Login to your account

Username *
Password *
Remember Me
Sábado, 20 Outubro 2018
22°C

Condeúba

Nublado Humidade: 81%
Vento: WSW9.66 km/h

Curta nossa página

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 42

Mãe, Mami, Mama; Mamãe, Mainha, Mãezona;

Não importa como ela é chamada se é feia ou bonitona;

O importante é ter carinho e o respeito pela mãe dona.

 triste que nem todos os filhos sua mãe reconhece;

Há aqueles que a tem e a ama e fieis permanece;

Há outros que a tem, mas nem pra lhe dar benção comparece.

 

Há muitos que não hás tem mais;

Uns, lembram delas e comparam com ser naturais;

Outros, nem se quer lembram-se de sua mãe jamais.

 

A banalização humana é um fato real;

Porem, a reciprocidade nesse caso não é igual;

Uma mãe para abandonar o filho não um fato normal.

 

Não há uma única mãe que não ama seu filho intensamente;

Não há ocupação de mãe, pra não se lembrar do filho diariamente;

Esse é o vinculo de uma mãe que dá amor ao filho eternamente.

 

 

Não importa sua religião, cor ou classe social;

Neste quesito, as mães pensam igual;

Ao saber que está grávida começa preparar o enxoval.

 

Parabéns mamães pelo seu dia..!

 

A notícia veiculada ontem no Jornal A Tarde, dando conta que ao MEC teria aprovado a implantação do curso de Medicina no Campus da UFBA em Vitória da Conquista, foi rapidamente rechaçada pela verdade. Leia abaixo a divulgação de dados do Ministério da Educação e Cultura, divulgados de 2004 a 2006.

 

Colisão foi provocada por uma ultrapassagem indevida. Apesar do acidente, ninguém ficou gravemente ferido.

Município de Cordeiros publicou no Diário Oficial o aviso de licitação com finalidade de contratação de empresa para realização de concurso público e processo seletivo.

Acaba no próximo dia 27 o prazo para que municípios com menos de 50 mil habitantes atendam a Lei de Acesso à Informação concluindo o processo de preparação que começou em 2009, quando a regra foi sancionada. Aprovada há quatro anos pelo Congresso, a lei prevê a publicação em meio eletrônico das informações sobre a execução orçamentária e financeira da União, estados, Distrito Federal e municípios. Muitos municípios, no entanto, sequer têm portais na internet.

Recomendação do Tribunal de Contas dos Municípios é de que as cidades reduzam os gastos.

Foi confirmada no início desta semana a realização do São João na cidade de Caculé pelo prefeito do município, José Roberto Neves. A festa permanece com a mesma duração dos anos anteriores, três dias.

 

A recomendação é também do Tribunal de Contas dos Municípios, para que os gestores atuem com cautela nos gastos com a festa. No caso de Caculé, a prefeitura informou que foram reduzidos os custos com a festa. Algumas atrações que já haviam sido divulgadas foram canceladas.

A festa acontece na Praça Deoclides Cardoso entre os dias 21 e 23 de junho. Entre as atrações que irão se apresentar, estão confirmados os cantores Victor e Léo e Edigar Mão Branca.

 Fonte: Blog da Resenha Geral

A juíza Maria do Socorro Barreto Santiago, do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), determinou nesta terça-feira (7) o retorno do petista Heráclito Luiz Paixão Matos ao cargo de prefeito de Mortugaba, no sudoeste baiano.

 

Tudo teve início através da Igreja Católica, sendo que a nossa primeira Igreja de Santo Antonio foi benta em 30 de junho de 1745 pelo o então Padre Visitador Geral: João de Vasconcelos Pereira. A primeira Irmandade fundada no município foi a de Santo Antonio em 13 de junho de 1752 que durou até o ano de 1811. Em 1845 foi fundada a Irmandade do Santíssimo Sacramento pelo Arcebispo da Bahia Dom Romualdo Antonio de Seixas, a qual permanece em atividade até os dias de hoje com cerca de 70 membros de confraria, seu presidente atual é o Sr. Anfilófio Antonio de Sousa, tendo como vice Dr. Anterque Ataíde Viana.


