempre ser feito pelo YouTube Kids".

FONTE: Bahia Notícias

Publicado em Jurídica

Os Estados Unidos são conhecidos por oferecer oportunidades de crescimento para profissionais de todo o mundo. Em relação à medicina, essa realidade não é diferente. Somente em 2013, mais de 6000 profissionais estrangeiros foram admitidos na residência médica, o mesmo aconteceu com o caculeense Lucas Jorge. Quando saiu do Brasil com o intuito de exercer a profissão nos Estado Unidos.

Lucas Jorge Santana de Castro Alves, 35 anos, filho de Sônia do Carmo Neves Santana e Umberto Paulo de Castro Alves, iniciou sua vida escolar na extinta Início de Vida, logo cursou a 5ª e 6ª no Colégio Estadual Norberto Fernandes, terminando o ensino médio em Salvador.

Formado pela Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (2008), e mestrado em Anestesiologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2016), com doutorado em Anestesiologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. O Caculeense conquistou seu espaço na saúde do Brasil, defendendo diversas teses para a melhoria da saúde humana. Com um olhar sempre atento para os estudos, Lucas inscreveu-se para um processo seletivo que revalida o diploma de médico nos Estados Unidos, foram quatro provas, Lucas obteve um grande resultado na avaliação da Brown University, sendo aprovado para prestar serviços profissionais naquele país.

De acordo com Dr. Lucas, o processo seletivo é difícil e complexo, mas com estudo adequado e empenho a aprovação é possível. Muitos médicos brasileiros passaram com êxito pela seleção.

FONTE: Sertão em Dia 

Publicado em Bahia