Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Domingo, 25 Agosto 2019
Muito Nublado

17°C

Condeúba

Muito Nublado

Umidade: 85%

Vento: 9 km/h

O deputado estadual Pedro Tavares (DEM), cobrou ao governo do estado, um posicionamento, em relação ao clima de insegurança e aos casos de violência que têm ocorrido, no município de Barra. O parlamentar recebeu relatos do prefeito Deonísio Ferreira e de moradores da cidade sobre o aumento no número de crimes e o medo que esses acontecimentos têm gerado na população. Na última terça-feira(07), um microempresário foi assassinado a tiros, em plena luz do dia, em frente ao estabelecimento comercial, no município, o que tensionou ainda mais os moradores. Na cidade não existe delegado e o efetivo é insuficiente para dar segurança, além disso, a posição geográfica de Barra, isolada dos demais municípios da região contribui para a desassistência nesse setor. Foram quatro homicídios este ano, o mesmo número de todo o ano de 2018.

“É preciso que o Governo olhe com atenção para os crimes que têm ocorrido em Barra e atenda ao clamor da população para que a cidade seja mais assistida na área da segurança pública. O clima de pânico tem aumentado com as últimas ocorrências, na cidade. A população está assustada e não pode ficar a mercê da criminalidade. Mais uma vez alerto o Poder público do nosso estado sobre essa situação e peço que providências sejam tomadas”, reivindicou.

 

Câmeras não servem apenas para filmar: hoje a principal função delas é analisar. Esse é um dos conceitos da Face Plus Plus, primeira empresa chinesa a se reunir com o governador Rui Costa na terceira missão internacional na China, iniciada neste domingo (12). Convidado a conhecer a empresa, sediada em Pequim, Rui viu de perto a tecnologia da Face Plus Plus empregada no reconhecimento facial, ao lado dos secretários da Casa Civil, Bruno Dauster, do Desenvolvimento Urbano, Sérgio Brito, e do senador Jaques Wagner.

Com atuação em 15 países e identificação de mais de 10 mil suspeitos por meio do sistema, a empresa chinesa apresentou o portfólio de serviços à comitiva baiana e revelou interesse em participar da licitação do Governo do Estado da Bahia que visa à contratação do serviço de reconhecimento facial para a área de segurança em 55 cidades baianas. A licitação, explicou Bruno Dauster, deve ser lançada ainda neste primeiro semestre desse ano. Atualmente, um projeto piloto da também chinesa Huawei está em execução na Capital Baiana.

Por determinação do prefeito Herzem Gusmão Pereira, a ATUV [Associação das Empresas do Sistema de Transporte Coletivo Urbano de Vitória da Conquista] sofrerá intervenção pelos próximos 180 dias, período que a instituição será administrada pelo Engenheiro Mecatrônico Micael Batista Silveira, que é coordenador de Transportes da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana.

Durante os seis meses nenhum ônibus da Cidade Verde Transportes Rodoviário poderá deixar o Município de Vitória da Conquista, segundo o Decreto Nº 19.479 de 9 de maio deste ano. Na manhã desta sexta-feira (10) o interventor acordou cedo chegando na ATUV antes das 7 horas. O prédio da Associação recebeu segurança reforçada com as presenças de agentes patrimoniais.

FONTE: BLOG DO ANDERSON

Vitória da Conquista se despede de uma das personalidades que colaborou para o seu progresso. Aos 81 anos faleceu José Geraldo de Souza. Natural de Condeúba, Geraldo foi chefe administrativo do DNER [Departamento Nacional de Estradas de Rodagem].

Casado com Dona Neide Fonseca, ele teve dois filhos: Fred e Geraldo. O corpo é velado no Salão Nobre da Pax Nacional com sepultamento marcado para logo mais às 16 horas desta quinta-feira (9), no Cemitério da Saudade. Aos amigos e familiares os nossos sinceros sentimentos.

FONTE: BLOG do Anderson

 

Deputados estaduais que compõem as comissões de Infraestrutura, presidida por Pedro Tavares (DEM) e de Defesa do Consumidor, comandada por Tiago Correia (PSDB), questionaram, durante audiência pública com a concessionária Via Bahia, realizada ontem, na Assembleia Legislativa da Bahia, o andamento dos projetos nas rodovias, administradas pela empresa, no estado e a falta de cumprimento de algumas obras, previstas no contrato, iniciado em 2010.

