Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha
Quinta, 19 Julho 2018
21°C

Condeúba

Parcialmente nublado Humidade: 55%
Vento: E22.53 km/h

A liberação de alguns trechos de estradas, como em São Paulo, está longe de significar o fim da greve. Nos grupos de WhatsApp dos caminhoneiros, a ordem é manter a paralisação, pelo menos, até terça-feira (29) Por ora, a maioria concordou em liberar as estradas e continuarem estacionadas em pontos estratégicos.

Mas, nas últimas postagens, lideranças dos caminhoneiros começam a organizar novas paralisações a partir de amanhã, às 8 horas. Num vídeo que está circulando nos grupos de WhatsApp, representantes chamam, além dos caminhoneiros, veículos de passeio para parar as BRs. Além disso, uma manifestação em pontos estratégicos das principais capitais também está sendo organizada.

Pelo tom das conversas, as reivindicações vão além do problema do preço do diesel. Depois da dimensão que a greve tomou nos últimos dias, os motoristas acreditam que podem mudar o rumo do País.

Cada um tem uma tese, mas todos apostam no força do exército como aliada e na intervenção militar como solução para os problemas do País. Alguns vídeos mostram a atuação dos soldados acionados para liberar as estradas. Eles são recepcionados com palmas e continência pelos caminhoneiros, que prometem manter um protesto pacífico, o que é apoiado pelos soldados. Em outros vídeos, a polícia militar também demonstra apoio aos grevistas.

 

O ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT) afirmou ao Bahia Notícias, na manhã desta segunda-feira (28), que sua candidatura ao Senado Federal está confirmada. “Sou um dos dois candidatos. O governador pretende divulgar 6 e 7 de junho para fechar a chapa.

A senadora Lídice da Mata está viajando, volta na quarta ou quinta. Eu acho que a gente vai estabelecer um denominador comum. Tem duas candidaturas pleiteando: a dela e de Coronel”, disse, durante inauguração da policlínica regional em Feira de Santana.

 

A Polícia Federal do Paraná iniciou na tarde desta 5ª feira (24) uma auditoria em obras de duplicação e ciclovia na Av. Juraci Magalhães em Vitória da Conquista do ano de 2007, na gestão do ex-prefeito José Raimundo Fontes (PT).

O setor técnico científico da  PF do Paraná comandou a auditoria ao receber documentação na Seinfra, e foi até a avenida para proceder medições e checagem das obras.

Os secretário Marcos Ferreira (Gabinete Civil), José Antonio (Seinfra), Ivan Cordeiro (Mobilidade Urbana) e Diego Gomes (Transparência e Controle), estão acompanhando a operação com apoio total a PF para facilitar o levantamento dos dados necessários a investigação.

O São Pedro de Belo Campo se consolida como uma das festas públicas mais importantes do Sudoeste Baiano. Para os dois dias dos Festejos Juninos, 30 de junho e 1º de julho, a Prefeitura Municipal de Belo Campo apresenta sete grandes atrações. 1ª noite: Wagner Santana, Chega Mais, João Bosco & Vinícius e Toque Mais. Na 2ª noite sobem ao palco: Levanta Saia, Mano Walter, Robertinha e Wagner Santana. Localizada a 50 quilômetros de Vitória da Conquista, Belo Campo vai lotar neste São Pedro.

*Blog do Anderson

Apesar do acordo entre o governo federal e representantes dos caminhoneiros para suspender greve por 15 dias em todo o país no final da noite desta quinta-feira (24), as mobilizações continuam nas rodovias baianas nesta sexta (25). Na BA-526, próximo à Ceasa de Simões Filho, caminhões estão estacionados desde a 1h, no acostamento.

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) está acompanhando a mobilização, de acordo com informações do Centro Integrado de Comunicação (Cicom), da Secretaria de Segurança Pública (SSP). De acordo com o jornal Correio, os manifestantes, no entanto, não estão bloqueando a pista. Também há mobilização dos caminhoneiros na BR-101, na altura do município de Muritiba, no Recôncavo baiano, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Na BR-324, na altura do bairro de Valéria, em Salvador, há manifestação com uma faixa interditada sentido Salvador, segundo a Via Bahia. As manifestações também continuam na BR-116, com restrição de passagem apenas para veículos de carga (caminhões e carretas) nas cidades de Santo Estevão, Itatim, Milagres, Jequié, Poções, Manoel Vitorino e Vit. da Conquista. Ainda de acordo com a concessionária, o tráfego está fluindo normalmente para demais veículos.

Uma aeronave de caça caiu na manhã desta quinta-feira (24) em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio. A fumaça preta decorrente da queda pôde ser vista de várias partes do bairro. Segundo a FAB, os pilotos acionaram o dispositivo de segurança e foram ejetados.

Muitos que testemunharam o acidente entraram na área de mata para auxiliar no resgate. Um dos tripulantes sofreu escoriações no rosto.

