Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Quarta, 08 Abril 2020
Parcialmente Nublado

21°C

Condeúba

Parcialmente Nublado

Umidade: 95%

Vento: 5 km/h

Curta Nossa Página

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 42

Por Prof. Agnério souza

Tomou posse no dia 20 de Maio deste ano, na Secretaria de Educação, o novo Conselho do FUNDEB. Os conselheiros foram nomeados pela Portaria Municipal nº 035/2013, de 09 de Maio do corrente em ato solene presidido pelo Secretário da Educação – Sr. Antonio Carlos Aires da Silva.

Para exercer a Presidência do Colegiado por esses dois anos, os conselheiros elegeram Maria das Dores Duarte – representante do segmento de Professores Municipais; e para Vice-presidente a conselheira Ana Paula Sousa de Jesus Santos – representante dos Servidores Técnico-Administrativo de Escolas Publicas Municipais.

Os conselheiros(as) empossados(as) são:

01) Cleane de Oliveira Marcelino
02) Stela Maria da Silva
03) Bruna Maria de Jesus
04) Adson Alves Pereira
05) Bianca Gomes dos Santos
06) João Ribeiro dos Santos
07) Andreia Paula Sousa Malta
08) Ana Paula de J. Santos
09) Luis José Pereira
10) Zilda Alves dos Santos
11) Maria das Dores Duarte
12) Edmeire Conceição de Santana
13) Edinalva da Silva Ribeiro
14) Fábio Luis Patente
15) André Luis da Rocha Lima
16) Anderson Alan da Silva Amorim
17) Antonio José Ribeiro dos Santos
18) Marta Aparecida de Oliveira Dias Ribeiro
19) Lindinalva Maria da Silva Dias
20) Manoel Batista Ribeiro
21) Maurício Trindade
22) Salvador Soares de Souza

A função dos conselheiros é fazer o acompanhamento e o controle social do fundo de manutenção e desenvolvimento da educação básica e de valorização dos profissionais da educação no município de Condeúba. Trata-se de um trabalho voluntário de grande relevãncia prestado ao governo, uma vez que os recursos federais para a educação sempre conta com um orgão de controle como é o FUNDEB.

Informações dão conta de que a manifestação popular que aconteceu durante toda a tarde de hoje (quarta-feira), em Vitória da Conquista, levou mais de 7 mil pessoas para as ruas da cidade, cobrando melhorias no transporte, educação de qualidade, melhorias na segurança e transparência na gestão pública.


Com vários cartazes e faixas, a sociedade conquistense, de todas as idades, mostrou ser politizada e que sabe cobrar.


Neste momento várias ruas estão interditadas e vários ônibus que operam no transporte coletivo do município não estão circulando.

Fonte: Blog da Resenha Geral

Em um site de relacionamentos onde o convite para participar da manifestação que também foi batizada em Vitória da Conquista como “O busão é nosso”, mais de 8.500 pessoas, até o fechamento desta matéria, haviam confirmado presença na mobilização popular prevista para acontecer às 15h, com saída da Praça Nove de Novembro, em Vitória da Conquista.


De acordo com uma postagem feita por um jovem que aderiu ao ato, em uma reunião prévia, alguns pontos de reivindicações foram decididos como principais. É o caso de solicitação na melhoria do transporte público da cidade. Ainda de acordo com o que teria sido decidido previamente, o assunto em destaque não impede que participantes reivindiquem outras questões.


Segundo essa divulgação, o manifesto não terá uma liderança definida e todos os participantes poderão opinar em assembleia a ser realizada. Durante todo o dia o Blog da Resenha Geral realiza uma cobertura especial do Ato.

Fonte: Blog da Resenha Geral

Clique aqui para ver a página do evento no facebook

Isto mesmo, R$ 0,20 centavos de aumento nas passagens de transportes coletivos de São Paulo que já custa R$ 3,00. Só isto foi a gota d’água para entornar um turbilhão de vasilhas cheias, não de água, mas de problemas, que ao longo dos anos vem sendo posto goela abaixo do povo pelos administradores deste Pais.

As ruas voltaram a questionar através do povo no dia 13 de junho de 2013 em São Paulo, e depois espalhou rapidamente para o País inteiro, como se fosse um incêndio de combustível. Esta é a urna maior, quando ela fala os governantes se balançam todos no Poder, por que aí vem “chumbo grosso”.


Tudo começou pelas redes sociais, onde eram passados e repassados muitos e-mails até tido por alguns como airosos, e um dos assuntos mais comentado ao longo do tempo, foi o lendário caso do “mensalão”.