Vila de Santo Antonio da Barra


A Lei 809/1860 de 11 de junho de 1860 assinada por Antonio da Costa Pinto, presidente da Província da Bahia. Faço saber a todos os seus habitantes que a Assembléia Geral e Legislativa decretou e eu sancionei a Lei: seguinte: Artigo 1º - Fica elevada a povoação de Santo Antonio da Barra a categoria de Vila. Compreendendo os Distritos de São Felipe, Lage e Curraes Velhos sob a denominação de Vila de Santo Antonio da Barra, e gozando das prerrogativas outorgadas às demais Vilas da Província.


Fundação


Não se sabe ao certo quem foi o fundador de Condeúba. Alguns historiadores apontam JOÃO GONÇALVES DA COSTA, mas Dr. Tranquilino Leovigildo Torres o autor do livro “Memória Descriptiva do Município de Condeúba” desmente esta hipótese em documentos também históricos retirados do arquivo da Igreja Católica Matriz de Santo Antonio.


Origem e Emancipação


Condeúba vem do Tupy, na opinião de Teodoro Sampaio “Árvore de caracol ou dos frutos retorcidos”, ou “Pau de Candeia”, conforme aventou o professor Frederico Edelweiss.
Condeúba foi emancipada em 14 de maio de 1861, desta data até 13 de abril de 1890 o município foi administrado pela Câmara de Vereadores. Por tanto, neste ano de 2013, estará completando 152 anos de emancipação. Sua história política será contada a partir da sua emancipação, passando então pela Câmara administradora até chegar ao Barão José Egídio de Moura e Albuquerque seu 1º Intendente (nomeado) pelo Governo do Estado da Bahia, para o período de 14 de abril de 1890 a 14 de dezembro de 1892. Em seguida foi (eleito pelo colegiado) para substituí-lo, Te. Cel. Olympio Cordeiro da Silva, que comandou o município de 1893 a 1895. E até a presente data com o atual Prefeito José Augusto Ribeiro que terá sua gestão de 2013 a 2016.


Geografia


O município de Condeúba distante 642 quilômetros de Salvador, ligado por via rodoviária, sua população ficou acertada pelo IBGE em 16.888 habitantes, está localizada no sudoeste baiano, o município é predominantemente plano apenas montanhoso ao sul e oeste, com destaque especial para o Morro de Condeúba o mais elevado do município, visível a quilômetros de distancia sua altura é de mil metros. Os Rios que banham o município são: Rio Gavião, Rio Condeúba, Rio dos Morrinhos, Rio do Sítio, Rio do Alegre, Rio do Soberbo e o Córrego do Olho D’água. O Município é composto pela Sede, Distrito do Alegre e os Povoados: Feirinha, Mandassaia e Lagoinha. Limitando-se com os municípios de: Cordeiros, Piripá, Jânio Quadros, Guajeru, Jacaraci, Mortugaba e no Estado de Minas Gerais, com o município de São João do Paraíso.


Padroeiro – Santo Antonio


FOLCLORE – Folia de Santos Reis, - Senhor Morto, com procissão – Santo Antonio, com procissão, - Festas junina com fogueiras, - Bom Jesus com procissão, - Nossa Senhora Aparecida com procissão, entre outras.
História da Intendência
No decorrer de sua história político-administrativa, foi a partir de sua emancipação em 14 de maio de 1861. Desta data até 13 de abril de 1890 o Município foi administrado pela Câmara de Vereadores. Com a proclamação da República, o Governo do Estado da Bahia nomeou o Barão José Egídio de Moura e Albuquerque como seu 1º Intendente para governar o Município no período de 14 de abril de 1890 a 14 de dezembro de 1892. Então Condeúba passou a ser administrada por uma série de Intendentes (administradores eleitos por um colegiado), ou seja: foram l3 Intendentes que administraram nosso município, de 1890 a 1945, desta data até outubro de 2012 foram eleitos pelo voto popular 18 Prefeitos. Os Intendentes eram eleitos para um mandato em média de 4 anos, exceto aqueles que foram reeleitos para mais de um mandato e outros que tiveram os seus mandatos interrompidos. Os Prefeitos a exemplo dos Intendentes, mantiveram os mandatos de 4 anos com direito a uma reeleição, exceto os chamados mandatos tampões de dois anos que ocorreram. Segue relação de todos os Intendentes e Prefeitos que administraram Condeúba, com o seu respectivo período.


