Aug 25, 2016 Bem vindo! A última vez que atualizamos o site foi as 03:00 - 24/08/2016

Publicidade



Uma organização criminosa acusada de causar prejuízo de R$ 10 milhões à Caixa Econômica Federal foi denunciada pelo Ministério Público Federal em Feira de Santana (MPF-BA), a cerca de 120 km de Salvador. A investigação resulta da Operação Ali Babá, iniciada em 2013, que identificou o envolvimento de 11 pessoas - atualmente presas.
 
A quadrilha, que atuava em municípios no interior da Bahia, era liderada há mais de dez anos por David Augusto Filgueiras Viana, e estava sob investigação desde 2013. Os denunciados criavam empresas jurídicas fantasmas e utilizavam “laranjas” para abrir contas e contrair empréstimos em diversos bancos, incluindo a Caixa. 
 
Segundo o procurador da República, Samir Cabus Nachef Júnior, "a organização criminosa não quitava as dívidas. Houve obtenção de vantagem financeira indevida com o prejuízo alheio, o que implica em crime de estelionato".
 
Segundo o MPF, David Viana já havia constituído mais de mil empresas de fachada, e utilizou sete nomes falsos para cometer os delitos. Ele deverá responder por 22 atos de estelionato e tentativa de obter empréstimo fraudulento, além de ser enquadrado por comandar a organização criminosa. 
 
MAIS DEZ RÉUS — Agnaldo dos Santos, Argilan Oliveira Franco, André Luiz Santos Braga de Souza, Joymmir Coutinho de Souza, Caroline Pereira Melo, Carlos André Alves de Araújo, Carlos Sydney Novais de Andrade, Claudinei Alves de Araújo, Marcelo Silva Araújo, e Carlos Eduardo de Andrade Pessoa — foram também enquadrados no art. 2 da Lei nº 12.850/13. Os quatro primeiros irão, ainda, responder por diversos crimes previstos no Código Penal, entre eles o de estelionato e o de falsidade ideológica.


O Ministério da Saúde apresentou um relatório que aponta um déficit de R$ 3,5 bilhões de repasses do Sistema Único de Saúde (SUS) a Estados e municípios desde 2012, de acordo com o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima. Geddel afirmou a jornalistas que recebeu o relatório do ministro da saúde, Ricardo Barros, e que divulgará o documento.

"Recebi um relatório nesta segunda [22] do ministro da saúde, que eu vou tornar público, onde se mostra que de 2012 para cá se acumulou um déficit de R$ 3,5 bilhões no repasse das obrigações do SUS com estados e municípios na preservação de UPAs e hospitais”, afirmou Geddel.



Bahia Notícias

A Polícia Federal em Curitiba, no Paraná, envolvida na Operação Lava Jato, pediu autorização do Departamento de Justiça dos Estados Unidos para compartilhar informações com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a movimentação financeira dos João Santana e Mônica Moura. Os marqueteiros atuaram na campanha de Dilma Rousseff (PT) e de Michel Temer (PMDB), em 2014. As informações sobre a movimentação financeira no exterior já são utilizadas pela Lava Jato. Com a autorização, as informações podem ser utilizadas como provas em uma ação movida pelo PSDB no TSE para impugnar o mandato de Dilma e Temer.

As autoridades americanas devem dar a resposta sobre o pedido em até 60 dias. Caso seja autorizado, o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, poderá encaminhar as provas ao TSE. A ação, se julgada improcedente, pode impugnar até o mandato do presidente interino Michel Temer. As informações sobre a quebra de sigilo das contas da offshore Shellbil Finance, que pertence ao casal de marqueteiros, já foram compartilhadas com o Brasil em março em uma cooperação jurídica com os Estados Unidos para as investigações na Lava Jato. A movimentação financeira, realizada pelo Citibank de Nova York, não foi declarada pelo casal às autoridades brasileiras.