O avião, modelo F-5F, decolara da Base Aérea de Santa Cruz e caiu em área de mata às 7h40. A Força Aérea Brasileira informa que a aeronave sofreu pane. Os dois pilotos envolvidos no acidente saíram ilesos. Ambos já foram resgatados e levados para o hospital da FAB.

 

O juiz federal Sergio Moro mandou prender, na tarde desta quarta-feira, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, o operador Enivaldo Quadrado, o economista Luiz Carlos Casante, o empresário Natalino Bertin e o empresário Ronan Maria Pinto. No despacho, ele determinou a ida dos presos para o Complexo Médico Penal em Piraquara, ala reservada aos presos da Operação Lava Jato.

Antes, também nesta quarta-feira, o Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4) havia negado os embargos de declaração do ex-tesoureiro e dos demais réus. Ao final do voto, o desembargador João Pedro Gebran Neto, relator, determinou “o início do cumprimento das penas por estarem esgotados os recursos em segundo grau”.

De acordo com a Veja, Delúbio já havia sido condenado no escândalo no mensalão. O ex-tesoureiro pegou seis anos e oito meses de prisão no regime semiaberto por corrupção ativa e foi preso em novembro de 2013. Menos de um ano depois, em setembro de 2014, ele passou para o regime aberto. O processo é um desdobramento do polêmico empréstimo de 12 milhões de reais tomado pelo pecuarista José Carlos Bumlai junto ao Banco Schahin, em outubro de 2004. O dinheiro era destinado ao PT, segundo a força-tarefa da Lava Jato.

O presidente da Associação Brasileira de Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, afirmou que a paralisação dos caminhoneiros somente será suspensa se o Senado Federal aprovar o projeto que elimina a cobrança de PIS/Cofins sobre o diesel até o fim ao ano e o presidente Michel Temer sancionar o projeto e publicá-lo no Diário Oficial da União.

"Se na reunião de hoje, às 14h, o ministro (Eliseu) Padilha (da Casa Civil) e os ministros participantes anunciarem está aqui, o presidente assinou, aí o movimento é suspenso. Não é só do óleo diesel que tem que tirar PIS/Cofins. Tem que tirar dos combustíveis. É o que nós esperamos hoje", afirmou o presidente à CBN. A previsão dele é que a situação apenas seja normalizada em uma semana, ou mais. A proposta do PIS/Cofins foi aprovada nesta quarta (23) pela Câmara dos Deputados. O objetivo é reduzir o custo do litro do combustível e conter a paralisação nacional, que entrou em seu quarto dia, nesta quinta-feira (24).

A categoria ainda pleiteia que a Petrobras abandone a política de reajuste dos combustíveis, que resulta em aumentos quase diários. "Esses reajustes têm que ser feitos, no mínimo, em 60 dias. No máximo, em 90, para a gente se programar. O caminhoneiro sai do Rio Grande do Sul, abastece e paga R$ 5. Leva dois, três para chegar. No outro dia, paga R$ 5,30. No outro, R$ 5,50. Isso não pode acontecer. Tem que haver programação para que a gente não tenha prejuízo", afirmou Fonseca.

 

A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) divulgou na manhã desta quinta-feira (24) um balanço da paralisação, movimento realizado em todo o Brasil. De acordo com o Estadão, a entidade divulgou que são 330 pontos de rodovias interditadas pelo movimento de paralisação dos caminhoneiros em 23 Estados.

Apenas Amazonas, Acre, Amapá e Rio Grande do Sul não têm estradas interrompidas nesta quinta. Os estados com mais trechos interrompidos são os de grandes produtores agrícolas. São eles: Paraná (45 pontos), Minas Gerais (42 pontos), Santa Catarina (37), Mato Grosso do Sul (31), Goiás (25) e Mato Grosso (23).

 

A crise de abastecimento em decorrência da greve dos caminhoneiros afeta todo o país e nos municípios da região de Condeúba e Cordeiros não é diferente. Em Condeúba, há apenas um posto com estoque de Álcool mas em seus últimos litros, gasolina e diesel já não se encontra em nenhuma das duas cidades. No Rio de Janeiro, São Paulo e Recife os coletivos estão circulando com frota reduzida.

A incerteza sobre a finalização do movimento grevista fez com que os veículos formassem grandes filas para adquirirem ss últimos litros de combustíveis restantes nos postos. Situação totalmente atípica nesses municípios.

Além dos combustíveis, o movimento grevista tem gerado problemas para abastecimento de todo a cadeia produtiva. Mercados, feiras e até farmácias têm problemas com a reposição dos estoques para atender à população por todo o Brasil.

Foram registradas manifestações de caminhoneiros em 24 estados, na terça-feira (22), com 384 pontos de rodovias bloqueados no início do dia que foram aumentando. Na segunda-feira (21), foram 188. Segundo a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), foram 160 no Sul, 105 no Sudeste, 51 no Nordeste, 56 no Centro-Oeste e 12, no Norte. Em três dias, as manifestações resultaram em uma morte, um atropelamento, brigas entre motoristas e veículos danificados.