Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Sábado, 07 Dezembro 2019
Muito Nublado

22°C

Condeúba

Muito Nublado

Umidade: 77%

Vento: 4 km/h

Curta Nossa Página

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 42

No fim da manhã do último sábado (11) a Caesg realizou uma operação na cidade de Condeúba que resultou na apreensão de duas motocicletas que podem ter sido roubadas na cidade.

Os veículos estavam com o chassi pinado. As motocicletas foram abandonadas em via pública. As motos foram apresentadas na Delegacia de Polícia de Condeúba.

Neste primeiro dia, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) recebeu 472.495 inscrições até as 18h30 desta segunda-feira (13), segundo balanço divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). No ano passado, no primeiro dia de inscrições, até as 20h20, foram contabilizadas 512.029 inscrições.

Mãe, Mami, Mama; Mamãe, Mainha, Mãezona;

Não importa como ela é chamada se é feia ou bonitona;

O importante é ter carinho e o respeito pela mãe dona.

 triste que nem todos os filhos sua mãe reconhece;

Há aqueles que a tem e a ama e fieis permanece;

Há outros que a tem, mas nem pra lhe dar benção comparece.

 

Há muitos que não hás tem mais;

Uns, lembram delas e comparam com ser naturais;

Outros, nem se quer lembram-se de sua mãe jamais.

 

A banalização humana é um fato real;

Porem, a reciprocidade nesse caso não é igual;

Uma mãe para abandonar o filho não um fato normal.

 

Não há uma única mãe que não ama seu filho intensamente;

Não há ocupação de mãe, pra não se lembrar do filho diariamente;

Esse é o vinculo de uma mãe que dá amor ao filho eternamente.

 

 

Não importa sua religião, cor ou classe social;

Neste quesito, as mães pensam igual;

Ao saber que está grávida começa preparar o enxoval.

 

Parabéns mamães pelo seu dia..!

 

A notícia veiculada ontem no Jornal A Tarde, dando conta que ao MEC teria aprovado a implantação do curso de Medicina no Campus da UFBA em Vitória da Conquista, foi rapidamente rechaçada pela verdade. Leia abaixo a divulgação de dados do Ministério da Educação e Cultura, divulgados de 2004 a 2006.

 

Colisão foi provocada por uma ultrapassagem indevida. Apesar do acidente, ninguém ficou gravemente ferido.

Município de Cordeiros publicou no Diário Oficial o aviso de licitação com finalidade de contratação de empresa para realização de concurso público e processo seletivo.

Acaba no próximo dia 27 o prazo para que municípios com menos de 50 mil habitantes atendam a Lei de Acesso à Informação concluindo o processo de preparação que começou em 2009, quando a regra foi sancionada. Aprovada há quatro anos pelo Congresso, a lei prevê a publicação em meio eletrônico das informações sobre a execução orçamentária e financeira da União, estados, Distrito Federal e municípios. Muitos municípios, no entanto, sequer têm portais na internet.

Recomendação do Tribunal de Contas dos Municípios é de que as cidades reduzam os gastos.

Foi confirmada no início desta semana a realização do São João na cidade de Caculé pelo prefeito do município, José Roberto Neves. A festa permanece com a mesma duração dos anos anteriores, três dias.

 

A recomendação é também do Tribunal de Contas dos Municípios, para que os gestores atuem com cautela nos gastos com a festa. No caso de Caculé, a prefeitura informou que foram reduzidos os custos com a festa. Algumas atrações que já haviam sido divulgadas foram canceladas.

A festa acontece na Praça Deoclides Cardoso entre os dias 21 e 23 de junho. Entre as atrações que irão se apresentar, estão confirmados os cantores Victor e Léo e Edigar Mão Branca.

 Fonte: Blog da Resenha Geral

A juíza Maria do Socorro Barreto Santiago, do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), determinou nesta terça-feira (7) o retorno do petista Heráclito Luiz Paixão Matos ao cargo de prefeito de Mortugaba, no sudoeste baiano.

 

Tudo teve início através da Igreja Católica, sendo que a nossa primeira Igreja de Santo Antonio foi benta em 30 de junho de 1745 pelo o então Padre Visitador Geral: João de Vasconcelos Pereira. A primeira Irmandade fundada no município foi a de Santo Antonio em 13 de junho de 1752 que durou até o ano de 1811. Em 1845 foi fundada a Irmandade do Santíssimo Sacramento pelo Arcebispo da Bahia Dom Romualdo Antonio de Seixas, a qual permanece em atividade até os dias de hoje com cerca de 70 membros de confraria, seu presidente atual é o Sr. Anfilófio Antonio de Sousa, tendo como vice Dr. Anterque Ataíde Viana.