Intendentes


Foram 13 Intendentes ao todo sendo o Barão José Egídio de Moura e Albuquerque seu 1º Intendente nomeado pelo Governo do Estado da Bahia, para o período de 14 de abril de 1890 a 14 de dezembro de 1892. Te. Cel. Olympio Cordeiro da Silva, (eleitos pelo colegiado) 1893 a 1895. – Te. Cel. Amphilóphio Cezar Alves Pereira, 1896 a 1901. – Te. Cel. José Moreira Cordeiro, 1902 a 1903. – Te. Cel. José Antonio Torres, 1904 a 1907. – Cel. Gustavo de Oliveira Torres, 1908 a 1911. – Te. Cel. Manoel de Assis Ribeiro, 1912 a 1919. – Sr. João da Silva Torres, 1920 a 1923. Sr. Remigio José da Silva, 1924 a 1925. – Sr. Gustavo Fagundes de Lima, 1926 a 1929. Cap. Joaquim Mutti de Carvalho, 1930 a 1939. – Sr. Antonio Ferreira da Silva, 1940 a 1944. – Cap. Arlindo Alves Pereira, 1945. Foi interrompido o seu mandato de Intendente para dar início ao então novo sistema de eleger pelo voto direto os Prefeitos e Vereadores.


Prefeitos


Sendo o primeiro Prefeito eleito pelo voto direto e também o que mais tempo ficou na administração do município, 10 anos pela Intendência e 3 como Prefeito, totalizando 13 anos, foi o Cap. Joaquim Mutti de Carvalho, 1945 a 1947. – Osmar Alves de Souza, 1948 a 1950. – Dr. Parmênio Ferreira da Silva, 1951 a 1954. – Sr. Políbio Rodrigues de Carvalho, 1955 a 1958. – Sr. Antonio Andrade dos Santos, 1959 a 1962. – Sr. Osmar Alves de Souza, 1963 a 1966. – Antonio Andrade dos Santos, 1967 a 1970. – Sr. Antonio Farias Terêncio, 1971 a 1972. Foram 2 anos que ficou conhecido como mandato tampão. – Dário de Oliveira Lima, 1973 a 1976. – Sr. Antonio Farias Terêncio, 1977 a 1982. – Sra. Djalma Alves de Souza, 1983 a 1988. Até então, a primeira e única mulher que foi eleita Prefeita no município de Condeúba. – Dr. Marcolino Gonçalves da Silva Neto, - 1989 a 1992. – Dr. Antonio Farias Terêncio Filho, 1993 a 1996. – Dr. Marcolino Gonçalves da Silva Neto, 1997 a 2003. Faleceu no andamento do seu mandato e assumiu o Vice-Prefeito. Sr. José Maria Terêncio, em 23/01/2004. – Odílio Ribeiro da Silveira, 2005 a 2008, e 2009 a 2012. – José Augusto Ribeiro, 2013 a 2016.
Todos foram peças importantes dentro de um contexto político-administrativo da sua época. Um dos Intendentes de maior destaque na história de sua administração foi chamado de “patriótico”, o Sr. João da Silva Torres, de 1920 a 1923. Sendo o primeiro Intendente sem patente, quebrando assim uma hegemonia da tradição desencadeada desde quando se emancipou Condeúba em 1861. De início o Intendente Sr. João da Silva Torres, renovou em 50% o seu Conselho e fez muitas obras em toda extensão do município de Condeúba. Por ultimo foi o então Prefeito Odílio Ribeiro da Silveira, detentor de um recorde, fez mais de 200 obras em oito anos de mandato.


Filhos Ilustres


 Dr. Tranqüilino Leovigildo Torres, 1859 – 1896
Clemente Pereira – Foi o primeiro Regente da Orquestra Filarmônica Santa Cecília de Condeúba.
João Sacramento Neto, 1933 – 2007 Maestro da Orquestra Filarmônica Santa Cecília.
Personalidades
João Gonçalves da Costa, 1720 – 1820 (Fundador de Condeúba)
Padre Belarmino Silvestre Torres, 1829 – 1896  


Fontes consultadas: Jornal Folha de Condeúba. Torres, Dr. Tranqüilizo - Memória descritiva do Município de Condeúba. Documentos Oficiais da Igreja Católica. Sousa, Agnério Evangelista - Condeúba sua história e seu povo.