O casal admitiu usar a conta para receber dinheiro de caixa 2 durante a campanha eleitoral em 2010. No início do ano, a Lava Jato conseguiu a quebra do sigilo da movimentação bancária, através de uma cooperação. Os marqueteiros teriam recebidos US$ 7,5 milhões de offshores utilizadas pela Odebrecht para o pagamento de propinas (US$ 3 milhões) e também de offshores utilizadas pelo lobista e operador de propinas no esquema de corrupção na Petrobrás, Zwi Skornicki (US$ 4,5 milhões). Este último recurso seria um acerto de dívida da campanha de 2010. A transferência já deu origem a duas ações penais contra o casal. Novas acusações ainda devem ser apresentadas contra João Santana e Mônica Moura.



Uma estudante da Escola Municipal Dr. Tranquilino Leovigildo Torres sofreu um acidente na manhã dessa terça-feira (23), na Praça da Ciência, que fica próximo ao colégio, quando a sua turma fazia uma visita ao local. O SAMU foi acionado, a garota foi socorrida e levada para o Hospital Municipal Dr. José Cardoso dos Apóstolos onde segue em observação, mas o quadro de saúde é estável e não corre riscos.



A menor L. A. S, de 14 anos foi apreendia acusada de matar a mãe, identificada por Adriana Almeida, e atear fogo no pai e na madrasta, na comunidade de Paixão, zona rural do município de Jussiape, no extremo Sul da Chapada Diamantina. O crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (22).

A filha teria matado a própria mãe a pedradas, por volta de 1h da madrugada e, na tarde desta segunda-feira, atentou contra a vida do pai e da madrasta, ateando fogo em ambos. A madrasta, identificada por Taís Novais Santos, foi socorrida e encaminhada à Casa de Saúde de Jussiape, já o pai, Pedro Paulo Souza, teria sido socorrido para um hospital da cidade de Vitória da Conquista, apresentando maiores gravidades.

De acordo com a Polícia, a suspeita confessou o crime e, segundo informações de testemunhas, a menor vinha tendo crises depressivas, mas a Polícia Civil deverá instaurar inquérito para apurar as circunstâncias do crime.

A menor de idade está sob custódia do Conselho Tutelar e da Polícia de Jussiape, onde deverá ser apresentada à Justiça.



Na primeira pesquisa do Ibope/TV Bahia, após o início da campanha para prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), candidato à reeleição, aparece na frente com 68% das intenções de votos, uma ampla vantagem para a segunda colocada, a candidata da coligação PCdoB/PT/PSB Alice Portugal que marcou 8%.

O terceiro lugar é do candidato do PDT Pastor Isidório de Santana, com 6%. Em quarto lugar estão empatados Fábio Nogueira (PSOL) e Rogério Tadeu Da Luz (PRTB) ambos com 1%. Célia Sacramento (PPL) e Cláudio Silva (PP) não pontuaram.

A pesquisa avaliou também a rejeição dos candidatos. 48% responderam que não votariam em Da Luz de jeito nenhum, seguido de Isidório com 41%, Alice com 24%, Cláudio com 22%, Fábio com 21%, Célia com 17% e Neto com 13%. Nenhum 3%, não sabe 13%.

Período
O levantamento foi divulgado na noite desta segunda-feira, 22, pela TV Bahia. O Ibope ouviu 602 pessoas, entre os dias 18 e 21 de agosto.
Conforme o instituto, o nível de confiança é de 95% e a margem de erro de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número BA-02257/2016.

O Ibope avaliou ainda a administração do prefeito ACM Neto.

Para 71% ele faz uma gestão ótima ou boa; 23% regular, 5% ruim e péssimo, 1% responderam que não sabem.

Lobato
No dia da divulgação da primeira pesquisa sobre a sucessão municipal, o prefeito ACM Neto determinou a suspensão das licenças municipais da Embasa até a empresa regularizar o abastecimento de água no Lobato, na região da Prainha, ruas das Palmeiras, São Pedro e São Luiz.

A decisão de Neto atendeu ao apelo de centenas de moradores dessas localidades que estão sem água nas torneiras há 90 dias. O pedido para que houvesse a intervenção do prefeito na questão foi feito durante a caminhada realizada no bairro no início da tarde desta segunda.



