Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Terça, 12 Novembro 2019
Muito Claro

23°C

Condeúba

Muito Claro

Umidade: 55%

Vento: 13 km/h



Já raiou a Liberdade, no Horizonte do Brasil...!

Publicado por     |   07 Set 2015
  |  

Mas que liberdade que raiou foi essa? 

Hoje, completam 193 anos que o País da República Federativa do Brasil celebra sua Independência. Mas o que assumimos de liberdade propriamente dita? Qual conquista foi feita ao longo destes quase dois séculos?

Acredito que nós brasileiros deveríamos nos conscientizar sobre o dia que simboliza essa "independência". o que se percebe é que ao longo desses anos em que se recordam do mesmo desfile simbólico em homenagem ao 7 de setembro, há muito mais do que se falar, além dos desfiles e homenagens; e enquanto isso no horizonte do Brasil, o que se deveria verdadeiramente acontecer é o que deve ser revisto neste feriado nacional.

O verde-amarelo perde sua cor aos poucos, podemos conferir em nossas matas, nosso pantanal, nossas riquezas, nossa cultura, ou “nossos ouros”; podemos dizer em outras palavras, nesses tempos atuais o “nosso petróleo”, nossa terra, nossa cultura não é mais a mesma como aquela de 500 anos atrás, e caminha-se para trás.

Admito conformar-me que nossa Independência já nasceu em meios as artimanhas da Coroa Portuguesa, vamos relembrar essa história, mudar esse cenário em desfiles, no qual deveriam ser vistos como apresentações ao povo para relembrar como foi escrita a história medíocre deste País.

E essa história começa, quando em Janeiro de 1808, a Coroa Portuguesa optou por resguardar sua Corte, vinda por escolta de navios da Inglaterra, transferindo-se para o Brasil, estratégia decisiva de grande relevância na passagem da histórica.

Em essência, vale ressaltar aqui nesse momento da história do país, que na realidade, esse processo não passou de uma forma de fuga da Família Real, após saber que as tropas Francesas, comandadas por Napoleão Bonaparte, estavam prestes a invadir Portugal. O que demonstra a “ruptura da política do Império no Brasil“, a fuga da Família Real.

Que repensamos nesse dia e, em vez de “celebrações”, revestiremos de um novo cenário, em nossa brava gente Brasileira, de mais resgates da nossa história mal contada, não apresentada ao nosso povo, chega de tantas restrições históricas do Brasil!

Que sejam reconhecidas mais revelações a nossa classe estudantil, que seja refeita de geração em geração uma nova cara de cidadãos que reflitam a independência e consequentemente maiores contestações em nome dessa que foi camuflada desde o Brasil Império.

Hoje, deixo aqui, não apenas uma mensagem em texto, mas meu grito de Independência! Que seja aberta a janela da renovação, que seja respeitado esse dia, não para homenagear como manda o figuro antigo, mas sim para que haja mais valentia desse nosso povo que foi esquecido, que seja feita a marcha pela luta dessa independência ainda não tão bem alcançada.

Não sejamos mais enganados Povo Brasileiro! A espada pela independência somos nós, construindo juntos um povo liberto e mais respeitado em nossa nação!

Mayara Domingues

Acadêmica de Direito e vice-Presidente do Diretório do curso na Faculdade de Guanambi, assume a coluna Jurídica no FRC.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.