Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Sexta, 22 Novembro 2019
Muito Nublado

31°C

Condeúba

Muito Nublado

Umidade: 30%

Vento: 10 km/h

Mais de seis mil eleitores do município de Presidente Jânio Quadros poderão ter seus títulos cancelados. Na cidade, que está em fase de revisão biométrica obrigatória, 6.117 cidadãos ainda não atenderam a convocação da Justiça Eleitoral. Conforme o TRE baiano, a suspensão do documento provoca outras diversas penalidades, a exemplo do impedimento de tirar passaporte ou carteira de identidade, tomar posse em cargo público e ter acesso a programas sociais. O prazo para regularização é 18 de fevereiro de 2020.

Em Presidente Jânio Quadros, dos 11.331 eleitores aptos ao voto, apenas 5.214 (46,02 %) realizaram a coleta dos dados. No decorrer deste ano, o TRE da Bahia realizou uma série de audiências públicas para alavancar o recadastramento eleitoral em 24 municípios do estado. O objetivo é realizar as Eleições Municipais de 2020 com eleitorado 100% biometrizado.

Foi sancionado hoje (07/08) o projeto de lei 22.520/2017, de autoria do deputado Pedro Tavares (DEM), que dispõe sobre medidas de prevenção e combate ao abuso sexual contra mulheres nos meios de transporte coletivo do Estado da Bahia. A proposta aprovada há dois meses na Assembleia Legislativa da Bahia foi validada pelo governador do estado no dia em que a Lei Maria da Penha completa 13 anos de regulamentada. A lei propõe campanhas afirmativas, educativas e preventivas sobre o abuso sexual e a violência contra a mulher, sofridos no interior dos ônibus coletivos.

Entre as ações da lei fica estabelecida a confecção de cartazes contendo o telefone da Polícia Militar (190) e da Central de Atendimento a Mulher (180), além de instruções às vítimas para guardarem informações para identificação do agressor, tais como: horário, linha do ônibus, roupa que o agressor estava usando e se possível, as características físicas. Será obrigatória a fixação de cartazes com orientações as passageiras sobre como denunciar situações de violência.

Embora os governadores e os prefeitos preguem transparência nas administrações, uma parte deles tem mantido os compromissos diários escondidos do público. Levantamento feito pelo Bahia Notícias mostra que apenas 10 dos 27 gestores estaduais divulgam as suas agendas nos sites do governo.

Entre os governadores que não publicam a agenda, está o baiano Rui Costa (PT). No site do governo, é possível ter apenas conhecimento de eventos externos do governador baiano, que também são divulgados para a imprensa. Além de Rui, os administradores do Acre, Amazonas, Mato Grosso, Paraíba, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina, Tocantins e Roraima.

O Deputado Federal Waldenor Pereira (PT), caculeense, de 65 anos, que recebe um salário bruto de R$ 33.763,00, começou gastando só no primeiro semestre do seu mandato R$ 184.800,59 com despesas como: telefonia, combustível, locação de veículos, divulgação das atividades parlamentares, viagens aéreas, entre outras. A atividade mais cara é a publicidade do deputado, que já chegou a pagar R$ 20.000,00 em apenas um mês.

Entre os blogs mais conhecidos da região sudoeste, como o blitzconquista.com.br (Frarlei Antônio de Barros Nascimento) e o www.blogdorodrigoferraz.com.br, está o blogdoanderson.com, que recebeu em 5 meses um valor de R$ 7.500 para propaganda do deputado.

FONTE: Portal Cubo

O prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, declarou em entrevista ao repórter Gerson Gonzaga, que sua administração se deparou com uma “máfia” que operava o transporte escolar da zona rural de Vitória da Conquista. Os alunos da zona rural tiveram seu retorno às aulas adiado por conta da falta de transporte, mas uma polêmica que tem desgastado a imagem da administração de Herzem.

Ao falar sobre o assunto, o prefeito afirmou que existe uma investigação em curso feita pela Polícia Federal, em decorrência dos processos licitatórios feitos pelo antigo governo. O gestor acusou ainda a antiga gestão de não ter tido coragem de enfrentar os problemas do transporte escolar e atribuiu a isso os problemas atuais.

Ao longo de 2017, Simões Filho teve 163 homicídios, sendo 156 deles registrados e os sete restantes ocultos. Com isso, a cidade registrou uma taxa estimada de 119,9 assassinatos para cada 100 mil habitantes - naquele ano, a população do município era de 136.050 pessoas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No âmbito nacional, o município da região metropolitana teve a quarta maior taxa de homicídios, atrás apenas de Maracanaú (145,7), no Ceará; Altamira (133,7), no Pará; e São Gonçalo do Amarante (131,2), no Rio Grande do Norte.

Os números são do Atlas da Violência 2019, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), nesta segunda-feira (5). O estudo tomou como base a soma do número de óbitos por agressão, o número de óbitos ocasionados por intervenção legal e o número de homicídios ocultos.

O Banco do Brasil anuncia uma serie de mudanças em sua organização que atingirá em cheio os pequenos municípios. Somente no Centro Sul Baiano são Tremedal, Itagi, Barra do Choça e Ibicuí que as suas unidades terão suas Agências transformadas em Posto Avançado de Atendimento (PAA). O PAA um ponto destinado a municípios desassistidos de serviços bancários. Possui estrutura reduzida de funcionários e atendimento eletrônico. Uma reportagem postada no BLOG DO ANDERSON traz os detalhes dessa reestruturação que também forçará a redução do número de funcionários no Banco do Brasil em Vitória da Conquista. Agora os munícipes de Tremedal, Barra do Choça, Ibicuí e de outros municípios, terão que se deslocar para outras localidades no intuito de receber atendimentos não processados no PAA.

FONTE: Blog do Anderson

Como forma de reduzir o custo nas universidades estaduais, a Secretaria de Educação da Bahia avalia adotar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para selecionar os estudantes das quatro instituições de ensino superior, segundo o titular da pasta, Jerônimo Rodrigues.

Ao Bahia Notícias, Rodrigues afirmou que o assunto será tratado com os reitores da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Universidade Estadual de Feira de Santana do Estado da Bahia (Uefs) e Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). Hoje, cada instituição realiza o seu próprio vestibular.