Uma mulher que teria desaparecido misteriosamente no estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, foi encontrada depois de 11 anos no estado da Flórida. Brenda Heist, de 54 anos, foi vista pela última vez em fevereiro de 2002 deixando o filho na escola. Segundo a TV norte-americana, CNN, ao se apresentar à polícia, Brenda falou que saiu para  "pensar na vida, na família e nos problemas".

Brenda se entregou às autoridades de Key Largo, na Flórida, dizendo que talvez estivessem procurando por ela na cidade de Lititz, na Pensilvânia.  Após checarem fotos e detalhes do caso, as autoridades ligaram para a polícia de Lititz informando que Brenda Heist tinha sido achada.

Segundo o detetive responsável pelo caso, Brenda estava se divorciando do marido na época em que decidiu ir embora da cidade onde morava. Ao falar com as autoridades, no último dia 26, ela teria dito que estava muito envergonhada de ter deixado o  filho e sentia muito por nunca ter entrado em contato com a família ao longo desses 11 anos.

"Ela estava muito abalada e envergonhada. Ela chorava muito por ter agido errado", disse o detetive John Schofield sobre a conversa que teve com Brenda.

A balança comercial brasileira registrou déficit de US$ 994 milhões em abril, informou nesta quinta-feira (2) o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Esse é o pior resultado para os meses de abril da série histórica do ministério.

Até então, o maior déficit para um mês de abril tinha sido registrado em 1997, quando as importações superaram as exportações em US$ 910 milhões.

Com o resultado de abril, o déficit comercial no acumulado dos primeiros quatro meses do somou US$ 6,15 bilhões, contra um superávit de US$ 3,299 bilhões no mesmo período de 2012.

Em março, a balança comercial havia registrado superávit de US$ 161 milhões. Em abril de 2012, o país registrou superávit de US$ 879 milhões.

Apesar do déficit histórico de US$ 6,150 bilhões nos quatro primeiros meses de 2013, o Mdic manteve a projeção de superávit na balança comercial do ano. Segundo a secretária de Comércio Exterior do Mdic, Tatiana Prazeres, a recuperação já se iniciará neste mês.

Importação recorde em abril
As importações totalizaram no mês o valor de US$ 21,626 bilhões e média diária de US$ 983 milhões, números recordes para meses de abril, segundo o ministério. Sobre igual período do ano passado, as importações registraram crescimento de 5,2%, e sobre março, aumentaram 2,6%, pela média diária.

Já as exportações alcançaram US$ 20,632 bilhões, valor recorde também para meses de abril. Sobre abril de 2012, as exportações registraram retração de 4,1%, e de 2,9% em relação a março de 2013.

No fechado do mês, a corrente de comércio alcançou a cifra recorde para meses de abril, de US$ 42,258 bilhões.

No acumulado de janeiro a abril, as importações somaram recorde de US$ 77,618 bilhões, com aumento de 10,1% sobre o mesmo período anterior, pela média diária. Já as exportações apresentaram valor de US$ 71,468 bilhões, queda de 3,11% sobre igual período de 2012.

Destaques nas importações e exportações
Em abril, cresceram as importações de todas as categorias de produtos: bens de consumo (+9,1%), matérias-primas e intermediários (+7,2%), bens de capital (+3,2%) e combustíveis e lubrificantes (+0,1%).

No segmento bens de consumo, segundo o ministério, os principais aumentos foram observados nas importações de produtos de toucador, vestuário, produtos farmacêuticos, produtos alimentícios, objetos de adorno e móveis.

Com relação às exportações, as vendas para o exterior de produtos por fator agregado em abril alcançaram os seguintes valores: manufaturados (US$ 7,245 bilhões) e básicos (US$ 10,472 bilhões), recordes para meses de abril, enquanto os semimanufaturados somaram US$ 2,457 bilhões. Sobre o ano anterior, cresceram, pela média diária, as exportações de semimanufaturados (+1,5%), enquanto decresceram as vendas de manufaturados (-3,9%) e básicos (-5,5%).

Fonte: g1