Os parlamentares apontaram problemas nos trechos da BR -116, como a necessidade imediata de passarelas e da duplicação do trecho entre o Entroncamento de Jaguaquara e Jequié, conhecido como Serra do Mutum, além dos trechos em Vitória da Conquista, como a ausência de recuperação e pavimentação do Anel Viário, a construção de viadutos e passarelas. Na reunião também foi reivindicada a requalificação nos acessos e trechos ligados as cidades de Santo Estevão e Antonio Cardoso, na 116.

Em relação a BR-324, deputados enfatizaram a carência de intervenções e pontuaram a presença de congestionamentos por falta de uma alça em um dos viadutos de acesso a Salvador, irregularidades na drenagem, no trecho próximo a Estação Pirajá, além de necessidade de melhorias no acesso à cidade de Terra Nova, bem como a falta de iluminação, em vários retornos da rodovia.

Um acidente ocorrido na manhã deste domingo (05) na BA-617, próximo a Ibiassucê, causou a morte de um dos ocupantes do veículo, Robson Henrique, de 23 anos.

Segundo informações obtidas pelo site Informe Cidade, o veículo seguia de Pancadão para Ibiassucê quando o motorista, Renan Teixeira, perdeu o controle do veículo que saiu da pista a caiu em um vão da ponte da FIOL.

Robson Henrique teria morrido ainda no local devido à gravidade dos ferimentos. Renan foi socorrido e levado para o Hospital São Sebastião, em Ibiassucê, e logo em seguida transferido para o Regional em Guanambi, em estado grave.

FONTE: InformeCidade

A Receita Federal declarou na manhã desta quarta-feira (1º) que mais de 1,2 milão de declarações do Imposto de Renda foram entregues na Bahia. O número bateu o que o órgão esperava receber em todo o estado até o fim do prazo, que terminou às 23h59 desta terça (30).

De acordo com o G1, para quem entregou no prazo, é possível checar se declaração foi processada em até 24 horas. Se ela estiver já na fila de pagamentos, as informações prestadas estão coerentes com o banco de dados da Receita.

A verificação pode ser feita pelo serviço Meu Imposto de Renda da Receita Federal. Para isso, é preciso gerar um código de acesso, a partir do número do CPF, data de nascimento e recibos de entrega das duas últimas declarações. Quem tem restituição a receber, a Receita começa a pagar em junho, em lotes mensais até dezembro. 

Quem não entregou a declaração do IRPF 2019 dentro do prazo deverá prestar contas partir desta quinta-feira (2), às 8h. Esses contribuintes estarão sujeitos ao pagamento de multa
mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido. 

A declaração é obrigatória, entre outros casos menos comuns, para quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado. 

Quem obteve, em qualquer mês de 2018, ganho de capital na alienação de bens ou direitos também é sujeito à incidência do imposto. A regra vale também para quem realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas.

Caso o contribuinte tenha perdido o prazo, ele terá que baixar o programa da Receita Federal e mandar a declaração do Imposto de Renda. É recomendável que o contribuinte acerte as contas o quanto antes para pagar uma multa menor.

Assim que emitir a declaração, o contribuinte receberá a "notificação de lançamento de multa" e a Darf da multa. O contribuinte terá 30 dias para pagar a multa e regularizar sua situação.

Além do prejuízo financeiro com a multa, o contribuinte que não faz a declaração fica com o CPF “sujo”, o que pode lhe impedir de fazer empréstimos, tirar passaportes, obter certidão negativa para venda ou aluguel de imóvel e até prestar concurso público, até a regularização da situação.

FONTE: Bahia Notícias

O presidente da Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo, deputado estadual Pedro Tavares (DEM), teceu duras críticas nesta terça-feira (30) à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ao relatar o que chamou de “prática abusiva das tarifas aéreas”. A fala ocorreu durante a reunião do colegiado na Assembleia Legislativa da Bahia.

Tavares citou exemplos, como o preço de uma passagem aérea de Salvador para Barreiras, que no mesmo dia pode oscilar de R$ 943 a R$ 1.293. Outro exemplo “exorbitante” de tarifa aérea é sair da capital soteropolitana a Porto Seguro. O deslocamento pode custar de R$ 531 a R$ 1.792. “É mais barato ir à Brasília do que se deslocar dentro da Bahia”, condenou. A ocilação dos valores também ocorre entre estados brasileiros. Ir à Petrolina sai por R$ 641 a R$ 701, agora, a volta dispara assustadoramente de R$ 1.234 a R$ 1475.