Talvez não pela montanha de dinheiro roubado pelos quadrilheiros do “mensalão”, mas pela forma com que os processos foram julgados pela instancia maior da Justiça que é o STF – Superior Tribunal Federal, de forma clara e cristalina, rigorosamente dentro da Lei, dando todos os direitos às partes para se defenderem até o julgamento final.


Foi mais um grande exemplo dado pela democracia deste País, todo mundo pode assistir através dos meios de comunicações, o andamento dos processos de réu por réu. Aí sai as sentenças e todos claro, que participaram comprovadamente deste triste episódio do “mensalão”, foram rigorosamente condenados ao repil da Lei. Isto ocorreu no fim de dezembro de 2012, nós já estamos em 19 de junho de 2013, por tanto já se passaram seis meses e ninguém ainda começou a pagar suas duras penas impostas pelo STF.


O caso “mensalão” entrou num “stand by”, ou compasso de espera, que deixou todo mundo assustado e perguntando a esmo, será que é verdade que ninguém dos condenados do “mensalão” irá para a cadeia?


Pela ordem vieram muitos e muitos escândalos de desvio de dinheiro público, como foi o caso dos irmãos Vieira, dos 8 ou 9 Ministros de Estado que a Presidente Dilma teve que demiti-los por desvio de dinheiro público, o caso de Carlinhos “Cachoeira” envolvido com um monte de políticos em lavagem de dinheiro público.


A inflação que vem subindo a índices não mais aceitáveis e sendo camuflada pelo Governo, para não repassar o aumento da inflação aos trabalhadores, com isto tem alguém levando vantagem em cima do povo.


Eis que surge a disputa da copa do mundo no Brasil, a FIFA exige que seja construídos novos estádios de futebol a nível de outros já construídos em Países de primeiro mundo a longo prazo. Desta feita o Governo do Brasil teve que botar a mão nas reservas e gastar rios de dinheiro publico para construir esses estádios em tempo recorde, deixando o País atolado numa dívida interna impagável.


Chegou o dia da abertura dos jogos das Confederações, a Presidente Dilma praticamente foi impedida de falar pelas sonoras vais entoada pelos torcedores que estavam na reabertura do Estádio “Mané Garrincha” em Brasília, quando jogou as seleções do Brasil e Japão.


Vão eleições e vêm eleições, e sempre elegendo pessoas que mentem descaradamente ou compra votos para chegar ao poder e depois de eleitos não conseguem cumprir as mirabolantes promessas de campanha, aí vem às desilusões do povão, o resultado é este que está ocorrendo de norte a sul do Brasil.


A Presidente Dilma deu um depoimento ontem pela imprensa e disse que o povo já não agüenta mais a corrupção que existe no País entre outras coisas. E daí, isto é o bastante para responder tantos questionamentos já elencados acima? Ou será que a Presidente Dilma quer mais 4 anos de mandato para dizer que vai resolver tudo?

Por Ferraz de Brito

999534 388632151249059 416185533 n1Estado de exceção. Câmeras de segurança nas ruas, desligadas. Rádio narrava os acontecimentos, suspensa “por solicitação” da FIFA. Ora, após três décadas de reticência, o Brasil pareceu dar-se conta da sua real situação.

A mídia, burra, numa figura caricata, declarara que não havia motivo para tal. Apenas vinte centavos, dissera. Ledo engano, um posicionamento triste. Estupidez essa que tiraria do reino de Morfeu, um gigante.

A realidade corrente traz à memória os horrores de 64. Juventude motivada nos largos e praças, não somente pela desgraça alheia, mas pela inquietude própria da sua alçada.

O mundo grita. Porque aqui haveria de ser diferente? Grita-se aqui por um mínimo de sanidade.
Assistiu-se, durante quase trinta anos, o espraiamento da displicência, da violência, da precarização, em TODOS os âmbitos. E no auge desse caos coordenado, um projeto de emenda constitucional que legaliza uma impunidade social e culturalmente enraizada.

Não são mais caras pintadas na rua. São caras dadas à tapa, balas de borracha, bombas de efeito moral, matilhas de cães e tropas que não são treinadas para diferenciar a segurança pública de segurança humana.

Vítimas. Vítimas dos dois lados. Vítimas a gritar, vítimas a perpetuar a opressão d'um sistema arcaico. Bambo, em pernas cambaleantes, mas que se nega a sucumbir e dar espaço ao novo.