Vila de Santo Antonio da Barra


A Lei 809/1860 de 11 de junho de 1860 assinada por Antonio da Costa Pinto, presidente da Província da Bahia. Faço saber a todos os seus habitantes que a Assembléia Geral e Legislativa decretou e eu sancionei a Lei: seguinte: Artigo 1º - Fica elevada a povoação de Santo Antonio da Barra a categoria de Vila. Compreendendo os Distritos de São Felipe, Lage e Curraes Velhos sob a denominação de Vila de Santo Antonio da Barra, e gozando das prerrogativas outorgadas às demais Vilas da Província.


Fundação


Não se sabe ao certo quem foi o fundador de Condeúba. Alguns historiadores apontam JOÃO GONÇALVES DA COSTA, mas Dr. Tranquilino Leovigildo Torres o autor do livro “Memória Descriptiva do Município de Condeúba” desmente esta hipótese em documentos também históricos retirados do arquivo da Igreja Católica Matriz de Santo Antonio.


Origem e Emancipação


Condeúba vem do Tupy, na opinião de Teodoro Sampaio “Árvore de caracol ou dos frutos retorcidos”, ou “Pau de Candeia”, conforme aventou o professor Frederico Edelweiss.
Condeúba foi emancipada em 14 de maio de 1861, desta data até 13 de abril de 1890 o município foi administrado pela Câmara de Vereadores. Por tanto, neste ano de 2013, estará completando 152 anos de emancipação. Sua história política será contada a partir da sua emancipação, passando então pela Câmara administradora até chegar ao Barão José Egídio de Moura e Albuquerque seu 1º Intendente (nomeado) pelo Governo do Estado da Bahia, para o período de 14 de abril de 1890 a 14 de dezembro de 1892. Em seguida foi (eleito pelo colegiado) para substituí-lo, Te. Cel. Olympio Cordeiro da Silva, que comandou o município de 1893 a 1895. E até a presente data com o atual Prefeito José Augusto Ribeiro que terá sua gestão de 2013 a 2016.


Geografia


O município de Condeúba distante 642 quilômetros de Salvador, ligado por via rodoviária, sua população ficou acertada pelo IBGE em 16.888 habitantes, está localizada no sudoeste baiano, o município é predominantemente plano apenas montanhoso ao sul e oeste, com destaque especial para o Morro de Condeúba o mais elevado do município, visível a quilômetros de distancia sua altura é de mil metros. Os Rios que banham o município são: Rio Gavião, Rio Condeúba, Rio dos Morrinhos, Rio do Sítio, Rio do Alegre, Rio do Soberbo e o Córrego do Olho D’água. O Município é composto pela Sede, Distrito do Alegre e os Povoados: Feirinha, Mandassaia e Lagoinha. Limitando-se com os municípios de: Cordeiros, Piripá, Jânio Quadros, Guajeru, Jacaraci, Mortugaba e no Estado de Minas Gerais, com o município de São João do Paraíso.


Padroeiro – Santo Antonio


FOLCLORE – Folia de Santos Reis, - Senhor Morto, com procissão – Santo Antonio, com procissão, - Festas junina com fogueiras, - Bom Jesus com procissão, - Nossa Senhora Aparecida com procissão, entre outras.
História da Intendência
No decorrer de sua história político-administrativa, foi a partir de sua emancipação em 14 de maio de 1861. Desta data até 13 de abril de 1890 o Município foi administrado pela Câmara de Vereadores. Com a proclamação da República, o Governo do Estado da Bahia nomeou o Barão José Egídio de Moura e Albuquerque como seu 1º Intendente para governar o Município no período de 14 de abril de 1890 a 14 de dezembro de 1892. Então Condeúba passou a ser administrada por uma série de Intendentes (administradores eleitos por um colegiado), ou seja: foram l3 Intendentes que administraram nosso município, de 1890 a 1945, desta data até outubro de 2012 foram eleitos pelo voto popular 18 Prefeitos. Os Intendentes eram eleitos para um mandato em média de 4 anos, exceto aqueles que foram reeleitos para mais de um mandato e outros que tiveram os seus mandatos interrompidos. Os Prefeitos a exemplo dos Intendentes, mantiveram os mandatos de 4 anos com direito a uma reeleição, exceto os chamados mandatos tampões de dois anos que ocorreram. Segue relação de todos os Intendentes e Prefeitos que administraram Condeúba, com o seu respectivo período.


