Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Sábado, 23 Março 2019
Nublado

26°C

Condeúba

Nublado

Umidade: 63%

Vento: 6 km/h

Do Estadão

As investigações da Operação Lava Jato na movimentação financeira da Credencial Construtora Empreendimentos e Representações – principal foco da 30ª fase batizada de Operação Vício – abrem novas frentes de apurações sobre a corrupção sistêmica no governo federal. Empresas que fizeram depósitos na conta da investigada revelarão novos tentáculos do esquema, descoberto na Petrobrás, em outros setores, como as concessões de rodovias.

Uma das empresas que aparece na quebra de sigilo da Credencial é a ViaBahia Concessionária de Rodovias S.A.. Ela repassou em 2013 um total de R$ 6,2 milhões para a empresa alvo da Operação Vício. Segundo os investigadores, a firma aberta em 2004 com sede em Sumaré (SP) é “uma lavanderia de dinheiro”.

A ViaBahia foi formada pela espanhola Isolux Corsán Concesiones e pelas brasileiras Engevix – do cartel denunciado na Lava Jato – e da Encalso. A empresa venceu, em 2009, um dos pacotes do leilão de concessão do governo Luiz Inácio Lula da Silva para administrar por 25 anos 680 quilômetros de rodovias, entre elas trecho da BR-116 (rodovia Santos Dumont) entre Feira de Santana até a divisa com o Minas Gerais, e a BR-324 (rodovia Engenheiro Vasco Filho) entre Salvador e Feira de Santana. A Isolux deixou a sociedade neste ano.

Na quebra de sigilo aparece também R$ 2,9 milhões repassados, entre 2010 e 2011, para a Credencial por uma empresa de nome Isolux Projetos e Instalações – ligada à Isolux espanhola.

BN

Em resposta às críticas pela extinção do Ministério da Cultura (MinC), o presidente interino Michel Temer prestou esclarecimentos sobre sua reforma ministerial e políticas de governo. Em áudio encaminhado pelo Departamento de Relações com a Imprensa Regional Secretaria de Imprensa da Presidência da República, ele atribui a subordinação do MinC à Educação pelo “clamor popular”, explicando que fez a redução sem eliminar os ministérios.

“Na verdade o que fizemos foi uma racionalização de trabalhos e de atividades, juntando muitas vezes duas pastas que até no passado, convenhamos, já eram conectadas”, afirmou Temer, lembrando que “quando se fala em Ministério da Educação hoje, se fala em MEC, que é Ministério da Educação e Cultura”. Ele disse ainda que a junção “não foi para reduzir a atividade cultural no Brasil” e que “ao contrário até, haverá uma potencialização da cultura brasileira por varias razoes”.

O presidente em exercício afirmou ainda que, junto com o titular da Fazenda, Henrique Meirelles, quitará um débito no setor da cultura “que está em torno de R$ 220 milhões e R$ 230 milhões”. Temer disse também que “seguramente no orçamento do ano que vem vamos aumentar o valor destinado à cultura” e que o setor será prestigiado.

“Até porque na chamada Secretaria da Cultura, que está ligada ao Ministério da Educação, não haverá modificação de setores. A Lei Rouanet continua com os mesmos atributos. Nós vamos até incentivar a sua aplicação, os recursos aumentarão e, como acabei de revelar, os débitos serão saudados”, conclui.

Um crime bárbaro chocou moradores da microrregião de Salinas na tarde desta terça-feira, 3 de maio. Por volta das 17 horas, o idoso José Francisco de Souza, conhecido como Zé de Lira, de 60 anos, foi executado em uma estrada na zona rural de São João do Paraíso, na região Norte do Estado.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima seguia em uma motocicleta pela estrada vicinal que liga a sede de São João do Paraíso a comunidade de São Pedro, quando foi surpreendida por bandidos armados. Os assaltantes atiraram contra Zé de Lira e fugiram levando uma moto Honda CG 125, cor azul, placa GXV-0930.

O idoso não resistiu ao ferimento e veio a óbito no local. A Perícia Técnica da Polícia Civil foi acionada e após os trabalhos de praxe, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) da região.

A Polícia Militar realiza rastreamentos com intuito de localizar e prender os autores do crime. O crime será investigado pela Polícia Civil.
 
