Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Segunda, 24 Junho 2019
Muito Nublado

25°C

Condeúba

Muito Nublado

Umidade: 50%

Vento: 14 km/h



Chapada: Turista morre ao se jogar da Cachoeira da Fumaça; trilha é fechada para resgate

Publicado por     |   06 Jun 2019
  |  
O resgate do corpo do homem de 65 anos será feito pelo Corpo de Bombeiros e brigadistas nesta quinta
O resgate do corpo do homem de 65 anos será feito pelo Corpo de Bombeiros e brigadistas nesta quinta FOTO: Reprodução/Setur

Um homem de 65 anos morreu ao se jogar da Cachoeira da Fumaça, no município de Palmeiras, na Chapada Diamantina. O caso foi registrado nesta quarta-feira (5) e fez com que a trilha para o ponto turístico fosse fechado para visitação nesta quinta (6), para o resgate. Dados preliminares apontam que o senhor era artista plástico e morava em Salvador, no bairro da Graça. Ele estava com um guia quando se jogou, segundo relatos de populares.

Em contato com o Corpo de Bombeiros Militares da Bahia (CBMBA), o fato foi confirmado e o resgate do corpo está marcado para acontecer com a ajuda do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) na manhã desta quinta e com o apoio de brigadistas voluntários, já que o local é de difícil acesso. “O resgate será pela manhã com o apoio do helicóptero do Graer, saindo de Salvador e parando em Lençóis para pegar os bombeiros e brigadistas para seguir até o local”, aponta a assessoria do CBMBA.

Em publicação no Facebook, a Associação dos Condutores de Visitantes do Vale do Capão (ACV-VC) confirmou que a trilha da Fumaça estará fechada nesta quinta. O Vale fica no município de Palmeiras e a cachoeira é um dos pontos turísticos mais visitados da região. De acordo com boletim de ocorrência da 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Seabra), “a equipe da Polícia Civil de Palmeiras foi avisada pela ACV-VC sobre o suicídio”.

“A vítima demorou em média três horas para fazer o percurso de 6km com guia e lá chegando se jogou do alto da cachoeira de aproximadamente 400 metros de altitude. O local para resgate é de difícil acesso, sendo necessária a presença de helicóptero para levantamento cadavérico…. Na pousada em que a vítima se hospedou, havia poucos pertences, não havia documentos pessoais e nem bilhete de despedida”, aponta nota da Coorpin/Seabra.

Sobre a CVV
O Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo. Basta ligar para o telefone 188, ou se preferir pode utilizar o email e chat 24 horas todos os dias no endereço eletrônico https://www.cvv.org.br

Jornal da Chapada

Gabrielle S Valentin

Bacharelanda em Direito pela Faculdade Estácio de Sá, Consultora da UNESCO (braço da ONU voltado para a educação) e empreendedora. Gosta de escrever e desenvolver atividades ligadas ao jornalismo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.