A tumultuada visita do governador Rui Costa (PT) a Vitória da Conquista nesta segunda-feira (22), traduz com fidelidade a grande insatisfação popular com a atual gestão petista na Bahia. Mesmo com a inauguração parcial da ampliação do Hospital de Base, com nome de UPA, e a promessa de retomar a industria de medicamentos, foram suficientes para conter a grande insatisfação e impopularidade do governo e do PT.

Professores, terceirizados e pessoas do povo (Bairro Conveima I) protestaram para sinalizar para o Governo da Bahia que a cidade de Vitória da Conquista merece muito mais. Um professor foi agredido por um segurança do governador que teve que abandonar o discurso, vazio que por certo faria, na solenidade de inauguração no Hospital de Base.

Ontem à noite o governador e comitiva chegaram ao aeroporto para o retorno a Salvador – com um aparato militar de proteção jamais visto em uma visita oficial na cidade. Superou a proteção dada a presidente Dilma Roussef (PT), na sua última visita à cidade.

 



Carretas estão proibidas e o uso de carros de som estão limitados na campanha eleitoral em Riachão do Jacuípe, na região da Bacia do Jacuípe. A decisão de determinar as condições partiu da juíza Janaína Medeiros Lopes, em reunião com representantes das coligações que disputam as eleições deste ano. Dessa forma, ficam proibidas as carreatas políticas, ou movimentações concentradas com motos. A juíza também não vai permitir comícios de coligações diferentes em bairros próximos na mesma data. Segundo o Calila Notícias, a juíza reduziu os dias de uso de carro de som na sede da cidade, apenas aos finais de semana e feriados. No interior do município, não haverá restrição dos veículos. A magistrada também proibiu fogos em eventos, permitindo apenas durante comícios e caminhadas.



Do Bocão News

Desde o início do primeiro semestre deste ano de 2016, quando iniciou as negociações para fazer sua delação premiada na operação Lava Jato, o empreiteiro baiano Marcelo Odebrecht acumula pelo menos R$ 23,9 milhões em bens bloqueados.

Entre os bens listados pelo juiz federal Sérgio Moro, está uma casa avaliada em R$ 8,6 milhões em São Paulo, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo. Ex-presidente da Odebrecht, o empresário foi preso na fase Erga Omnes em 19 de junho de 2015.

Ao despachar sobre o confisco de bens de Odebrecht, o juiz Moro classificou o empreiteiro como ‘o principal responsável pelo pagamento das propinas’ na empresa. O magistrado afirmou, naquela ocasião, que ‘o patrimônio do condenado Marcelo Bahia Odebrecht, como um dos responsáveis pelos crimes, está sujeito à constrição para reparação do dano’.



BN

Um homem foi morto a golpes de faca durante uma caminhada política em Itambé, no Médio Sudoeste baiano, na noite deste domingo (21). Segundo informações da Delegacia Territorial, o crime ocorreu por volta das 21h, no centro da cidade. Geovane de Jesus Pereira, de 26 anos, foi morto por golpes de facão e morreu no local.

A caminhada fazia parte da campanha de reeleição do atual prefeito Ivan Fernandes. Outro homem, não identificado, ficou ferido e foi socorrido para uma unidade de saúde local. Não há mais informações sobre o estado de saúde dele. Ainda conforme a Polícia, ainda não há provas de que a vítima morreu por acerto de contas ou motivação partidária, duas hipóteses levantadas pela investigação. Nenhum suspeito foi preso até a manhã desta segunda-feira (22).



Convite:

Sites parceiros

Colaboradores

Micael

Micael B Silveira

Diretor, Colunista e Programador

     

Neto Coutinho

Neto Coutinho

Chargista e Caricaturista

   

Uellinton

Uellinton

Repórter Fotográfico

   

Antonio

Antônio Vieira

Repórter Fotográfico

   

Max Dayan

Max Dayan

Correspondente em Mortugaba

   

Willian Tigre

Willian Tigre

Correspondente em Belo Campo