As informações são do Aconteceu No Vale

Uma decisão do juiz Marcel Montalvão, da comarca de Lagarto, em Sergipe, determinou o bloqueio do aplicativo WhatsApp por 72 horas em todo Brasil. As operadores de telefonia fixa e móvel devem cumprir a obrigação a partir de 14h desta segunda-feira (2). De acordo com a Folha de S. Paulo, as operadoras TIM, Oi, Claro, Nextel e Vivo disseram que já receberam e vão cumprir a determinação da última terça-feira (26).

Caso elas não obedeçam a medida, deverão pagar multa diária de R$ 500 mil. Em dezembro do ano passado, a Justiça de São Paulo determinou o bloqueio do aplicativo de troca de mensagens por dois dias (veja mais). No entanto, uma liminar derrubou a decisão e impediu que o bloqueio durasse 48 horas.

Bahia Nootícias

Policiais militares cercaram uma agência bancária na cidade de Taiobeiras e flagraram dois bandidos saindo do local com uma grande quantia em dinheiro retirada de um dos cofres. Ao perceberem que estavam cercados, os assaltantes retornaram para o interior do banco e tentaram fugir pelos fundos, mas foram impedidos.

Os dois autores, oriundos de Araçuaí e Teófilo Otoni, não obedeceram às ordens dos militares, momento que se iniciou intensa troca de tiros. Eles foram presos e conduzidos à Delegacia de Polícia Civil para demais providências. A Polícia ainda apura a participação de outros criminosos no roubo.

As informações são do Acontece no Valor

Blog da Resenha Geral

O novo aeroporto de Vitória da Conquista está em construção numa área de 6 milhões de metros quadrados. A primeira etapa das obras atingiu 80% de conclusão – prevê um pátio para aviões com mais de 193 metros de comprimento por 50 de largura. A pista para pousos e decolagens tem comprimento de 2.100 metros e largura de 45.

As obras se arrastam e a conclusão da pista continua sem data prevista. A 2ª etapa, que definirá a conclusão da obra, com a construção do terminal de passageiros permanece sem a publicação do Edital do processo licitatório.

O deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) tem acompanhado na SAC e revelou que o Governo Federal só empenhou R$ 25 milhões em dezembro do ano passado. O projeto do terminal representará investimento de R$ 56 milhões.

A esperança do deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB) é que caso o impeachment seja confirmado no Senado as obras sejam retomadas. “O governo Dilma acabou e o país precisa retomar o crescimento. Só na Bahia são 193 obras paralisadas. São milhões de desempregados no Brasil”, disse Gusmão que confia na retomada das obras do novo aeroporto com a interferência de Geddel e Lúcio.

Um padre de 53 anos foi preso em flagrante após atropelar e matar um homem na noite de domingo (17) no interior de São Paulo. Segundo a Folha de S. Paulo, a polícia alega que ele estava bêbado e atingiu o pedestre na rodovia Francisco Aguirre Proença, na cidade de Monte Mor.

Ele foi liberado na madrugada desta segunda-feira (18) após pagar fiança de R$ 5 mil e vai responder em liberdade por homicídio culposo (sem intenção) e embriaguez ao volante. O pároco, que não teve a identidade revelada, alega que estava voltando para casa depois de celebrar uma série de missas. Ele admitiu que bebeu vinho durante as celebrações que realizou. O teste do bafômetro indicou a presença de 0,36 mg de álcool por litro de sangue. Acima de 0,34 mg/l, o motorista é preso por embriaguez ao volante. Testemunhas afirmam que a vítima tentou atravessar a rodovia fora da passarela.

Fonte: Bahia Notícias

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) identificou uma ameaça contra o Brasil postada no Twitter de um terrorista francês. "Brasil, vocês são nosso próximo alvo. Podemos atacar esse país de merda”, diz mensagem. A postagem foi realizada uma semana depois dos atentados de Paris, que deixaram 129 pessoas mortas. Maxime Hauchard, 22 anos, que aparece em vídeos do Estado Islâmico decapitando sírios, já teve sua conta do Twitter suspensa.

“Monitoramos e percebemos que o perfil realmente era do Maxime, um dos líderes do Estado Islâmico. A partir do momento da postagem houve uma maior intensidade nos discursos de agressividade dos autoproclamados seguidores do grupo terrorista no Brasil”, afirmou o diretor de Contraterrorismo da agência, Luiz Alberto Sallaberry. Ainda segundo o diretor, no Brasil há um crescimento no número de pessoas que dizem ter feito o juramento ao califado do Estado Islâmico. O juramento pode ser feito, inclusive, pela internet.