Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Quinta, 22 Outubro 2020
Nublado

23°C

Condeúba

Nublado

Umidade: 67%

Vento: 9 km/h

Segunda, 15 Dezembro 2014
Terça, 16 Dezembro 2014 00:00

Condeúba: População Arrepiou com a Embasa

Nesta terça feira dia 16 de dezembro a população juntamente com os políticos de Condeúba e região disseram definitivamente não para a construção da adutora que a Embasa planejava construir “debaixo de um quieto”, para levar água à cidade de Piripá.

Participaram da audiência pública o Dr. Robson Leão Promotor Público Estadual, Diretores, Coordenadores e membros do departamento jurídico da Embasa, estiveram presentes também os Prefeitos de Condeúba Guto, a Prefeita de Piripá Sueli, o Vereador Gil de Altino da cidade de Cordeiros e os vereadores de Condeúba.

O movimento “Querem acabar com a Barragem do Champão! Não!!!” esteve presente dando as coordenadas, organizando e até mesmo segurando alguns dos populares que estavam enfurecidos com relação da Embasa de só explorar os municípios e nada mais faz em prol dos mesmos.

Os munícipes estavam portando placas e faixas com palavras de ordem contra a Embasa como: Fora!!! EMBASA!!! SANGUE SUGA DOS MUNICÍPIOS, CONDEÚBA NÃO SUPORTA MAIS A EMBASA!!!, DIGA NÃO  A EMBASA, Vem dezassorear a Barragem do Champrão Embasa!!!, EMBASA!!! SINONIMO DE ATRAZO!!!, EMBASA!!! FIM DE LINHA!!!, EMBASA!!!  É UMA VERGONHA!!!, EMBASA!!! RESPEITE AS LEIS MUNICÍPAIS, EMBASA!!! NÃO É SÓ VENDER ÁGUA!!!, EMBASA!!! ONDE FOI INVESTIDO UM CENTAVO NOS MUNICÍPIOS? EMBASA!!! TÔ FORA!!!, EMBASA!!! NÃO ADUTORA E BARRAGEM DOS MORRINHOS JÁ!!!, EMBASA!!! SÓ DEPENDE DE VOCÊ!!!, EMBASA!!! DÊ ADEUS E VAI SE EMBORA!!!, EMBASA!!! SEM ACORDO.!!! Entre outras.

E assim foi o encontro histórico da população Condeubense e região, com os representantes do Ministério Público Estadual, Executivos da Embasa, Prefeitos e vereadores das cidades circunvizinhas a Condeúba. Que teve momentos de um clima tenso, porém respeitoso sem agreções físicas ou outros incidentes da ordem.

Houve apenas uma indisposição do povo em aceitar as decisões tomadas pela Embasa de cima para baixo, ou seja iniciou a obra sem comunicar ninguém, depois com a obra praticamente pronta, a Embasa vem solicitar uma audiência pública para ratificar tudo de errado que foi feito antes, o povo não é bobo e entendeu a falta de zelo da Embasa para com as cidades de Condeúba e Cordeiros, que no ano passado tiveram que racionar água para as duas populações, imagine se somar mais a cidade de Piripá com queria a Embasa. 

O mediador do encontro foi o Presidente da Câmara Municipal de Condeúba Carlito José Pereira, que teve algumas dificuldades com os representantes dos movimentos, Presidentes de Associações, lideranças entre outros, no sentido de controlar as falas dado a fúria em que se encontrava a população ali presente.

Publicado em Condeúba

O Prefeito de Condeúba, José Augusto (Guto - PT), em entrevista concedida ao Blog do Anderson comentou sobre os pareceres técnicos do Tribunal de Contas do Município e das aprovações e rejeições de contas das administrações públicas. "Ontem eu estava conversando com uma pessoa la em casa e ela me perguntou se quando uma pessoa tem as contas rejeitadas é porque é desonesta, eu falei não, tem nada a ver com isso não... A conta de um gestor, ela as vezes é reprovada por ele não alcançar os índices... Se um desses índices não é cumprido, é uma interpretação interna la do tribunal. O tribunal não tem poder de reprovar conta de ninguém..." Explicou o prefeito.

Assista o trecho da entrevista:

As contas da gestão da Prefeitura de Condeúba referente ao exercício teve o parecer técnico do TCM opinando pela desaprovação e também votada na câmara. A lei dos 60% do FUNDEB, inclusive, que é explicada por Guto e considerada como uma contradição foi um motivo que levou a decisão do tribunal.

"O art. 22 da citada lei, determina que pelo menos 60% (sessenta por cento) dos recursos anuais totais dos Fundos serão destinados ao pagamento da remuneração dos profissionais do magistério da educação básica em efetivo exercício na rede pública. No exercício em análise, o Município recebeu do FUNDEB, conforme informação da Secretaria do Tesouro Nacional, o montante de R$ 9.114.022,17. Assinale-se, também, que houve rendimento de aplicação novalor de R$ 13.430,51. Registra o Pronunciamento Técnico que foi aplicado o valor de R$ 5.331.463,24, correspondente a 58,41%, não atendendo a legislação."

Portanto, em uma decisão de um tribunal, leva-se em consideração muitos mais fatores do que se pode imaginar e, como o prefeito é o único que responde pelas contas da sua gestão, mesmo que o erro venha de outro setor ou da própria contabilidade, ele será o único penalizado. Contas reprovadas não são sinônimos de desonestidade ou corrupção, apesar de que tem se difundido essa ideia mas, não passa de informações sem qualquer responsabilidade e sem credibilidade, uma atitude de descompromisso com a ética e a imparcialidade. E o pior, pode induzir a opinião pública ao erro e criar uma imagem deturpada de um gestor, sem ter nenhuma coerência com a realidade. 

Faz-se necessário esclarecimentos como este do prefeito pois, traz uma informação clara e precisa. Fatos ligados as contas de gestões públicas costumam ser polêmicos e noticiados de tal forma que prevalece apenas o interesse político de quem os difunde, e faz de modo como se não houvessem princípios básicos como o respeito e a ética, passando por cima da honra de gestores, na insana busca de ascensão política a todo custo. Atitudes deploráveis.

"Se não puder dividir o erro, que não individualize em cima do Prefeito, eu não sou tolo de sair soltando ao vento esse tipo de coisa porque quem ta nessa caminhada está sujeito a tudo, eu acho que pode acontecer um erro e esse erro comprometer as suas contas." Completou Guto.

Publicado em Condeúba
X

Proteção de Conteúdo

Conteúdo protegido por direitos autorais. Para obter autorização de reprodução, envie um e-mail para [email protected]