Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Sexta, 18 Janeiro 2019

Cannot get Condeúba location id in module mod_sp_weather. Please also make sure that you have inserted city name.

Uma eleição atípica para a casa de leis condeubense. A presidência da câmara de vereadores de Condeúba foi disputada por duas chapas encabeçada pelo mesmo partido na manhã dessa segunda-feira (17), quando foi eleito o jovem vereador Maurílio Guilherme de Sousa (PT) com uma vitória confortável. Foram 8 votos favoráveis, contra apenas 2 da chapa adversária.

A Vereadora Conceição, que também é do PT e era a candidata que foi estimulada pelo ex-prefeito Guto e segundo ela própria a candidata do Partido dos Trabalhadores, acabou perdendo até o voto do seu vice de chapa, o vereador Adailton, que optou por votar em Maurílio. A petista ficou isolada na votação com apenas dois votos, o seu e o do vereador Carlito.

Essa derrota para Conceição e a ascensão de Maurílio Guilherme reflete politicamente na liderança do ex-prefeito Guto e também demonstra que a forma adotada pelo vereador em cumprir a sua legislatura, agindo com diplomacia e coerência dentro da casa se leis, serviu de base para construir uma liderança e agregar confiança dos seus pares.

Maurílio adotou um tom moderado nos dois primeiros anos desse seu primeiro mandato, votando favorável em pautas importantes para a população condeubense, mesmo quando os interesses políticos do partido estavam em jogo. Essa nova forma de fazer política atraiu os olhares até dos vereadores de oposição, que decidiram em bloco apoiar a sua candidatura.

Ainda antes de terminar a votação, o vereador Carlito, que amargou com conceição a derrota no pleito, desabafou nas redes sociais.

 

A composição da mesa diretora ficou da seguinte forma:

Presidente: Maurilo Guilherme de Sousa (PT)
Vice-Presidente: José Ribeiro Reis (PCdoB)
1º Secretário:Reginaldo Sobrinho do Nascimento (PSB)
2º Secretário: Maria Neres de Sousa Brito (PSDB)

Votadas nessa quinta-feira (13), as contas do exercício fiscal de 2017 da prefeitura de Condeúba foram aprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia. Segundo o prefeito Silvan, foi um empenho grande de toda a equipe da gestão garantir o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal e demais obrigações legais para que fosse possível chegar ao parecer favorável.

"Nós tivemos que cortar na carne, reduzir o número de contratados, mesmo tendo uma demanda de serviços grandes para prestar ao município e sendo obrigado a adotar medidas amargas e impopulares pois o índice de arrecadação vem caindo nos últimos anos e a LRF nos impõe limite para gasto com pessoal. Esse foi o primeiro desafio, tivemos que reduzir de 63% para 53% o limite de gastos com contratação de pessoas. Além disso um trabalho de controladoria interna, além do apoio jurídico e administrativo das equipes para garantir todos os investimentos que são obrigações nas suas devidas proporções. Nossa gestão acima de tudo, respeita a lei à risca e isso foi o que nos garantiu um parecer farovável." Registrou o prefeito em ligação para o FRC.

Também favorável, foi o parecer das contas da Câmara Municipal de Condeúba, que atualmente é presidida pelo vereador Silvano Santos. O vereador está no seu segundo mandato de presidente e também tem garantido pareceres favoráveis junto ao tribunal em suas gestões.

o Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia emitiu um novo alerta sobre as fortes chuvas que poderão cair sobre a região de Condeúba, como já foi noticiado pelo FRC. De acordo com documento publicado, os alertas foram classificados em três níveis: Alerta Máximo, Estado de Atenção e Estado de Alerta.

Mortugaba, Malhada de Pedras, Condeúba e demais municípios que compreendem a região estão no nível Estado de Alerta, que é o nível intermediário quanto ao volume de chuvas. "A Sala de Situação do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado da Bahia (INEMA) informa que, para as próximas 24 horas, permanece a previsão de chuvas intensas, acompanhadas de trovoadas e rajadas de vento. Com essa condição, a situação é de Alerta Máximo para algumas localidades da faixa centroleste, que inclui municípios da Chapada Diamantina, Recôncavo e parte do Sul baiano (Figura 1). Para as demais regiões do Estado, a situação continua sendo de Atenção e Alerta." Diz o aviso.