Intendentes


Foram 13 Intendentes ao todo sendo o Barão José Egídio de Moura e Albuquerque seu 1º Intendente nomeado pelo Governo do Estado da Bahia, para o período de 14 de abril de 1890 a 14 de dezembro de 1892. Te. Cel. Olympio Cordeiro da Silva, (eleitos pelo colegiado) 1893 a 1895. – Te. Cel. Amphilóphio Cezar Alves Pereira, 1896 a 1901. – Te. Cel. José Moreira Cordeiro, 1902 a 1903. – Te. Cel. José Antonio Torres, 1904 a 1907. – Cel. Gustavo de Oliveira Torres, 1908 a 1911. – Te. Cel. Manoel de Assis Ribeiro, 1912 a 1919. – Sr. João da Silva Torres, 1920 a 1923. Sr. Remigio José da Silva, 1924 a 1925. – Sr. Gustavo Fagundes de Lima, 1926 a 1929. Cap. Joaquim Mutti de Carvalho, 1930 a 1939. – Sr. Antonio Ferreira da Silva, 1940 a 1944. – Cap. Arlindo Alves Pereira, 1945. Foi interrompido o seu mandato de Intendente para dar início ao então novo sistema de eleger pelo voto direto os Prefeitos e Vereadores.


Prefeitos


Sendo o primeiro Prefeito eleito pelo voto direto e também o que mais tempo ficou na administração do município, 10 anos pela Intendência e 3 como Prefeito, totalizando 13 anos, foi o Cap. Joaquim Mutti de Carvalho, 1945 a 1947. – Osmar Alves de Souza, 1948 a 1950. – Dr. Parmênio Ferreira da Silva, 1951 a 1954. – Sr. Políbio Rodrigues de Carvalho, 1955 a 1958. – Sr. Antonio Andrade dos Santos, 1959 a 1962. – Sr. Osmar Alves de Souza, 1963 a 1966. – Antonio Andrade dos Santos, 1967 a 1970. – Sr. Antonio Farias Terêncio, 1971 a 1972. Foram 2 anos que ficou conhecido como mandato tampão. – Dário de Oliveira Lima, 1973 a 1976. – Sr. Antonio Farias Terêncio, 1977 a 1982. – Sra. Djalma Alves de Souza, 1983 a 1988. Até então, a primeira e única mulher que foi eleita Prefeita no município de Condeúba. – Dr. Marcolino Gonçalves da Silva Neto, - 1989 a 1992. – Dr. Antonio Farias Terêncio Filho, 1993 a 1996. – Dr. Marcolino Gonçalves da Silva Neto, 1997 a 2003. Faleceu no andamento do seu mandato e assumiu o Vice-Prefeito. Sr. José Maria Terêncio, em 23/01/2004. – Odílio Ribeiro da Silveira, 2005 a 2008, e 2009 a 2012. – José Augusto Ribeiro, 2013 a 2016.
Todos foram peças importantes dentro de um contexto político-administrativo da sua época. Um dos Intendentes de maior destaque na história de sua administração foi chamado de “patriótico”, o Sr. João da Silva Torres, de 1920 a 1923. Sendo o primeiro Intendente sem patente, quebrando assim uma hegemonia da tradição desencadeada desde quando se emancipou Condeúba em 1861. De início o Intendente Sr. João da Silva Torres, renovou em 50% o seu Conselho e fez muitas obras em toda extensão do município de Condeúba. Por ultimo foi o então Prefeito Odílio Ribeiro da Silveira, detentor de um recorde, fez mais de 200 obras em oito anos de mandato.


Filhos Ilustres


 Dr. Tranqüilino Leovigildo Torres, 1859 – 1896
Clemente Pereira – Foi o primeiro Regente da Orquestra Filarmônica Santa Cecília de Condeúba.
João Sacramento Neto, 1933 – 2007 Maestro da Orquestra Filarmônica Santa Cecília.
Personalidades
João Gonçalves da Costa, 1720 – 1820 (Fundador de Condeúba)
Padre Belarmino Silvestre Torres, 1829 – 1896  


Fontes consultadas: Jornal Folha de Condeúba. Torres, Dr. Tranqüilizo - Memória descritiva do Município de Condeúba. Documentos Oficiais da Igreja Católica. Sousa, Agnério Evangelista - Condeúba sua história e seu povo.