É com grande alegria que se pode dizer: A criança política de 191 anos finalmente se levantou. Do “berço esplêndido” para a “luta”. O que outrora era motivo de descaso, agora gera revolta, ânsia, barulho. O movimento tomou as ruas, as casas, e a maior de todas as casas, uma que há muito não era habitada: O Congresso Nacional.

É o adolescer de uma Nação, agora, irrequieta. Faça-se, uma vez mais, na terra brasilis, a história.

Feira de artesanatoEntre os dias 22 e 24 de Junho acontecerá a Feira de Artesanado de Condeúba. Clique na imagem ao lado para saber mais informações.

 

 

 

 

A presidente da República, Dilma Rousseff (PT), foi vaiada em rápida aparição no Estádio Nacional Mané Garrincha antes da partida entre Brasil e Japão, neste sábado (15), na estreia na Copa das Confederações. A presença dela foi anunciada pelo sistema de som logo depois que os jogadores das duas seleções entraram em campo. Ao lado dela, Joseph Blatter, presidente da Fifa, também foi alvo das manifestações da torcida.

O suíço fez um breve discurso, no qual se disse muito feliz e chamou os torcedores de “amigos do futebol”. Quando se referiu a Dilma, o estádio inteiro vaiou, a ponto de Blatter cobrar respeito do público. - Amigos do futebol brasileiro, onde estão o respeito e o fair-play, por favor?. As informações são do G1.

A diferença de preço por litro de combustível nos postos em Condeúba e cidades vizinhas pode chegar a setenta e cinco centavos, à apenas 150 km de distância, dos postos de Vitória da Conquista. 

É de fundamental importância a concorrência para manter o equilibrio entre a qualidade do serviço e os preços além de tornar justo e ético o comércio para compradores e vendedores. Acontece que quando há uma fixação dos preços, muitas vezes em um valor mais elevado, por comerciantes de um mesmo setor e de um mesmo produto além de crime, caracterizado com o cartel, é uma falta de respeito com os clientes. Não há ainda um motivo claro para que preços tão elevados sejam praticados nestas cidades. 

Em Vitória da Conquista nos últimos meses se vê uma "guerra de preços" nos postos de combustíveis da cidade chegando a ser vendido um litro de gasolina comun por R$ 2,439 como vemos na foto. A "briga" por clientes é grande e cada um utiliza de uma estratégia diferente para atrair os clientes, abaixando o preço, vendendo apenas à vista e fazendo promoções. assim se torna saudável a concorrência e justo para os clientes.

Em Condeúba se paga atualmente R$ 3,17 por litro de combustível, em Piripá R$ 3,19. Parece ser poucos centavos de diferença quando se abastece em menor quantidade mas, para encher um tanque de combustível de um veículo cujo volume total são de 35 litros, por exemplo, em um posto de Condeúba se gastaria um valor de R$ 110,95 enquanto em Vit. da Conquista poderia abastecer o mesmo veículo em sua capacidade máxima com R$ 85,365 totalizando uma diferença de R$ 25,585.

Apesar de ser uma polêmica comun entre os populares e motivo de insatisfação, nenhuma medida foi tomada por orgãos que compete a fiscalização de situações assim.

Faleceu na madrugada desta segunda-feira (17), em Vitória da Conquista, o prefeito de Ibicuí, Cornélio Morais. A notícia ganhou repercussão em todo o Estado e sensibilizou a população da região Sudoeste.


Após o falecimento, quem assume a prefeitura é a vice, Gilnay Santana, do PTN. A morte do gestor acontece há poucos dias da tradicional festa de Ibicuí, o São João.
Em entrevista a vários Blogs da região, a vice-prefeita, que deverá ser empossada nos próximos dias, confirmou que os festejos juninos estão confirmados.


“O são João de Ibicuí não pertence a cidade, e sim ao Brasil, por isso a festa está mantida. Vamos decretar feriado nesta terça-feira, dia do sepultamento do prefeito Cornélio, e luto de três dias. Só será realizada uma interferência na quinta-feira, no encerramento da programação cultural”, declarou Gilnay Santana.

Fonte: Blog da Resenha Geral

O Brasil venceu o Japão por 3 a 0 neste sábado (15), em Brasília, na estreia da Copa das Confederações. O primeiro gol foi marcado pelo atacante Neymar, que desencantou após nove jogos sem balançar a rede. Paulinho e Jô ampliaram para o time canarinho. O próximo compromisso da equipe comandada por Felipão é na quarta-feira (19) contra o México, no Castelão, em Fortaleza.