A programação oficial das festas de natal e final de ano ainda não foi divulgada oficialmente mas, o Secretário de Cultura, Ygor Roberto, já adiantou em primeira mão no grupo do Folha Regional de Condeúba no WhatsApp que a banda Raneychas e a ex vocalista do Tirana Seca, Robertinha, já estão confirmadas na festa da virada.

Nos próximos dias o calendário cultural do natal e réveillon deve ser divulgado pela secretaria.

A Prefeitura Municipal de Condeúba, por meio de recursos próprios, está reformando o Hospital da sede do município. A obra tem um investimento de aproximadamente R$ 300.000,00 e trará mais conforto e comodidade aos pacientes, colaborando também com prestação de serviço dos profissionais de saúde.

A unidade foi inaugurada há dez anos e veio passando por pequenas reformas. Desta vez, a reestruturação conta com um investimento maior e com a troca de equipamentos antigos. A proposta inclui a construção da sala de estabilização (sala vermelha), reforma do laboratório e ambulatório, da sala de raio X e também do pronto socorro. Além das manutenções na cozinha, na lavanderia, na reforma do piso granilite e na substituição das calhas pluviais. Estão sendo feitas as trocas de esquadrias metálicas por esquadrias de alumínio e a de portas de madeira por portas laminadas.

É um investimento que a Prefeitura vem fazendo para melhorar as condições estruturais e consequentemente profissionais nesse setor do município. A aplicação de recursos próprios está sendo feita visando um dos direitos básicos sociais instituídos constitucionalmente: o direito de acesso à saúde.

Os estragados causados pelas chuvas torrenciais que caíram sobre os municípios da região de Condeúba repercutiram em vários veículos de comunicação da Bahia. Apesar de ter rompido com um preocupante período de estiagens, que levou a barragem do champrão a um colapso, as chuvas também trouxeram prejuízos à moradores de comunidades rurais e transtornos para o serviço público municipal.

Após chover em torno de 200 mm em apenas 5 horas, uma barragem na região de Olho D'água não suportou a cheia repentina e se rompeu, levando carro, móveis e alagando casas que estavam no curso da água. Pelo menos 3 reservatórios se romperam no município. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, apesar dos prejuízos materiais, não houve vítimas.

Após uma visita do coordenador da Defesa Civil do Estado da Bahia, Paulo Sérgio Menezes Luz, o prefeito Silvan Baleeiro decretou estado de emergência e agora mobiliza toda a equipe do poder publico municipal para fazer as intervenções necessárias para amenizar as consequências das enchentes.

O volume de chuvas para este período do ano é pouco comum e por este motivo, fez com que os principais veículos de comunicação do estado repercutissem o fato. 

De acordo com a agência Tempo Agora, ainda são esperados pelo menso mais 60 mm de chuvas para os próximos dias.

 

 Mesmo com todo o ônus trazido com as chuvas que caíram sobre Condeúba, os moradores estão exalando felicidades por ter o ciclo de seca que assolava o município rompido. Em uma noite apenas, caiu água suficiente para encher as barragens da zona rural e fazer com que os rios voltassem a ter água correndo nos seus leitos.

Apesar do grande benefício que as chuvas trouxeram, o temporal também gerou prejuízos para alguns moradores. Há registro de carros arrastados. guarda roupas, motocicletas e até um sofá. As estradas também sofreram danos e em algumas regiões chegou a inviabilizar o tráfego de veículos.

O Jornalista Max Dayan que viajava de Mortugaba para Vitória da Conquista relatou ao FRC que teve que retornar ou seu município porque não foi possível seguir viagem.

Primeiro Nós tentamos seguir por uma via, mas encontramos dois veículos atolados que estavam fechando a estrada e não foi possível dar continuidade. Tentamos uma via alternativa mas, havia uma árvore caída e então tivemos que voltar para Mortugaba e desistir da viagem." Relatou Max.

Uma casa antiga também não suportou o temporal e veio abaixo, conforme informou uma moradora em um áudio enviado via WhatsApp para o Folha Regional de Condeúba. A leitora não informou em qual comunidade rural o fato aconteceu.