O JOGO
O Brasil tentou logo o primeiro ataque. Hulk foi ao fundo pela esquerda, mas cruzou mal, e o Japão afastou o perigo. Mas, aos dois minutos, Marcelo fez um lançamento, Fred ajeitou de peito para Neymar, que mandou um chutaço de primeira, no ângulo esquerdo do goleiro japonês e abriu o placar no Mané Garrincha.
 
Os japoneses tentaram responder aos oito minutos. Honda recebeu cruzamento na área e pega de primeira. Mas o chute foi longe e não assustou o goleiro Júlio César.
 
No entanto, após os dez minutos iniciais, o Brasil puxou o freio de mão e se limitou a trocar passes no meio de campo. O time japonês também não se arriscava e ficava todo atrás da linha da bola, esperando por um erro dos donos da casa. 
 
A primeira boa oportunidade do Japão apareceu aos 20 minutos. Honda recebeu pelo meio e chutou. A bola quicou, e Julio César bateu-roupa, mas segurou a bola na sequência. Mas o Brasil não deixou barato. Logo depois, Hulk tabelou com Daniel Alves, invadiu a área e bateu cruzado. Bola desviou, Kawashima espalmou, e a zaga cortou antes da chegada de Paulinho.
 
Ao roubar a bola e sair com velocidade, o Brasil mostrou ser perigoso.  Aos 40, Hulk é acionado pela direita. Ele cortou para dentro e mandou um foguete do bico da área. A bola foi ao lado de fora da rede. Um minuto depois, Fred puxou o contra-ataque. Neymar devolveu para o camisa 9, que chutou cruzado na área, mas goleiro espalmou e ainda evitou a sobra para Neymar. E o primeiro tempo terminou 1 a 0 para o time canarinho.

Brasil marca mais dois e garante triunfo na estreia
Assim como na etapa inicial, o Brasil começou arrasador.  Aos dois minutos, livre na área, Paulinho recebeu de Daniel Alves e chutou por baixo de Kawashima e assim ampliar o placar no Mané Garrincha.
 
Logo depois do gol sofrido, o técnico Alberto Zaccheroni tratou logo de mexer na equipe. Tirou o meia Kiyotake e colocou o atacante Maeda. Mas a mudança, não surtiu muito efeito. O Japão pouco chegava ao ataque e parava na marcação brasileira.
 
Aos 20, empurrado pela torcida, Neymar fez graça sobre Uchida e aplicou um belo drible. Abriu para Oscar, que cruzou para a área, mas Fred não conseguiu chegar a tempo.
 
Sem conseguir furar o bloqueio defensivo do Brasil, o Japão investia nos lançamentos longos. Até que aos 26, falta para os japoneses. Honda cobrou na barreira, a bola ficou pipocando na área e Maeda pegou a sobra e chutou rasteira. Mas o Julio César segurou firme.
 
Antes de ser substítuido, Fred tentou marcar o seu. Aos 36, após cobrança de escanteio, o camisa 9 subiu marcado, desviou de cabela, mas a bola saiu longe do gol. Com vantagem no placar, a Seleção adotou uma postura mais cautelosa e trocou muitos passes no seu campo. Mas o time canarinho queria mais. Aos 46, Jô recebeu belo passe e marcou o terceiro gol, dando números finais ao jogo.

FICHA TÉCNICA
Brasil 3 X 0 Japão
Copa das Confederações
Local: Mané Garrincha, Brasília (DF)
Data-Hora: 15/6/2013 
Árbitro: Pedro Proença (Fifa-POR)
Auxiliares: Bertino Miranda (Fifa-POR) e Jose Trigo (Fifa-POR)
Gols: Neymar, Paulinho e Jô
Cartões amarelos: Hasebe (JAP)
 
BRASIL: Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Hulk (Hernanes - 29'/2ºT), Oscar e Neymar (Lucas - 28'/2ºT); Fred (Jô - 35'/2ºT). Técnico: Felipão.
 
JAPÃO: Kawashima, Uchida, Konno, Yoshida, Nagatomo; Endo (Hosogai - 33'/2ºT), Hasebe; Honda (Inui - 43'/2ºT), Kagawa, Kiyotake (Maeda - 5'/2ºT); Okazaki. Técnico: A. Zaccheroni.
 
Fonte: bahiaesportes
 
X

Proteção de Conteúdo

Conteúdo protegido por direitos autorais. Para obter autorização de reprodução, envie um e-mail para [email protected]